SENAI, Embrapii e MEC capacitarão estudantes para solucionar problemas da indústria

Iniciativa vai aperfeiçoar formação de alunos de cursos técnicos para desenvolvimento de características fundamentais para a indústria 4.0, além de competências socioemocionais
Programa Capacitação 4.0 vai desenvolver capacidade técnica e outras competências, como gestão e empreendedorismo

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) participará como parceiro da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) do Programa Capacitação 4.0, voltado para aperfeiçoar a formação profissional de estudantes de cursos técnicos de nível médio, graduação e pós-graduação. A iniciativa deverá qualificar mais de 10 mil estudantes nos próximos cinco anos.

O Programa Capacitação 4.0 propõe um modelo de aprendizado a partir de experiências reais, com foco em pesquisa aplicada à indústria e na resolução de problemas. O objetivo é formar profissionais capazes de desenvolver soluções tecnológicas de PD&I para o setor produtivo e com habilidades socioemocionais para trabalhar em equipe, negociar e superar desafios e crises que possam surgir no decorrer de sua prática profissional. 

O programa também contará com diagnóstico, desenvolvimento e capacitação de competências socioeducacionais. O objetivo é que, além da capacidade técnica, os participantes também possam desenvolver competências como: capacidade de  planejamento, resolução de problemas, gestão e empreendedorismo. 

“São competências importantes que estão ligadas às condições de trabalho próprias do mundo 4.0”, explica o diretor-geral do SENAI, Rafael Lucchesi. 

No início e no final do processo, eles serão avaliados com relação ao desenvolvimento dessas capacidades. A metodologia de avaliação desenvolvida pelo SENAI traçará um plano de desenvolvimento de competências. Assim, cada um saberá quais habilidades precisa desenvolver. Paralelamente, os orientadores também receberão sugestões de quais atividades realizar para mediar esse desenvolvimento.

“Profissionais capacitados, com competências socioemocionais desenvolvidas, são fundamentais para aumentar a competitividade da indústria”, explica Lucchesi.

Baseada na experiência bem-sucedida de Formação de Recursos Humanos da Embrapii, a proposta vai abranger estudantes de Institutos Federais, universidades federais e nos 15 Institutos SENAI de Inovação com Unidades Embrapii, com instalações em seis estados. Para participar da Capacitação 4.0, os estudantes vão passar por um processo seletivo.  Depois de inseridos no programa, contarão com apoio de professores, que vão atuar como tutores. Os selecionados vão receber bolsa para custear sua atuação, que variam de R$ 600 a R$ 3 mil. 

"Em um mundo em constante transformação e que exige adaptabilidade permanente das pessoas, é preciso investir na formação de profissionais capazes de oferecer respostas seguras aos desafios e às mudanças de rotas exigidas pelo desenvolvimento tecnológico. Com o Programa 4.0, a Embrapii vai contribuir com o Ministério da Educação (MEC) e o SENAI na preparação de recursos humanos qualificados e preparados  para o mercado de trabalho imediato, começando ainda na condição de estudantes nas universidades e institutos que sediam Unidades Embrapii”, afirma Jorge Guimarães, diretor-presidente da Embrapii.

“Profissionais capacitados, com competências socioemocionais desenvolvidas, são fundamentais para aumentar a competitividade da indústria” - Rafael Lucchesi

Ao final, recebem um certificado, com o selo do programa, atestando sua participação e os aprendizados adquiridos. A aprendizagem em soft skills será avaliada a partir de uma metodologia desenvolvida pelo SENAI, instituição pioneira no diagnóstico e avaliação de competências socioemocionais para o mundo do trabalho. 

Atualmente, 15 Institutos SENAI de Inovação são credenciados junto à Embrapii, e, portanto, estarão aptos a participar do programa. 

  • Instituto SENAI de Inovação em Eletroquímica/PR
  • Instituto SENAI de Inovação em Biomassa/MS
  • Instituto SENAI de Inovação em Processamento a Laser/SC
  • Instituto SENAI de Inovação em Sistemas Embarcados/SC
  • Instituto SENAI de Inovação em Sistemas de Manufatura/SC
  • Instituto SENAI de Inovação em Engenharia de Polímeros/RS
  • Instituto SENAI de Inovação Soluções Integradas em Metalmecânica/RS
  • Instituto SENAI de Inovação em Conf. e União de Materiais/BA
  • Instituto SENAI de Inovação em Automação da Produção/BA
  • Instituto SENAI de Inovação em Logística/BA
  • Instituto SENAI de Inovação em Sistemas Avançados de Saúde/BA
  • Instituto SENAI de Inovação em Metalurgias e Ligas Especiais/MG
  • Instituto SENAI de Inovação em Química Verde/RJ
  • Instituto SENAI de Inovação em Biossintéticos e Fibras/RJ
  • Instituto SENAI de Inovação em Materiais Avançados e Nanocompósitos/SP 

Relacionadas

Leia mais

A importância da indústria
SESI lança desafio de robótica para volta às aulas presenciais
SENAI investe em projetos para produção de veículos mais seguros e econômicos

Comentários