FIEPA e Sococo doam água de coco para instituições de saúde

Além de hidratar, a água de coco ajuda a repor os sais minerais, sendo uma complementação alimentar para quem está doente
FIEPA doou caixas de água de coco para 11 instituições de saúde

A Federação das Indústrias do Estado do Pará (FIEPA) e a indústria Sococo doaram caixas de água de coco para 11 instituições de saúde de Belém e Ananindeua. No total, foram doadas 28 mil caixinhas que serão distribuídas aos pacientes em tratamento da covid 19 e aos profissionais de saúde que atuam na linha de frente no combate a pandemia do coronavírus.

As instituições beneficiadas foram: Santa Casa de Misericórdia do Pará, Hospital Abelardo Santos, Policlínica Metropolitana, Hospital de Campanha – Hangar, Hospital de Retaguarda Dom Vicente Zico, UPA Cidade Nova (Ananindeua), Secretaria de Saúde de Ananindeua, Hospital Universitário Barros Barreto, Hospital Naval de Belém, Hospital da Aeronáutica de Belém, Hospital Geral do Exército de Belém.

“Temos atuado de maneira a contribuir com o enfrentamento da pandemia de várias maneiras. Nesta ação, junto com a Sococo, queremos ajudar na recuperação de quem precisa recobrar sua saúde e também de quem está diariamente no apoio de quem está enfermo”, explica o diretor regional do SENAI e superintendente regional do SESI, Dário Lemos.

De acordo com a responsável pelo serviço de nutrição da Santa Casa de Misericórdia do Pará, Ciléia Ozela, a doação veio reforçar a alimentação de quem está doente e de quem atende esse público. “No momento temos 180 pacientes somente com covid-19, doença causada pelo coronavírus. Todos eles e as equipes que fazem o atendimento já começaram a receber a água de coco como um complemento do lanche que é oferecido pelo hospital. Foi uma doação que veio em boa hora, principalmente neste período de chegada do verão quando as temperaturas ficam mais elevadas e é necessária mais atenção com a hidratação”, explica.

“Além da hidratação em si, a água de coco ajuda a repor os sais minerais. Então é uma complementação alimentar muito boa para quem está doente e para recuperar o cansaço físico de quem atende esses pacientes”, detalha Célia que aproveitou para reforçar o pedido por mais doações.

A doação vai reforçar a alimentação de quem está doente e de quem atende esse público

“Pedimos para todas as indústrias que encaminhem doações de todos os tipos, como alimentos e equipamentos de proteção. Toda doação é muito importante para ajudar a enfrentar este momento de pandemia”, disse Célia.

Outras ações estão sendo realizadas pela federação

Além da doação, outras ações têm sido realizadas pela FIEPA. Equipamentos de proteção individual (EPI) no modelo face shields foram doados à SESPA, SESMA e unidades de saúde, em uma ação conjunta do SESI e do SENAI.

Outra atividade que segue é a manutenção gratuita de respiradores para hospitais públicos de todo o estado, feita pelos Parceiros SENAI de Manutenção de Respiradores pela Vida. O grupo é formado por instrutores do SENAI, voluntários e técnicos da empresa Biomeditech, que trabalham no SENAI Getúlio Vargas, em Belém.

Já o SESI do Pará tem realizado diversas ações de enfrentamento à pandemia do Covid-19 como: atendimentos online médico e psicossocial aos trabalhadores da indústria, compartilhamento de material educativo e de prevenção em saúde respiratória, auditiva, odontológica, segurança e medicina ocupacional no ambiente de trabalho, campanha de vacinação para H1N1 (alcançando cerca de 10 mil trabalhadores de 50 empresas). 

A Indústria contra o coronavírus: vamos juntos superar essa crise

Acompanhe todas as notícias sobre as ações da indústria no combate ao coronavírus na página especial da Agência CNI de Notícias.

Relacionadas

Leia mais

Projetos catarinenses são destaques em desafio de inovação contra o coronavírus
SESI do Mato Grosso do Sul entrega 25 mil máscaras
Com estratégia inovadora, indústria aumenta  produção de respiradores hospitalares

Comentários