Lançada nova temporada do Torneio SESI de Robótica FTC

A partir do tema Skystone, estudantes do ensino médio terão de pensar em soluções para as cidades no desafio FIRST Tech Challenge
No FTC, estudantes do ensino médio são desafiados a projetar, prototipar, testar e programar robôs

Se você pudesse construir um mundo melhor, por onde você começaria?

Essa é a questão-chave levantada pela nova temporada do FIRST Tech Challenge, Skystone, lançada oficialmente neste sábado (7) em todo o mundo. O novo tema convida os estudantes a pensarem em soluções para as cidades e nossa vivência no planeta.

No Brasil, desde o ano passado o Serviço Social da Indústria (SESI) é o operador oficial da competição, que faz parte da programação do Festival SESI de Robótica, ao lado das modalidades FIRST Lego League e F1 nas Escolas.

COMO FUNCIONA - No FTC, estudantes do ensino médio são desafiados a projetar, prototipar, testar e programar robôs autônomos e controlados por pilotos para executar uma série de tarefas em disputas individuais e em duplas. Para isso, eles precisam aprender a trabalhar com máquinas e circuitos – os mesmos equipamentos utilizados por grandes engenheiros.

Na competição, as equipes têm que colocar em prática princípios da engenharia, inovação, trabalho em equipe, programação e criação de marca. Elas são avaliadas pela qualidade dos robôs, pelo envolvimento com a comunidade, o relacionamento com outras equipes e a maneira como levam ciência e tecnologia para o maior número de pessoas, além do desempenho na arena, tendo que recolher a maior quantidade de itens.

“O FTC contribui para que os competidores desenvolvam habilidades como comunicação, resolução de conflitos, tomada de decisões, programação e raciocínio lógico. Tudo isso de um jeito inovador, divertido e que ajuda a preparar os jovens para o futuro profissional. Por isso o SESI tem investido em robótica educacional e em torneios”, explica o diretor de operações do SESI, Paulo Mól.

Em abril deste ano, a equipe Geartech Canaã, do SESI de Goiânia, representou o Brasil no Mundial de Robótica de Houston, nos Estados Unidos

HISTÓRICO – O SESI é o operador oficial do Torneio SESI de Robótica FIRST LEGO League desde 2013. No ano passado, também assumiu a organização no país da FIRST Tech Challenge, com a realização de um projeto piloto com 16 times brasileiros. 

O grande vencedor do FTC no Festival SESI de Robótica, realizado no Rio de Janeiro, em março, foi a equipe Geartech Canaã, do SESI de Goiânia (GO), que conquistou uma vaga para o Mundial de Robótica de Houston, nos Estados Unidos. Na etapa internacional, o time goiano estreou com o pé direito, levando o Prêmio de Motivação.

Nos últimos seis anos, o Brasil já conquistou 66 prêmios em torneios internacionais de robótica, tornando o SESI referência mundial no ensino da metodologia em todas as suas escolas.

STEAM E APRENDIZAGEM - A promoção de torneios de robótica busca, principalmente, promover um processo de aprendizagem incentivando os jovens a pensar de forma criativa, eficiente, lúdica e prática a fim de resolver os problemas gerados pelo que foi estudado em sala de aula. Alunos e professores aprendem juntos os conteúdos de Física, Química, Biologia e Matemática. 

A robótica também é uma das ferramentas da abordagem STEAM, que tem foco nas áreas de Ciência, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática. O SESI é referência no Brasil na metodologia, que estimula o interesse de crianças e adolescentes pela ciência e tecnologia. É assim que vão surgir alguns dos futuros engenheiros e pesquisadores que a indústria tanto precisa.

SAIBA MAIS – Quer saber tudo sobre o FTC? Acesse o site do Torneio SESI de Robótica.

Relacionadas

Leia mais

Quer participar do Torneio SESI de Robótica? 6 dicas pra você brilhar
A vida nas cidades é o tema da nova temporada do Torneio de Robótica FIRST LEGO League
Alunos de robótica do SESI recebem certificado da Agência Espacial Brasileira

Comentários