Programa SENAI de Ações Inclusivas ganha prêmio internacional

O prêmio de gestão humana é concedido pela Federação Interamericana de Associações de Gestão Humana
Aluno do SENAI/AM participa de curso de Operador de Microcomputador

O Programa SENAI de Ações Inclusivas (PSAI) do Amazonas vai receber o prêmio internacional de gestão humana Oscar Alvear Urrutia, concedido pela Federação Interamericana de Associações de Gestão Humana (FIDAGH), intermediado pela Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH).

Com o PSAI, o SENAI/AM já promoveu, desde o início do programa, em 2001, a inclusão de cerca de 3 mil pessoas em relação a gênero, etnia ou raça, idosos e pessoas com deficiência, facilitando o acesso aos cursos de educação profissional.

O objetivo do prêmio, que será entregue pela FIDAGH, é reconhecer pessoas, empresas ou organizações que tenham contribuído com a propriedade e criatividade para o progresso da gestão de talentos humanos nas Américas.

De acordo com a responsável pelo programa no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), Tatyanne Santos, as pessoas atendidas pelo PSAI normalmente estão em situação de vulnerabilidade pessoal e social, por isso estão fora do mercado de trabalho. Essa é a segunda vez que o programa recebe reconhecimento. Em 2018, foi destaque nacional, pela ABRH.

Relacionadas

Leia mais

Kit de peças geométricas facilita ensino de matemática para cegos
Como motorizar qualquer cadeira de rodas
Inclusão: conheça iniciativas do Sistema Indústria para pessoas com deficiência

Comentários