Aluno do SENAI do RS volta com bronze do mundial de profissões

Carlos Brys, da unidade de Sapucaia do Sul (RS), competiu em Instalações Elétricas Prediais na Rússia
Ele foi um dos medalhistas que ajudou o Brasil a estar entre os países com a melhor educação profissional do mundo

O aluno de Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) de Sapucaia do Sul, Carlos Brys, voltou neste domingo (2) ao Brasil, depois de conquistar o terceiro lugar na ocupação Instalações Elétricas Prediais, na WorldSkills Kazan 2019.

Ele foi um dos medalhistas que ajudou o Brasil a estar entre os países com a melhor educação profissional do mundo. A delegação brasileira de 63 jovens conquistou o terceiro lugar no ranking geral de pontos do torneio internacional de profissões técnicas. Outros três alunos gaúchos conquistaram Certificado de Excelência: Andressa Batista de Souza (Tecnologia de Mídia Impressa), do SENAI Artes Gráficas de Porto Alegre, e a dupla Cristiano Nunes e Emérson Lemes (Robótica Móvel), do SENAI Santa Cruz do Sul.

Após quatro dias de provas em 56 modalidades que reproduziram o dia-a-dia de trabalho, disputadas com 62 países, os brasileiros conquistaram duas medalhas de ouro, cinco de prata, seis de bronze, e 28 certificados de excelência, em áreas estratégicas para a indústria do futuro. O presidente da FIERGS, Gilberto Porcello Petry, acompanhou a competição na Rússia.

O grupo gaúcho, que chegou no Aeroporto Salgado Filho, contou ainda com os competidores Ruan dos Santos (Jardinagem e Paisagismo), de Santa Maria; Leonardo Moraes (Manutenção Industrial), de Canoas; e Gabrielli Kretschmer (Logística Internacional), do Instituto SENAI de Tecnologia em Calçado e Logística de Novo Hamburgo.

A delegação brasileira de 63 jovens conquistou o terceiro lugar no ranking geral de pontos do torneio internacional de profissões técnicas

Nesta edição, 1.354 jovens de 63 países participaram do torneio. A China, que sediará a próxima WorldSkills, em 2021, na cidade de Xangai, ficou em primeiro lugar no ranking de pontos totais. A Rússia, a anfitriã do torneio, abocanhou a segunda posição. A Coreia do Sul ficou em quarto.

A delegação brasileira tem se estabelecido entre as equipes mais vitoriosas da competição. Foi a grande campeã quando o evento ocorreu em São Paulo, em 2015, pela primeira vez em um país da América Latina. Na última edição, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, alcançou o segundo lugar.

A WorldSkills é o maior torneio de educação profissional do planeta. A cada dois anos, jovens de até 22 anos disputam medalhas de ouro, prata e bronze em um país diferente. Cada ocupação tem provas específicas, nas quais os competidores precisam demonstrar habilidades individuais e coletivas e realizar provas em padrões internacionais de qualidade.

SAIBA MAIS - Conheça um pouco mais sobre o Carlos.

Relacionadas

Leia mais

Aluno do SENAI do Rio de Janeiro sai do interior para conquistar o mundo
VÍDEO: Brasil no pódio no mundial de profissões técnicas. Veja no Minuto da Indústria
Aluno do SENAI Alagoas ganha certificado de excelência no mundial de profissões

Comentários