Estudantes brasileiros brilham em torneio de robótica no Líbano

A equipe FrancoDroid, do Rio de Janeiro, conquistou o 2º lugar geral da competição que reuniu centenas de estudantes de 46 países. Outras duas equipes brasileiras também foram premiadas
Estudantes da equipe FrancoDroid, do Colégio Liceu Franco-Brasileiro, vibram com a conquista no Líbano

Teve Brasil no pódio do Aberto de Robótica do Líbano. A equipe FrancoDroid, do Colégio Liceu Franco-Brasileiro, do Rio de Janeiro, conquistou o 2º lugar geral da competição. A disputa reuniu mais de 500 estudantes de 46 países. Os estudantes cariocas ainda ficaram em 3º lugar na categoria Desafio do Robô. 

"Como toda conquista, essa também significa a coroação de um trabalho muito árduo de um grupo que atingiu sua maturidade em termos de se organizar para encontrar uma problemática dentro do tema da temporada e propor uma solução inovadora, além de todo o desenvolvimento do robô. A experiência vivida por todos neste torneio, trouxe um aprendizado não só  acadêmico, mas de vida. Com certeza o grupo deixou um legado que não tem nada a ver com material. O significado é muito mais do que isso, é intangível", diz a técnica da equipe, Rosângela Nezi.

Para o estudante Diogo Barreiros, 16 anos, foi realmente uma conquista incrível. "E o mais importante é aprender coisas novas. Fazer novas amizades e ver que mesmo em um torneio você pode ser amigo daqueles com quem está competindo, onde o que aprendemos é mais importante do que ganhamos", afirma. 

A equipe Galaxy Forces, do SESI de Mossoró, ficou em 1º lugar na categoria Design Mecânico

Outra estudante da equipe carioca, Mariana Lopes, 15 anos, conta que foi uma experiência mágica. "Nós tivemos a honra de representar o Brasil e isso não tem como explicar pelas palavras. Trabalhamos juntos com outras equipes brasileiras. E com tantas culturas diferentes no torneio, aprendemos a respeitar mais os outros e a entender as outras culturas", finaliza. 

MAIS PRÊMIOS PARA O BRASIL - Os estudantes do Serviço Social da Indústria (SESI), do Rio Grande do Norte, também voltaram preamidos do Líbano. A equipe Galaxy Forces, de Mossoró, ficou em 1º lugar na categoria Design Mecânico.  Na mesma categoria, a equipe Conectados, de Curitiba, ficou em 3º lugar. O time é formado por estudantes da Escola Municipal Coronel Durival Britto e Silva. 

A classificação para o Líbano foi conquistada durante a participação das equipes no Festival SESI de Robótica, entre 15 e 17 de março, no Rio de Janeiro.

Estudantes da Escola Municipal Coronel Durival Britto e Silva, de Curitiba

REFERÊNCIA MUNDIAL EM ROBÓTICA - Nesta temporada, os brasileiros já conquistaram prêmios no Mundial de Robótica, em Houston (EUA), no torneio de Arkansas (EUA), no Aberto Internacional da Turquia e no Aberto de Robótica do Uruguai. Equipes do Brasil participam ainda de mais duas competições internacionais: Aberto da Ásia, na Austrália e o Torneio de West Virginia (Estados Unidos), em julho. 

REDES SOCIAIS - Acompanhe os resultados das etapas internacionais aqui na Agência CNI de Notícias e nos perfis do Torneio no Instagram e Facebook

Relacionadas

Leia mais

Brasileiros vencem torneio internacional de robótica do Uruguai
VÍDEO: O que é robótica pra você?
Brasil é finalista em prêmio internacional de inovação em robótica

Comentários