Projetos de alunos do SESI são destaque em feira de ciência e tecnologia

Quatro trabalhos foram premiados na Mostratec, em Novo Hamburgo (RS)
Projeto sobre energia fotovoltaica ficou em primeiro lugar na categoria Matemática e Física

Quatro projetos das escolas SESI de Ensino Médio foram destacados na Mostra Brasileira de Ciência e Tecnologia (Mostratec), realizada em Novo Hamburgo (RS). A Utilização de Parábolas para a Potencialização da Geração de Energia Fotovoltaica, dos alunos Everaldo da Silveira Júnior,  Marlon Bender Rodrigues e Yasmim de Macedo Corrêa, da Escola SESI de Pelotas (RS), conquistou o primeiro lugar na categoria Matemática e Física. O trabalho também recebeu credenciamento para o Foro Ciencia y Civilizacion  em Entre-Rios, na Argentina. Além deste, três projetos de alunos da Escola SESI de Ensino Médio de Sapucaia do Sul (RS), também tiveram premiações.

O projeto Climatizar salas de aula do instituto Senai Sapucaia do Sul com o intuito de melhorar a qualidade do ensino e aprendizagem viabilizando futuramente climatizações de ambientes/residências do sertão, dos alunos Eduardo de Moraes Schimitz e Valeska de Brito Inácio da Silva recebeu destaque de Excelência em Ciências pela Associação Brasileira de Incentivo à Ciência (Abric), na área de  Engenharia Elétrica. Cactáceas e Cucurbitáceas: agentes coagulantes e adsorventes em protótipos utilizados no tratamento de efluentes têxteis, das alunas Andrielle Gonsioroki e Renata Rabuske Dolijal foi credenciado para participar da Feira de Parauapebas de Ciências, Tecnologia e Inovação (Fepacti 2018) e o projeto Desenvolvimento de biopolímeros hidrossolúveis: visando ao bem-estar do ecossistema marinho, das alunas Gabrielle Pugliessi dos Santos e Larissa Queiroz Severo, recebeu o quarto lugar na categoria Ciências Ambientais.

A educação do Serviço Social da Indústria (SESI), no Rio Grande do Sul busca promover diariamente a criatividade, a responsabilidade social e a sustentabilidade. A metodologia proposta sustenta-se em projetos de pesquisa ativa, buscando o desenvolvimento integral do estudante e a construção de competências e habilidades pela resolução de problemas. Dentro deste escopo, alunos já foram destaque em feiras nacionais e participaram de feiras internacionais na Tunísia, Escócia, Nova York e Lisboa. A primeira escola de ensino médio do SESI começou a funcionar em 2014, em Pelotas, e já foi reconhecida pelo MEC como uma das 177 instituições de todo o País como exemplo de inovação e criatividade na educação básica.

INSCRIÇÕES PARA 2019 - Até o dia 7 de novembro estão abertas as inscrições para as escolas SESI de Ensino Médio de Gravataí (av. Senador Nei Brito, 655), Sapucaia do Sul (Av. Lucio Bittencourt, 1080), Montenegro (r. Campos Netto, 455) e de Pelotas (Av. Bento Gonçalves, 4823).  O processo seletivo para preencher as vagas para o primeiro ano (100 em Gravataí, Montenegro e Sapucaia do Sul, e 50 vagas em Pelotas) inicia no domingo, dia 11 de novembro. A escola tem bolsa de até 100% para filhos de trabalhadores da indústria. Mais informações no site do SESI do Rio Grande do Sul

Relacionadas

Leia mais

INFOGRÁFICO: Viaje no espaço com o Torneio SESI de Robótica
VÍDEO: Tem vaga! Novo programa do SENAI fala de cursos e mercado de trabalho
Projeto inédito do SESI integra arte e educação no currículo do ensino médio

Comentários