É fazendo os "trem certim" que o mineiro Marcos Aurélio quer conquistar o ouro na WorldSkills

O jovem de Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte, prepara-se para competir em Marcenaria de Estruturas na maior competição de educação profissional do mundo, na Rússia
O Brasil nunca levou o ouro em Marcenaria de Estruturas no mundial de profissões

Na casa do Marcos Aurélio da Silva Júnior há um banco e um suporte de madeira para guardar medalhas. Ambas as coisas foram feitas por ele. Já as medalhas o jovem coleciona desde que começou a treinar para competições de profissões técnicas, em 2017. A estrutura agora espera uma nova condecoração que pode ser conquistada em agosto, durante a WorldSkills 2019, a ser realizada na cidade de Kazan, na Rússia. Marcos vai representar o Brasil na ocupação Marcenaria de Estruturas.

A relação do competidor com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) começou quando o jovem buscava uma chance como Jovem Aprendiz e acabou encontrando uma oportunidade em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte.  Dali pra frente, tudo o que Marcos havia planejado, mudou para melhor.

“O SENAI muda a vida das pessoas. Transforma totalmente. Eu nunca ia imaginar que eu ia participar de uma competição, viajar de avião. Eu nunca tinha sequer ido ao aeroporto, agora já viajei várias vezes”, conta.

Ele quer ajudar o irmão caçula a seguir seus passos e estudar no SENAI

O jovem mineiro está cheio de expectativas para a maior competição de profissões técnicas do mundo. A modalidade na qual ele compete já ganhou um bronze, uma prata e uma medalha de excelência em torneios recentes. “Eu estou correndo atrás do ouro que falta pro Brasil. Vou fazer o melhor que puder para conseguir o primeiro lugar. Meu objetivo é poder representar meu pís e reconhecer todos que me ajudaram no treinamento”, promete.

Na volta da competição, Marcos Aurélio pretende fazer uma faculdade e trabalhar no SENAI, como instrutor. Também quer ajudar o irmão caçula a seguir seus passos e estudar no SENAI. “Vai ser mais fácil pra ele. Já o levo na escola às vezes, pra ele conhecer. Minha mãe brinca assim: faz os trem certim que seu irmão te copia!”, conta.

Relacionadas

Leia mais

Apaixonado por carros, Lucas investiu no curso técnico do SENAI e agora vai para a WorldSkills 2019
Em busca do ouro e de uma mistura de culturas e pessoas
De bagunceiro a aluno modelo e representante do Brasil numa competição mundial: conheça Leonardo Escola

Comentários