SESI da Bahia realiza blitz contra a covid-19 em empresas

Foco da ação na região de Jacobina e Ourolândia são as indústrias de exploração e beneficiamento de mármores e granitos
O SESI faz a aferição da temperatura corporal e orienta sobre os sinais que indicam a necessidade de isolamento

A pandemia do novo coronavírus trouxe uma nova realidade para as empresas que estão autorizadas a continuar em operação, porém, seguindo regulamentações técnicas e normas de segurança. Para apoiar as indústrias a manterem suas atividades, preservando a saúde dos seus profissionais, o Serviço Social da Indústria (SESI) da Bahia está realizando a Blitz Contra a covid-19, uma iniciativa em parceria com os sindicatos da indústria e clientes do SESI Viva+

Iniciada em abril, as visitas já percorreram mais de 110 empresas industriais em toda a Bahia e esta semana está sendo realizada nas empresas de beneficiamento e extração de mármores e granitos, na região de Jacobina e Ourolândia.

Ao longo da semana, serão visitadas mais de 45 empresas vinculadas ao Sindicato das Indústrias de Mármores, Granitos e Similares do Estado da Bahia (Simagran). O objetivo é orientar os trabalhadores, com ações educativas, e as empresas, sobre as medidas preventivas que devem ser adotadas.

 “A blitz que o SESI realiza tem caráter educativo. Nas visitas, temos a oportunidade de um contato mais próximo com os trabalhadores e podemos passar informações importantes para que eles adotem medidas de prevenção dentro e fora do trabalho. É uma ação que repercute também nas famílias e, consequentemente, tem efeito nas comunidades”, explica o engenheiro de segurança do SESI de Juazeiro, Rondinele da Silva Braga.

O engenheiro, que faz as visitas acompanhado de uma equipe, formada por técnicos de Enfermagem e Segurança e enfermeiro do Trabalho, explica que, nesta abordagem, o objetivo do SESI é traduzir as informações para uma linguagem mais acessível ao trabalhador. “Temos bons relatos de trabalhadores que agradecem a nossa equipe por fazê-los compreender melhor como se prevenir da pandemia”, acrescenta.

As orientações são sobre higienização das mãos, uso correto das máscaras de proteção e de afastamento no contato com as pessoas. O SESI também faz a aferição da temperatura corporal e orienta sobre os sinais que indicam a necessidade de isolamento.

As orientações são sobre higienização das mãos, uso correto das máscaras de proteção e de afastamento no contato com as pessoas

Entre as medidas voltadas para as empresas estão a adoção de novas rotinas de revezamento de turnos e horários de almoço, a reorganização dois espaços, mantendo os trabalhadores afastados, além de estabelecer protocolos para recebimento de clientes e fornecedores.

Como as empresas visitadas reagem a blitz

O empresário Gian Marco Biglia, da Reveste Bege, do município de Ourolândia, destaca a importância destas ações. “Apesar de fazermos nossas campanhas internas, o diferencial é que a equipe do SESI tem uma didática e uma dinâmica especial e consegue captar a atenção dos trabalhadores, trazendo um retorno muito positivo e um engajamento nas ações preventivas”, destaca o empresário. 

“Tivemos a aprovação de 100% dos nossos funcionários e a ação trouxe contribuições acima das nossas expectativas”, complementa.

Para receber a visita dos especialistas do SESI, as empresas precisam ser associadas aos sindicatos da indústria, por meio dos quais as empresas podem aderir e solicitar a visita do SESI, ou serem clientes do SESI Viva+.

A Indústria contra o coronavírus: vamos juntos superar essa crise

Acompanhe todas as notícias sobre as ações da indústria no combate ao coronavírus na página especial da Agência CNI de Notícias.

Relacionadas

Leia mais

SESI do Distrito Federal vacina trabalhadores contra gripe
Orquestra do SESI do Rio Grande do Norte fará live beneficente
VÍDEO: O Tem Vaga! mostra como os quarenteners trocaram a sala de aula pela sala de casa

Comentários