Michel Temer diz que colocará técnico especializado em inovação junto a seu gabinete

Presidente participou do encerramento do debate Inovação: a Indústria do Futuro, realizado pela CNI em parceria com a Exame. Ele ressaltou papel da indústria para o país e disse que medida é uma homenagem ao encontro
Segundo Michel Temer, desenvolvimento do país depende da conexão entre governo e iniciativa privada

O presidente da República, Michel Temer, afirmou nesta sexta-feira (18) que terá um assessor especializado em inovação junto ao gabinete presidencial, no Palácio do Planalto, para tratar exclusivamente do tema. Ele participou do encerramento do debate Inovação: a Indústria do Futuro, realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) em parceria com a revista Exame, em São Paulo. O evento reuniu políticos, empresários e acadêmicos.

A iniciativa de Temer atende a uma sugestão do professor de Administração Soumitra Dutta, da Universidade de Cornell (Estados Unidos), um dos grandes especialistas em inovação no cenário internacional, que recomendou a presença de um assessor de alto cargo ao lado do presidente para tratar o tema como estratégico para o país. “Colocarei um técnico especializado em inovação junto ao meu gabinete. Creio que esta é também uma homenagem que fazemos a este encontro”, afirmou Temer. “No nosso governo, fizemos essa conexão entre governo e iniciativa privada, porque sem ela o país não irá para frente”, acrescentou o presidente.

O evento da CNI e da Exame marcou o lançamento de estudo inédito do Projeto Indústria 2027: Riscos e oportunidades para o Brasil diante de inovações disruptivas, iniciativa da CNI, do Instituto Euvaldo Lodi (IEL) e da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), com execução técnica dos institutos de economia das universidades Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Estadual de Campinas (Unicamp).

INDÚSTRIA – O presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, ressaltou a importância da indústria para o desenvolvimento da economia nacional. “Nós temos mais de 10 milhões de trabalhadores na indústria e representamos 45% dos impostos recolhidos no Brasil. Mais de 63% dos investimentos em tecnologia são da indústria brasileira”, afirmou. Andrade disse também que a parceria da iniciativa privada com o governo é fundamental para a consolidação da agenda da inovação e que a presença de Temer no evento reforça o quão importante é o tema para o país.

Michel Temer, por sua vez, reconheceu a importância do setor industrial para a economia e o desenvolvimento da inovação no país. “Tenho acompanhado a atividade da MEI nos últimos anos e quero transmitir o reconhecimento pelo extraordinário trabalho que o Robson e as lideranças empresariais têm feito. Hoje, temos mais uma demonstração desse engajamento”, discursou.

Relacionadas

Leia mais

Projeto Indústria 2027 lança estudo inédito em fórum no dia 18 de maio
REPORTAGEM ESPECIAL: Com mais inovação, Brasil deve ampliar participação no comércio mundial

Comentários