#Prepara: inscrições abertas do F1 in Schools para estudantes do SESI

O evento ocorrerá remotamente e os carros, enviados pelas equipes, serão disparados automaticamente. As corridas serão transmitidas ao vivo para que os times acompanhem todo o processo e torçam bastante

Competidores concorrem a 17 troféus e vagas para o mundial

O momento da largada está próximo! Estudantes do Serviço Social da Indústria (SESI) já podem inscrever as equipes para competir na etapa nacional do F1 in Schools. As inscrições podem ser feitas no canal Torneio SESI de Robótica até o 1º de abril.

Devido a pandemia do Covid-19, a competição ocorrerá remotamente. As equipes receberão links distintos com os horários de entrada para as salas virtuais de avaliação de cada categoria: Apresentação Verbal, Engenharia, Empreendedorismo (Marketing e Pit Virtual), Gestão de Projeto e, por fim, Projeto Social. O processo de julgamento será o mesmo utilizado no evento presencial.

Para as Corridas Contra o Relógio, as equipes deverão enviar os carros para o SESI. Para garantir a transparência dos processos e do evento, as corridas serão transmitidas ao vivo para os times e os carros serão disparados automaticamente.

Premiação

Para reconhecer o esforço e empenho das equipes, a competição possui dezessete prêmios ao todo. Os times podem concorrer aos seguintes troféus: Prêmio Melhor Engenharia do Carro, Prêmio Escrutínio FIA, Prêmio Patrocínio e Marketing, Prêmio Pensamento Criativo, Prêmio Reconhecimento de Conquista do Comitê dos Juízes, Prêmio Pesquisa e Desenvolvimento, Prêmio Carro Mais Veloz, Prêmio Identidade Visual, Prêmio Estande, Prêmio Apresentação Verbal, Prêmio Gestão de Projeto, Prêmio Mídias Digitais, Prêmio Melhor Desempenho Feminino e, por fim, Prêmio Projeto Social.

Além do troféu de primeiro lugar, a equipe vencedora garante vaga para o campeonato mundial. Já o segundo colocado será indicado para compor uma equipe colaborativa com alunos de outro país para competir no mundial.

De qualquer forma, fazer parte do F1 in Schools, seja competindo ou avaliando, já é uma grande vitória de aprendizado, desenvolvimento e muito mais. Pensando nisso, todas as equipes e técnicos que participarem receberão medalhas.

Foto: Edilson Dantas
As equipes enviarão os carros para o SESI e acompanharão o disparo automático via transmissão ao vivo

Velocidade e empreendedorismo nas escolas

Voltada para jovens de 9 a 19 anos, que formam equipes de três a seis estudantes, a competição é parte de um projeto internacional realizado pela própria Fórmula 1. Muito além do que uma simples corrida de carros, os estudantes devem criar escuderias para as competições da categoria.

Como uma empresa, os membros da equipe assumem funções de gerenciamento, marketing, design e engenharia. A partir disso, eles elaboram um plano de negócio e buscam patrocínio, além de projetar, modelar, testar e colocar em movimento um protótipo de carro de F1 em uma pista de 20 metros. Os carros, impulsionados por um cilindro de CO2, podem chegar a 80 km/h em menos de um segundo.

Acompanhe tudo sobre a robótica

As novidades estão no canal do Torneio SESI de Robótica, aqui na Agência CNI de Notícias e nos perfis do Torneio no Instagram e Facebook.

Relacionadas

Leia mais

Dada a largada para a temporada 2020/2021 do F1 in Schools
6 projetos de robótica criados com materiais recicláveis
Estudantes das equipes do Torneio SESI F1 nas Escolas promovem ações sociais em comunidades carentes

Comentários