Respiradores de Tocantins serão levados para manutenção no SENAI de São Paulo

Unidades de saúde do Tocantins têm até esta quinta-feira (30) para encaminhar os equipamentos
Alguns equipamentos já estão selecionados para a manutenção

Na próxima segunda-feira (4), as unidades de saúde do Tocantins vão enviar 14 respiradores, 31 monitores e 10 oxímetros com defeitos para serem restaurados em São Paulo. A coleta e encaminhamento dos aparelhos é resultado da iniciativa dos Ministérios da Saúde, das indústrias General Motors e Sousa Cruz em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI).

Essenciais para o tratamento de complicações ocasionadas pela covid-19, os respiradores consertados voltam para o estado em aproximadamente 20 dias. As orientações para os estabelecimentos de saúde do Tocantins que  quiserem enviar os equipamentos são repassadas pelo SENAI por meio do telefoneÇ (63) 99974-6172, pelo e-mail respiradoresto@sistemafieto.com.br ou na página do SENAI de combato ao coronavírus.

O prazo de adesão ao serviço termina nesta quinta-feira (30). 

A estimativa é que cada respirador recuperado poderá atender até dez pessoas. Os respiradores mecânicos são essenciais no tratamento de doentes que apresentam sintomas graves da covid-19, pois a Síndrome Respiratória Aguda Grave é um dos efeitos mais sérios da doença.

Todos os respiradores depois de recuperados são testados, certificados e validados por empresas especializadas que irão emitir o laudo de aprovado para uso imediato nos hospitais de origem.

A Indústria contra o coronavírus: vamos juntos superar essa crise

Acompanhe todas as notícias sobre as ações da indústria no combate ao coronavírus na página especial da Agência CNI de Notícias.

Relacionadas

Leia mais

VÍDEO: SENAI, indústria e governo do Rio Grande do Sul se unem para consertar respiradores
SESI entrega 75 toneladas de alimentos no Maranhão
SENAI do Mato Grosso do Sul registra 204 mil matrículas nos cursos grátis a distância

Comentários