SESI lança desafio de robótica para volta às aulas presenciais

Nova competição provoca estudantes a criarem soluções para o retorno físico às escolas. O período de inscrições das equipes vai até 21 de outubro
Desafio busca utilizar os conhecimentos da robótica na solução de problemas

Diante do elevado número de equipes inscritas para o Desafio Covid-19, o Serviço Social da Indústria (SESI) decidiu lançar um novo desafio a estudantes de escolas públicas e privadas de todo o País: o Torneio SESI de Robótica - Desafio Relâmpago Volta às Aulas, no qual os estudantes precisam criar soluções criativas e inovadoras, por meio da robótica, que minimizem os impactos da pandemia no retorno presencial às aulas.

Além de dar visibilidade aos estudantes de robótica - num ano em que as competições presenciais não puderam ocorrer por causa da pandemia - o desafio busca também incentivar a utilização dos conhecimentos da robótica na solução de problemas, além de fortalecer a abordagem STEAM (acrônimo para Ciências, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática) como uma alternativa para minimizar o impacto da Covid-19 no retorno presencial às aulas.

“Os estudantes encontrarão um ambiente completamente diferente, cheio de restrições que antes não existiam, por isso, nada mais instigante do que colocar os próprios estudantes para pensarem em novas formas de viver esse momento”, explica Rafael Lucchesi, diretor-superintendente do SESI.

Na avaliação do diretor de Operações do SESI, Paulo Mól, o momento de volta às aulas presenciais vai demandar uma ação articulada de gestores, educadores e família. Por isso, é importante estimular ações para que os estudantes se vejam como parte da solução para que esse momento possa ocorrer com segurança e tranquilidade.

“Agora, mais do que nunca, a sala de aula precisa ir além da educação tradicional, precisamos trabalhar a questão da formação do indíviduo e colocar os estudantes para pensar em formas inovadoras de passarmos por isso juntos”, afirmou.  

Como retomar as aulas presenciais na educação básica de forma segura, efetiva e inovadora?

Soluções desenvolvidas para desafios anteriores não poderão ser submetidas novamente

O desafio relâmpago é voltado à estudantes brasileiros que, preferencialmente, participam de competições de Robótica nas modalidades FIRST LEGO League, FIRST Tech Challenge, FIRST Robotics Competition e F1 in Schools, com idades entre 9 e 18 anos.

Eles terão que mostrar formas de voltar às aulas presenciais de forma segura e inovadora, com o desenvolvimento de novos projetos. Apesar de alguns estudantes já terem pensado em soluções relacionadas à volta do presencial para o Desafio Covid de Robótica, as soluções desenvolvidas para o desafio anterior não poderão ser submetidas novamente.

A inscrição da equipe neste Desafio deverá ser realizada pelo técnico, que deverá preencher o formulário on-line, disponível neste link. O período de inscrição para equipes e juízes é de 14 a 21 de outubro de 2020. A premiação ocorrerá em dezembro deste ano. 

A Indústria contra o coronavírus: vamos juntos superar essa crise

Acompanhe todas as notícias sobre as ações da indústria no combate ao coronavírus na página especial da Agência CNI de Notícias.

Relacionadas

Leia mais

Veja quem são os campeões do Desafio Covid-19 de Robótica
Robótica a distância
10 orientações para volta às aulas no SENAI

Comentários