Setor de confecções de Minas Gerais entra na luta contra o coronavírus

SINVESD de Divinópolis doou materias para serem usados em ações e atendimentos de combate à doença
SINVESD doou 300 luvas e 220 litros de cloro para serem usados na desinfecção de locais estratégicos de Divinopolis

O Sindicato da Indústria do Vestuário de Divinópolis (SINVESD) doou 300 luvas e 220 litros de cloro que foram usados na desinfecção de locais estratégicos de Divinopolis, como pontos de ônibus e arredores de hospitais. O trabalho de higienização foi feito por agentes de saúde da cidade.

Esta é a segunda ação do SINVESD no intuito de amenizar os impactos do novo coronavirus. O setor confeccionista se uniu em uma campanha para produzir 100 mil máscaras faciais e capotes – aventais indicados para proteção do profissional de saúde em procedimentos não estéreis. Os kits serão doados aos hospitais de Divinópolis, Prefeitura e Polícia Civil. 

Hospitais de São Sebastiao do Oeste, Pedra do Indaiá e Araújos também foram contemplados na campanha e já receberam 2 mil máscaras em processo de acabamento. O trabalho de finalização está sendo desenvolvido pelas confecções das cidades. Todo o trabalho tem sido desenvolvido de forma voluntária e com doação do SINVESD.

Para o executivo do SINVESD, Marcelo Marcos Ribeiro, o segmento confeccionista está empenhado em contribuir para que Divinópolis e região passe pela crise com o mínimo de impactos. "Essa é uma crise sem precedentes e acreditamos que a união do setor empresarial, entidades de classe e Poder Público será essencial para conseguirmos voltar à normalidade o quanto antes e com menos impacto na economia da região e no bem estar social", defendeu Ribeiro.

A Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG) trabalha de forma intensa na elaboração de medidas e estratégias que possam minimizar os efeitos econômicos e sociais trazidos pelo novo coronavírus. De acordo com o presidente da FIEMG Regional Centro-Oeste, Paulo César Costa, a pandemia é uma realidade global que atinge não só a saúde, mas a economia de forma preocupante. "O momento exige a união de todos e o setor confeccionista está de parabéns pelo empenho em minimizar os impactos dessa pandemia e preservar o bem-estar da população", enfatizou.

Todas as ações da FIEMG estão centralizadas em um site especial com recomendações de prevenção, informações trabalhistas, tributárias e pleitos da indústria para que todos possam superar a pandemia e retomar o crescimento do país.

A Indústria contra o coronavírus: vamos juntos superar essa crise

Acompanhe todas as notícias sobre as ações da indústria no combate ao coronavírus na página especial da Agência CNI de Notícias.

Relacionadas

Leia mais

SENAI/AP produz máscaras de proteção para profissionais de saúde
Supercomputadores no combate ao coronavírus
CSP doa R$ 1,5 milhão para combate ao coronavírus no Ceará

Comentários