CNI e Forças Armadas criam conselho para estimular indústria da defesa

Iniciativa vai favorecer a inovação tecnológica e possibilitar uso comum de tecnologias entre as áreas civil e militar
Robson Braga de Andrade: “A indústria da defesa já foi a 8ª do mundo, mas perdeu espaço e oportunidades”

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) e as Forças Armadas implantaram, nesta segunda-feira (26), o Conselho Temático da Indústria e da Defesa (ConDefesa). O novo órgão vai trabalhar para incentivar o crescimento do setor por meio da aproximação da indústria da defesa às forças armadas e do alinhamento dos oito conselhos já implantados nas federações das indústrias em todo o Brasil.

Segundo o presidente do novo conselho, Glauco Côrte, a denominada Tríplice Hélice - sistema integrado composto pelo governo, pelas academias e pela indústria - vai favorecer a inovação tecnológica e possibilitar o uso comum das tecnologias entre as áreas civil e militar.

“Os atores que formam a Tríplice Hélice compreendem que a inovação é condição precedente para o avanço tecnológico, o crescimento econômico e o desenvolvimento social”, destacou Côrte.  

“Os atores que formam a Tríplice Hélice compreendem que a inovação é condição precedente para o avanço tecnológico, o crescimento econômico e o desenvolvimento social”, destacou Côrte.

De acordo com o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, a indústria da defesa enfrentou muitas dificuldades nos últimos anos, mas, agora, com a criação do conselho, será possível retomar o crescimento do setor. “A indústria da defesa já foi a 8ª do mundo, mas perdeu espaço e oportunidades”, disse.

Estavam presentes na solenidade o representante do comando das Forças Aéreas brasileiras, major brigadeiro Sérgio Roberto de Almeida; o comandante da Marinha do Brasil, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior; e o comandante do Exército Brasileiro e ministro de Estado da Defesa interino, General Villas Bôas. Diretores de todas as áreas da CNI, empresários e parceiros também presenciaram o lançamento do conselho. 

Relacionadas

Leia mais

Indústrias nacionais debatem como podem ajudar no combate às mudanças climáticas
Institutos de inovação do SENAI e da Suécia aumentam cooperação em pesquisa para indústria
INFOGRÁFICO: Robô Industron mostra fatos e inovações que transformaram o Brasil e a indústria nos últimos 80 anos

Comentários