Estão abertas as inscrições para o maior torneio de robótica do Brasil

As equipes já podem se inscrever para o Torneio SESI de Robótica FIRST LEGO League. A disputa é para estudantes de 9 a 16 anos, de escolas públicas e particulares
As inscrições para a temporada 2019/2020 podem ser feitas até o dia 31 de outubro

PRE-PA-RA! Vai começar! A partir desta terça-feira (1º), equipes de todo o Brasil já podem se increver para disputar o Torneio SESI de Robótica FIRST LEGO League. Podem participar estudantes de 9 a 16 anos, de escolas públicas e particulares. Cada equipe pode ter de 2 a 10 competidores, com dois treinadores adultos. O Serviço Social da Indústria (SESI) recomenda um número mínimo de 4 alunos. 

As inscrições podem ser feitas gratuitamente no canal do Torneio SESI de Robótica até o dia 31 de outubro. Além das equipes de escolas, grupos de amigos também podem participar. São as chamadas equipes de garagem. Acesse o canal do torneio e faça sua inscrição!

A etapa regional da competição começa em dezembro e vai até fevereiro de 2020. Veja o calendário completo. As melhores equipes da fase regional garantem vaga para o Festival SESI de Robótica, que será realizado em março, em São Paulo. No Brasil, o SESI é o organizador oficial da competição.

O QUE VEM POR AÍ? - O tema da temporada 2019/2020, City Shaper (construindo cidades inteligentes e sustentáveis), desafia os estudantes a pensar sobre as casas, os prédios e o bairro de cada um no futuro. As equipes precisam apresentar soluções inovadoras para problemas enfrentados pelas cidades como, por exemplo, transporte, acessibilidade e até desastres naturais. 

Ao final, todos vão ganhar porque os projetos serão compartilhados nos torneios de robótica e quem sabe, muitos deles poderão sair do papel. Veja todos os detalhes, regras, documentos e orientações para a próxima temporada no canal do Torneio de Robótica

Mas não é só isso, além do Projeto de Inovação, os estudantes serão avaliados em mais três categorias. Uma delas é o Desafio do Robô, quando os estudantes colocam os robôs de Lego para cumprir determinadas missões. Para isso, o robô pode capturar, transportar, ativar ou entregar objetos na mesa de competição. 

No Desafio do Robô, as equipes têm direito a três rounds, de 2 minutos e 30 segundos cada, para execução das tarefas

Ao todo são 14 missões. Na mesa de competição, os robôs vão atuar, por exemplo, com guindastes, elevador de obras, drone de inspeção e construções em aço. Tudo de forma lúdica, simulando situações reais. As equipes têm direito a três rounds, de 2 minutos e 30 segundos cada, para execução das tarefas.

Os robôs, projetados e construídos pelos próprios alunos, também são avaliados na categoria Design do Robô. Os times podem utilizar sensores de movimento, cor, controladores e motores. Os juízes levam tudo isso em consideração, além da estratégia e programação. 

Por fim, na categoria Core Values, os estudantes precisam mostrar que sabem trabalhar em equipe, com inclusão, diversão e inovação.

REFERÊNCIA MUNDIAL EM ROBÓTICA - Na temporada passada, os brasileiros conquistaram 33 prêmios no Mundial de Robótica, em Houston (EUA), no torneio de Arkansas (EUA), no Aberto Internacional da Turquia, no Aberto de Robótica do Uruguai, Aberto de Robótica do Líbano, no Aberto de Robótica da Austrália (Ásia Pacífico) e no Aberto de Robótica de West Virgínia (Estados Unidos). Desde 2013, o Brasil já soma 66 prêmios internacionais.

REDES SOCIAIS - Acompanhe tudo sobre a temporada 2019/2020 do Torneio de Robótica FIRST LEGO League aqui na Agência CNI de Notícias e nos perfis do Torneio no Instagram e Facebook

Relacionadas

Leia mais

A vida nas cidades é o tema da nova temporada do Torneio de Robótica FIRST LEGO League
Quer participar do Torneio SESI de Robótica? 6 dicas pra você brilhar
4 diferenças entre os torneios de robótica FLL e FTC

Comentários