SENAI do Mato Grosso do Sul registra 204 mil matrículas nos cursos grátis a distância

Os números indicam o interesse da população em aproveitar o tempo de ociosidade para se tornar mais produtivo e se capacitar para o mercado de trabalho
Logística de Programação, Metrologia e Noções Básicas de Mecânica Automotiva são alguns dos cursos que estão disponíveis

Para muitos, a pandemia do novo coronavírus é motivo de preocupação. No entanto, há sempre aqueles que entendem a seriedade do problema, mas buscam enxergar o “copo meio cheio” e decidiram aproveitar o período de isolamento social, recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), para se preparar para o mercado de trabalho.

Em Mato Grosso do Sul, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) registrou 204 mil matrículas nos 22 cursos oferecidos gratuitamente na modalidade a distância (EaD) durante esse período. O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul (FIEMS), Sérgio Longen, garante que a iniciativa faz parte da mobilização de todo o Sistema Indústria para contribuir com a sociedade neste momento difícil pela qual passa a humanidade.

“A gente tem trabalhado incansavelmente para que cada um faça um pouco daquilo que é possível. Os cursos que disponibilizamos pelo SENAI estão tendo uma procura muito grande da população, o que nos mostra que os trabalhadores em casa são uma preocupação, mas também há o lado bom, porque eles não estão à toa. Pelo contrário, estão buscando se qualificar e se preparar”, afirmou Sérgio Longen.

Na avaliação do diretor-regional do SENAI, Rodolpho Caesar Mangialardo, os números indicam o interesse da população em aproveitar o tempo de ociosidade para se tornar mais produtivo e se capacitar para o mercado de trabalho. “Sabemos que muitas empresas estão demitindo colaboradores e essa é uma oportunidade de melhorar o currículo com as formações que estamos ofertando gratuitamente na modalidade EaD, justamente com o objetivo de ajudar a população”, completou.

Alguns do cursos gratuitos oferecidos pelo SENAI são: Consumo Consciente de Energia; Desenho Arquitetônico; Desvendando a Indústria 4.0; Empreendedorismo; Finanças Pessoais; Fundamentos de Logística; Logística de Programação; Noções Básicas de Mecânica Automotiva; Tecnologia da Informação e Comunicação; Conhecimentos Fundamentais de Editor de Apresentação Eletrônica (Power Point); Conhecimentos Fundamentais de Editor de Texto (Word); Conhecimentos Fundamentais Planilha Eletrônica (Excel); Contabilidade para não Contadores; e Fundamentos de Gestão de Pessoa.

Os interessados podem fazer a matrícula pelo site de Iniciação Profissional. Outras informações podem ser obtidas no site da FIEMS.

A Indústria contra o coronavírus: vamos juntos superar essa crise

Acompanhe todas as notícias sobre as ações da indústria no combate ao coronavírus na página especial da Agência CNI de Notícias.

Relacionadas

Leia mais

Produtividade do trabalho na indústria cresceu abaixo de 1% em 2019, aponta CNI
Aplicativo da FIEG organiza retorno das atividades econômicas
SENAI lança primeira plataforma de ensino  adaptativo na educação profissional

Comentários