FIESC inaugura Instituto de Tecnologia em Cerâmica e amplia SENAI de Criciúma

Com investimento de R$ 7 milhões, novo edifício de 1,3 mil metros quadrados e melhorias na estrutura existente permitem aperfeiçoar atendimento em educação profissional e tecnologia e inovação
O Instituto de Tecnologia em Cerâmica também realiza consultorias para indústrias do setor

A Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) entregou, nesta segunda-feira (4), o Instituto de Tecnologia em Cerâmica, um novo edifício com 1,3 mil metros quadrados, e melhorias na estrutura existente do SENAI em Criciúma. Os investimentos, que totalizam R$ 7 milhões, permitem aperfeiçoar a prestação dos serviços de educação profissional e de tecnologia e inovação.

“Só neste ano, estamos investindo R$ 9 milhões em Criciúma; foram R$ 2 milhões na revitalização da escola do SESI, entregue no final de julho, e R$ 7 milhões na instalação do Instituto de Tecnologia em Cerâmica e na ampliação da unidade do SENAI. É a contribuição da FIESC para o desempenho da indústria”, salientou o presidente da FIESC, Glauco José Côrte. Ele destacou ainda que o setor cerâmico de Santa Catarina se tornou referência de qualidade, com mais de 35 mil trabalhadores. Em 2016, o segmento exportou 156 milhões de dólares e mais de 80 milhões de dólares no primeiro semestre deste ano. 

O novo espaço será utilizado para as atividades de educação, incluindo o SENAI Conecte, ensino médio iniciado em 2017 e que promove formação integral e em tempo integral. Da mesma forma que ocorre nas demais unidades da instituição, o SENAI em Criciúma atua na capacitação de profissionais para o setor industrial, incluindo cursos de aprendizagem, técnicos, superiores de tecnologia, pós-graduação e de qualificação e aperfeiçoamento. Em Criciúma, as formações têm ênfase nos segmentos de moda, design, confecção, automação e eletromecânica, entre outras.

EDUCAÇÃO RECONHECIDA - O diretor regional do SENAI/SC, Jefferson de Oliveira Gomes, lembrou que o SENAI forma por ano mais de 2 milhões de trabalhadores em todo o país, com índice de empregabilidade de 80%. Ele destacou ainda que, ao lado da educação profissional, o SENAI passou a investir em inovação e tecnologia para apoiar o setor industrial. “Aqui no Instituto de Tecnologia em Cerâmica, que estamos entregando hoje, temos o desenvolvimento de telhas com placas de captação de energia solar e de cerâmica que inibe a presença de micróbios”, destacou.

A construção do novo bloco permitiu realocação e melhoria das instalações do Instituto SENAI de Tecnologia em Cerâmica, que integra a rede SENAI/SC de Inovação e de Tecnologia, composta por dez unidades, distribuídas por todas as regiões do estado. O instituto de materiais ocupa hoje 1,2 mil metros quadrados, onde estão instalados a área de consultorias e o Laboratório de Desenvolvimento e Caracterização de Materiais (LDCM), que possui foco na prestação de serviços de ensaios laboratoriais, desenvolvendo análises químicas, físicas e estruturais para as indústrias dos setores de cerâmica e construção civil.

O Instituto de Tecnologia em Cerâmica também realiza consultorias para indústrias do setor, com o objetivo de aperfeiçoar e padronizar o processo produtivo, com ganhos na qualidade dos produtos, eficiência energética térmica, adequação a normas técnicas e apoio ao Programa Setorial de Qualidade. Em Santa Catarina, é a única Instituição Técnica Avaliadora do Sistema Nacional de Avaliações Técnicas do Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade do Habitat. Com isso, está habilitado a apoiar as empresas na formatação e adoção de procedimentos, especialmente para atendimento aos requisitos da Norma de Desempenho (ABNT NBR 15.575).

Relacionadas

Leia mais

VÍDEO: Institutos SENAI de Inovação revolucionam a forma de inovar no Brasil
Cinco Institutos SENAI de Inovação recebem credenciamento de unidade Embrapii
Educação de qualidade forma o trabalhador do futuro

Comentários