Cosméticos à base de soro de leite estão na Mostra SESI de Ciências e Engenharia

Sabonete líquido e creme capilar feitos a partir do soro de leite que sobra na fabricação de queijos são algumas das invenções que estão na Mostra SESI de Ciências e Engenharia
Alunas do SESI de Niquelândia (GO), Juliana, Keveny e Débora desenvolveram cremes a partir de matéria prima que seria descartada

Sabonete líquido e creme capilar feitos a partir do soro de leite que sobra na fabricação de queijos são algumas das invenções que estão na Mostra SESI de Ciências e Engenharia, durante a Olimpíada do Conhecimento 2016, que ocorre até 13 de novembro, em Brasília. A Mostra, realizada pelo Serviço Social da Indústria (SESI) e pela Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), é voltada para alunos dos 8º e 9º anos do ensino fundamental e do ensino médio e tem o objetivo de estimular a iniciação de estudantes em pesquisa científica e tecnológica.

Os cosméticos à base de soro de leite foram criados por Débora Couto, Juliana Pereira e Keveny Peres, de 16 anos, alunas do 2º ano do ensino médio da Escola do SESI de Niquelândia (GO). As ideias surgiram durante uma aula de microbiologia com o professor Giuliano Alves, orientador do projeto. “O soro geralmente vai para os rios e é poluente”, diz a líder da iniciativa, Juliana Pereira. “Pensamos na sustentabilidade e queremos viabilizar esses produtos junto a produtoras rurais, para gerar renda a suas famílias.”

O soro de leite substitui a água destilada na composição tanto do sabonete líquido quanto no hidratante capilar. O diferencial do produto, segundo Juliana, e que trata-se de um super hidratante por ter proteínas compatíveis com as da pele e as dos cabelos.

A MOSTRA - Ao todo, estão expostos na feira 15 projetos de escolas do SESI de cinco estados: Alagoas, Bahia, Minas Gerais, Goiás e Rio de Janeiro. Os trabalhos visam a resolver problemas do mundo real, por meio de fundamentos teóricos e metodologia científica, nas áreas de Ciências Agrárias, Ciências Biológicas, Ciências Exatas e da Terra, Ciências Humanas, Ciências da Saúde, Ciências Sociais Aplicadas e Engenharia. Cada grupo contém três estudantes.

Para a gerente de Projetos Educacionais do SESI, Bárbara Trajano, a Mostra SESI integra o Programa Escola SESI para o Mundo do Trabalho, que pretende tornar a rede de unidades de ensino da instituição referência nacional de qualidade com foco nas demandas do mundo do trabalho. “O intuito é contribuir para o desenvolvimento da aprendizagem que estimule a problematização e o envolvimento ativo do aluno com experiências da vida real”, afirma a gestora.

Leia todas as notícias da Olimpíada do Conhecimento 2016: clique aqui
Confira todas as fotos do evento no Flickr da CNI

Alunos participantes da Mostra SESI assistem à palestra durante a OC2016

SELEÇÃO – Os trabalhos foram selecionados em feiras dentro das escolas e nos estados. Na etapa nacional, serão avaliados por profissionais da Universidade de São Paulo (USP), além de professores de institutos federais e de outras instituições. Dos 15 projetos da Mostra, três serão premiados com troféus e medalhas.

A Mostra SESI é um piloto, que deve ser desenvolvido nas unidades do SESI em todos os estados e no Distrito Federal a partir do próximo ano. O Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC) da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP) é parceiro do projeto. Trata-se de uma instituição de desenvolvimento tecnológico, sem fins lucrativos, dedicado à criação e à inovação em tecnologias avançadas e é responsável pela realização anual da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace).

PARCERIA – De acordo com o líder do Comitê de Avaliação da Febrace, Alexandre Martinazzo, a parceria com o SESI é estratégica para expandir ainda mais a cultura científica nas escolas. “Como o SESI está em todo o país, o projeto terá uma maior abrangência e com qualidade garantida”, destaca.

A Febrace é um movimento nacional de estímulo à cultura científica, à inovação e ao empreendedorismo na educação básica (fundamental II, média e técnica). A partir de 2003, se tornou um grande evento de mostra de pesquisas científicas, reunindo jovens talentos pré-universitários em Ciências e Engenharia na USP. Considerando a experiência do LSI-TEC, o SESI quer incentivar a cultura científica, da inovação e do empreendedorismo na educação básica.

Download de Arquivos

Participantes da Mostra SESI de Ciências e Engenharia (Excel 33kb)

Relacionadas

Leia mais

Eventos especiais da Olimpíada do Conhecimento apresentarão o presente e o futuro do ensino técnico
6 carros que você pode ver de perto na Olimpíada do Conhecimento
Alunos do SENAI CETQT organizam Desfile do Bem da AMICCA

Comentários