Indústria de construção apoia comunidades no combate ao coronavírus

A empresa doou equipamentos de proteção individual e coletiva, tratamento e desinfecção de ambientes. Além disso, vem prestando serviços gratuitos para ações sanitárias emergenciais
Doação de cestas básicas e itens de higiene para famílias carentes de Almirante Tamandaré, no Paraná

Com forte atuação internacional e quase 18 mil integrantes, entre diretos e indiretos, a Odebrecht Engenharia & Construção (OEC) vem colocando sua capilaridade e acesso às diversas comunidades onde está presente no Brasil e exterior à disposição para apoiar na prevenção e combate ao coronavírus.

Nas últimas semanas, a empresa realizou a doação e distribuição de equipamentos de proteção individual e coletiva, tratamento e desinfecção de ambientes e vem prestando serviços gratuitos para ações sanitárias emergenciais.

No total, foram beneficiadas mais de 100 localidades em cinco países, com doações de cerca de 40 mil máscaras de proteção, 41 mil litros de álcool gel 70%, 115 máquinas pulverizadoras, 7 respiradores, 2 ambulâncias e 1,5 mil equipamentos de proteção médica - como macacões, capas cirúrgicas e botas. Além disso, a empresa também realizou a reforma gratuita de uma clínica com 73 leitos e apoio na distribuição de 63 milhões de litros de água e manutenção de redes.

Conheça abaixo as ações implementadas pela empresa até o momento:

Brasil

Na Bahia, em conjunto com a Odebrecht S.A., Braskem, OR e Horiens, a OEC doou um total de sete respiradores ao Governo da Bahia, através da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB), um investimento total de R$ 945 mil.

No Pará, ofereceu mão de obra e equipamentos ao governo estadual e à prefeitura de Ananindeua (cidade que concentra cerca de 80% da NovaBR, projeto da OEC em execução no estado) para eventuais obras emergenciais, especialmente hospitais de campanha e equipamentos de saúde necessários ao enfrentamento da Covid-19.

No Paraná, doou cestas básicas e itens de higiene para famílias carentes de Almirante Tamandaré, cidade onde realiza parte da duplicação da PR-092. Além disso, ofereceu ao governo do estado recursos humanos e materiais para eventual construção de hospitais de campanha na Região Metropolitana de Curitiba.

Peru

No Peru, através da concessionária de irrigação H2Olmos, realizou a doação de 100 máquinas moto-pulverizadoras ao governo de Lambayeque para apoiar a desinfecção de mercados de alimentos e outras áreas de risco, além de cestas básicas a comunidades do entorno do projeto.

Através da concessão rodoviária IIRSA Sur, cedeu uma ambulância para transporte de pacientes com sintomas de Covid-19 e doou 500 caixas de máscaras cirúrgicas e 500 frascos com álcool para limpeza de unidades de saúde.

Já a IIRSA Norte doou 15 máquinas vaporizadoras e 15 roupas de proteção ao Governo Regional do Amazonas, além de 100 máscaras transparentes com vedação hermética, 100 macacões descartáveis, 100 caixas com 50 pares de botas descartáveis, 50 caixas com 100 capas cirúrgicas e 100 caixas com 50 máscaras médicas para uso em hospitais de Piura, Bagua Grande e Tarapoto.

Além destas doações, foi oferecido ao governo regional de La Liberdad o uso do acampamento de Palo Redondo para uso em instalações a critério das autoridades.

Angola

A OEC, juntamente com a Empresa Pública de Águas de Luanda (EPAL) e outros parceiros, distribuiu 63 milhões de litros de água para 72 localidades, incluindo hospitais, unidades penitenciárias, mercados e a comunidade em geral.

Além disso, a OEC disponibilizou 94 técnicos e equipamentos para apoiar nos trabalhos de reparos e manutenção das redes de água e doou ao Governo Provincial de Benguela 500 litros de álcool 70% para apoiar nas medidas de prevenção ao covid-19.

A partir do álcool neutro produzido em sua usina, a Biocom, empresa na qual a OEC possui participação, fabricou, envasou e efetuou uma doação de 40 mil litros de álcool 70%. As doações foram efetuadas para o Ministério da Saúde, províncias de Malanje e Luanda, e município de Cacuso, tendo como principais beneficiários hospitais, orfanatos e centros de recolhimento.

Panamá

Através do Consórcio da Linha 2 do Metrô da capital doou 10 mil máscaras para proteção dos profissionais de saúde. Além disso, ofereceu equipamentos como betoneiras e caminhões pipa para limpeza de áreas públicas e hospitalares e uma área com infraestrutura que pode ser transformada em posto de atendimento médico.

Também está reformando uma clínica que trabalhará junto ao Hospital Irma de Lourdes Tzanetatos, contando com 73 leitos que oferecerão atenção a pacientes de Covid-19, além de área de descanso para profissionais de saúde, com banheiros e cozinha.

República Dominicana

No país, a OEC doou duas ambulâncias ao governo central para apoio no combate à pandemia.

A Indústria contra o coronavírus: vamos juntos superar essa crise

Acompanhe todas as notícias sobre as ações da indústria no combate ao coronavírus na página especial da Agência CNI de Notícias.

Relacionadas

Leia mais

5 motivos para você baixar o aplicativo Geração SESI SENAI
Indústria de alumínio desenvolve pia adaptada para prevenir contágio de covid-19
Sistema Indústria busca manter ações, apesar dos cortes

Comentários