Decisão do STF sobre fim do imposto sindical confirma importância da nova legislação trabalhista

Para a CNI, a confirmação da suprema corte confere necessária segurança jurídica para a aplicação da lei conforme a intenção do Poder Legislativo
Por 6 votos a 3, os ministros do STF rejeitaram as ações que pediam o retorno da obrigatoriedade da contribuição sindical

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) considera que o fim da obrigatoriedade da contribuição sindical contribui para a modernização das relações entre sindicatos, trabalhadores e empresas, pela melhor prestação de serviços e efetiva representação das respectivas categorias.

Para a indústria, a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que confirmou o fim do imposto sindical obrigatório, corrobora a relevância da nova legislação trabalhista na modernização das relações do trabalho no Brasil e confere necessária segurança jurídica para a aplicação da lei conforme a intenção do Poder Legislativo.

Relacionadas

Leia mais

CNI encaminha propostas para restabelecer equilíbrio  no setor de transporte de cargas
75% dos brasileiros dizem que serviços públicos de saúde são ruins ou péssimos, mostra pesquisa da CNI
CNI promove, em 4 de julho, diálogo com seis pré-candidatos à Presidência da República

Comentários