Veja como as federações de indústrias estão enfrentando a pandemia

Veja as medidas e ações adotadas pelas Federações de Indústrias, SESI, SENAI e IEL para tentar diminuir a transmissão do vírus
Federações das Indústrias, SESI, SENAI e IEL dos estados já adotaram medidas contra o coronavírus

A pandemia de coronavírus tem mudado hábitos individuais e coletivos em todo o mundo. E o combate a este novo vírus depende de cada um de nós. 

Em todo o Brasil, o Sistema Indústria vem adotando medidas preventivas e orientado funcionários, alunos e colaboradores. 

Aulas, serviços e atividades foram suspensas em diversas unidades. Estão sendo feitas campanhas de esclarecimento e orientação dentro do sistema e também em empresas.  

Veja como as Federações das Indústrias, o Serviço Social da Indústria (SESI), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e o Instituto Euvaldo Lodi (IEL) estão enfrentando o problema nos estados.  

Colabore conosco  

Caso a federação do seu estado tenha alguma notícia e informação para contribuir na nossa cobertura jornalística, mande o conteúdo para o e-mail agenciacni@cni.com.br. Precisa de mais informações? Fale com a gente pelos telefones (61) 3317.9934 ou (61) 3317.9550

Estão suspensas as aulas das escolas SESI, SENAI e Instituto SENAI de Tecnologia e Unidade Integrada Juruá de quarta-feira (18) a domingo (05/04). 

O SESI também suspendeu as atividades na academia e e os atendimentos odontológicos no Centro de Atendimento ao Trabalhador do SESI.  

EDUCAÇÃO - As escolas SESI Cambona e SESI/SENAI do Benedito Bentes suspenderam as aulas de Educação Básica e Educação de Jovens e Adultos (EJA) pelo período de 15 dias, a partir desta terça-feira (17). O prazo, que será constantemente avaliado, pode ser modificado de acordo com o cenário da pandemia de Covid-19.

A medida preventiva, tomada devido aos riscos de contaminação pelo vírus, está alinhada às orientações de especialistas e órgãos de saúde que vêm sendo adotadas em todo o mundo.

As escolas da Rede SESI/SENAI de Educação Básica e EJA informam, ainda, que as equipes pedagógicas trabalham estratégias para compensar os dias sem aula e reafirmam o compromisso com a melhor educação e o bem-estar de pais e alunos.

As unidades de ensino reforçam a importância de prevenir a doença além da sala de aula. Por isso, aconselham a comunidade a lavar as mãos frequentemente com água e sabonete ou usar um desinfetante à base de álcool; cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e depois jogá-lo no lixo; evitar tocar nos olhos, nariz e boca; além de evitar contato próximo com pessoas doentes e ficar em casa quando estiver doente.

Para manter contato e tirar dúvidas de pais e alunos, o SESI disponibiliza o número (82) 3021.7374. 

Em comum acordo com as empresas do Polo Industrial de Manaus, o SESI/AM suspendeu, temporariamente, a partir de quinta-feira (19), as atividades da Creche SESI, que atende a 1.700 crianças com idades de 0 a 5 anos, a grande maioria filhos de industriário. O acordo com as indústrias atende a uma das medidas preventivas diante dos riscos de contaminação pelo coronavírus causador da pandemia de Covid-19 no Brasil.

No início da semana, a Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM) já havia anunciado uma série de medidas, internas e externas, para a segurança do público e dos funcionários. Além da suspensão temporária de todos os eventos promovidos pelas instituições do Sistema Indústria, foram suspensas as viagens a trabalho, e os empregados pertencentes ao grupo de risco para a doença, por idade ou condição de comorbidade, foram colocados em home-office.

As cinco escolas da rede SESI, em Manaus, Parintins e Itacoatiara, vão antecipar o período de recesso escolar que acontece normalmente entre os meses de junho e julho.

O mesmo deve acontecer com as oito unidades da rede SENAI, incluindo as quatro escolas localizadas em Manaus, bem como os cursos realizados pelo IEL e pelo Departamento de Assistência à Média e Pequena Indústria (Dampi), da FIEAM. Todos os cursos já anunciados estão suspensos.

Também estão suspensos temporariamente eventos internos e externos realizados nas dependências do SESI Clube do Trabalhador, na zona Leste de Manaus, o que inclui as atividades da academia, da escola de esportes e o atendimento do SESI Saúde Unidade Leste.

EDUCAÇÃO - De acordo com o Decreto Municipal nº 1656/2020 – Prefeitura Municipal de Macapá e as ações para conter a disseminação do Coronavírus, o SESI e SENAI Amapá suspenderam as aulas no período de 18 a 31 de março.

Não há casos suspeitos entre os alunos. Esta é uma medida administrativa que busca manter a prevenção. As aulas serão repostas oportunamente, sem prejuízo ao conteúdo pedagógico.

O SESI e o SENAI Amapá estão à disposição para colaborar no que for preciso na luta para reduzir ao máximo os efeitos da pandemia.

O Sistema FIEB (FIEB, CIEB, SESI, SENAI e IEL) instituiu um Comitê de Gerenciamento de Crise, que estabeleceu uma série de medidas para reduzir a propagação do coronavírus.

No âmbito das atividades educacionais do SESI, SENAI e IEL, aulas e atendimentos aos candidatos a programas de estágio, por exemplo, estão suspensas a partir desta terça-feira (17) (SENAI CIMATEC) e quarta-feira (18.03) (outras unidades SENAI, Rede SESI de Educação e IEL).

Todos os eventos públicos organizados pelas entidades que envolvam aglomeração de pessoas foram cancelados. As reuniões de Diretoria FIEB e CIEB, Conselhos Deliberativos das entidades SESI, SENAI e IEL, bem como as reuniões dos Conselhos Temáticos e de representações externas estão suspensas em março.

Para proteger os colaboradores, além de ampla disseminação de orientações sobre higiene das mãos e ‘etiqueta’ de tosse e espirro, foram restringidas viagens e reuniões presenciais, por exemplo. A campanha de vacinação dos funcionários contra a gripe será antecipada, com previsão de início na última semana do mês de março. 

Leia na íntegra, o Comunicado do Sistema FIEB.

 

 

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) suspendeu viagens ao exterior de gestores e colaboradores por um prazo inicial de 40 dias. Também está suspensa a realização de quaisquer eventos que impliquem em aglomeração de pessoas, assim como as atividades em auditórios na Casa da Indústria e nas unidades do SESI e SENAI, em Fortaleza e no interior.

As escolas SESI e SENAI devem seguir as determinações das autoridades sanitárias quanto a suspender ou não as atividades.

A FIEC também começou a adotar as medidas preventivas necessárias para evitar a contaminação pelo coronavírus, tais como campanhas educativas, distribuição de álcool gel, licença para eventuais casos suspeitos e demais providências necessárias para atender às recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), Ministério da Saúde e Secretaria de Saúde do Ceará. O objetivo principal é resguardar a saúde de todos que trabalham nas entidades, e contribuir com o esforço nacional e global contra o vírus. 

A Federação das Indústrias do Distrito Federal (FIBRA) suspendeu todos os eventos que seriam promovidos até 30 de março. Novas datas serão informadas posteriormente.

Estão suspensas todas as aulas nas escolas do Serviço Social da Indústria do DF (SESI/DF) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do DF (SENAI/DF) até 30 de março. Caso as restrições determinadas pelas autoridades públicas não sejam alteradas, as aulas serão retomadas em 31 de março. As atividades administrativas e de gestão das unidades continuam ocorrendo normalmente.

As atividades esportivas e culturais do SESI/DF serão estendidas para após o período contratual, em proporção aos dias sem atividades.

As inscrições para as atividades esportivas e culturais do SESI/DF estão mantidas. Para se matricular, é necessário ir até a central de atendimento da unidade onde deseja realizar a atividade. Já os cursos do SENAI/DF estão disponíveis no site: cursos.senaidf.org.br. As inscrições são online.

Para outras dúvidas ou mais informações, o telefone do Serviço de Atendimento ao Cliente do Sistema Fibra é o (61) 4042-6565.

No Espírito Santo, as aulas do SENAI foram suspensas no pe´rio do 17 de março a 5 de abril, seguindo as orientações divulgadas pelo Governo Estadual e demais órgãos de saúde.

A equipe pedagógica já está planejando a reposição de aulas.

As aulas e atividades esportivas e culturais do SESI estão suspensas no período de 17 a 20 de março e antecipação do recesso escolar de 23 de março a 5 de abril. 

No movimento de transição para essa nova realidade, o SESI manterá uma equipe por 2 dias (17/03 e 18/03), em caráter excepcional, nos mesmos horários das aulas, para receber os alunos neste momento de adaptação das rotinas. Nestes dias serão oferecidas atividades extracurriculares seguindo rigorosamente os horários das aulas. O SESI de Aracruz não terá transição e estará fechado a partir desta terça-feira (17), devido ao decreto municipal de fechamento das escolas da rede pública e privada do município.

Diante do decreto do Governo do Estado (Decreto Nº 9.638, de 20 de março de 2020), que amplia as restrições às atividades em Goiás para conter a pandemia do novo coronavírus e inclui a paralisação de 75% do setor industrial, afetando mais de 140 mil trabalhadores, a Federação das Indústrias do Estado de Goiás (FIEG) informa o fechamento de todas suas unidades físicas, bem como de suas instituições – SESI, SENAI, IEL e ICQ Brasil, no período de 23/03 a 06/04/2020.

Nosso serviço de odontologia atenderá apenas emergências e, desde o dia 17/03, nossas escolas SESI e SENAI estão fechadas ao público, mantendo atividades com os alunos apenas via on-line. Muitos de nossos colaboradores já trabalhavam em sistema de home office.

Os serviços de Saúde e Segurança do Trabalhador estão mantidos exclusivamente naquelas indústrias de produtos essenciais (das cadeias de alimentação e saúde), que vão operar normalmente, fora das restrições impostas pelo novo decreto governamental. Trata-se de um compromisso nosso com o trabalhador e com a indústria. Ademais, as indústrias desses segmentos já adotam boas práticas de fabricação (BPF), estratégia que deverá ser incrementada com maior rigor diante da crise.

O momento é delicado e exige esforço conjunto!

Por entender como necessárias as restrições, porém atento às consequências drásticas sobre a nossa economia, o presidente da FIEG, Sandro Mabel, recomendou ao Governo do Estado a adoção de medidas compensatórias destinadas a amenizar os impactos nas indústrias nessa travessia de dificuldades e que podem refletir na economia do Estado e na vida da sociedade em geral, devido a uma possível onda de baixa produtividade e consequente desemprego.

São elas:

  1. Parcelamento do saldo devedor do ICMS normal dos meses de março, abril, maio, junho e julho em valores a serem pagos junto com o ICMS normal dos meses de agosto, setembro, outubro, novembro, dezembro/2020, janeiro, fevereiro, março, abril e maio do ano que vem.
  2. Incremento substancial do volume de crédito oferecido pela GOIÁSFOMENTO e pelo BANCO DO POVO para os micro e pequenos empreendedores, especialmente facilitando as exigências e garantias;
  3. Postergação do início do Protege;
  4. Acuidade e reservas na lavratura de autos de infração tributários estaduais relativos aos setores mais atingidos pela crise;
  5. Termo de Ajuste de Conduta entre empresários goianos e Delegacia do Trabalho, com aval do Governo Estadual, para flexibilizar exigências e garantir segurança jurídica no uso do Home Office, férias coletivas e jornadas intercaladas;
  6. Criação, por Decreto Estadual, de um Comitê Misto ou “Gabinete de Crise Interinstitucional”, para propositura de ações e acompanhamento da crise.

Mesmo com a suspensão de suas atividades, a Gerência Sindical da FIEG, por determinação do presidente Sandro Mabel, elaborou uma série de documentos destinados a dar suporte aos sindicatos industriais na comunicação com as empresas e na adoção de medidas que ofereçam segurança jurídica nas relações trabalhistas.

São eles:

  • Cartilha sobre a Covid-19, contendo Perguntas & Respostas do setor empresarial com o objetivo de esclarecer e mapear as medidas que podem ser tomadas pelos empregadores.
  • Proposta de Comunicados a serem enviados as indústrias, em virtude dos questionamentos sobre o funcionamento ou paralisação das indústrias diante dos decretos publicados pelo governo do Estado.
  • Proposta de Convenção Coletiva Emergencial ou aditivo Coletivo Emergencial com prazo determinado com cláusulas a serem negociadas com os Sindicatos Laborais, no sentido de trazer segurança jurídica para as partes (empregador e empregado).
  • Informativo com medidas que podem ser implantadas pelas indústrias por meio de acordo individual com seus empregados para amenizar prejuízos causados pela pandemia.

Mais informações sobre os documentos podem ser obtidas na Gerência Sindical da FIEG, pelos telefones (62) 99510-2271 ou e-mail lorenablanco@sistemafieg.org.br. Outras informações pelos telefones: (62) 4002-6213 / 0800 642-1313.

As escolas da rede SESI e SENAI do Maranhão cumprem as normas estabelecidas no decreto 35.662/2020, do Governo do Estado do Maranhão. A medida também está alinhada ao posicionamento do SINEPE – Sindicato dos Estabelecimentos Particulares do Maranhão. Portanto, as aulas em todas as escolas do SESI estão suspensas por 15 dias, a partir do dia 17 de março de 2020.

O SESI/MG suspendeu as aulas da Educação Infantil e Ensino Fundamental a partir desta quarta-feira (18) até dia 31 de março. Após essa data, a volta das atividades será reavaliada. As aulas do SENAI também estão suspensas no mesmo período. 

O SESI/MG também suspendeu o funcionamento dos centros culturais e escolas de cultura da entidade em todo o estado. Além do Museu de Artes e Ofícios e do Centro Cultural SESIMINAS, na capital mineira, também estarão fechados os centros culturais em Ouro Preto, Uberaba e Tiradentes. Também o Teatro Vânia Campos, de Itaúna, permanecerá fechado. A paralisação das atividades inicia na quinta-feira (19) e vai até o dia 31 de março.

A 26ª Edição do Minas Trend, que aconteceria entre os dias 21 e 24 de abril, está suspensa. Os organizadores do evento vão avaliar a possibilidade de uma nova data.  

A Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG) vai avaliar individualmente todos os eventos, encontros empresariais e reuniões que tenham expectativa de público superior a 50 pessoas. 

A FIEMG realiza, ainda, campanha entre as indústrias mineiras para a adoção de medidas de prevenção, visando a saúde dos trabalhadores e da população. A entidade incentiva a adoção das seguintes ações: realização de campanhas de sensibilização para os industriários para medidas de higiene pessoal; melhorar a ventilação dos locais de trabalho; intensificar limpeza e desinfecção dos locais e superfícies com contato frequente como corrimões, maçanetas de portas, botões de elevadores, entre outros; evitar eventos com aglomeração de pessoas.

O Sistema FIEMS decidiu suspender as aulas a partir da segunda-feira (23) até o domingo (5/4) nas escolas do SESI, nas unidades do SENAI e nas bibliotecas da Indústria do Conhecimento do SESI no estado e também nos cursos do IEL.

O Sistema FIEMS comunica que manterá a comunicação com os pais, responsáveis e alunos para informar qualquer novidade a respeito da situação. Confiantes que vamos passar por essa crise de saúde.

No Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS), o painel digital da fachada agora exibe informações para conscientizar e informar a população sobre as formas de evitar o contágio da doença.

O Sistema FIEMS instalou “dispensers” com álcool em gel em todos os andares do Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS), e a ação será estendida para as outras 22 unidades do Sesi, Senai e IEL distribuídas pela Capital, Corumbá, Aparecida do Taboado, Dourados, Naviraí, Rio Verde, Sonora, Três Lagoas, Nova Andradina, Sidrolândia, Bonito e Maracaju. 

Os equipamentos foram disponibilizados ao lado dos elevadores em todos os andares e também ao lado do ponto eletrônico de controle de entrada e saída dos colaboradores. O acesso das catracas foi liberado e cada elevador que tem capacidade para até nove pessoas, agora, tem como norma que apenas cinco pessoas o utilizem por vez. Um cartaz dentro deles tem informações de protocolos do Ministério da Saúde para evitar o contágio, como lavar as mãos com frequência e higienizar com álcool em gel, além de evitar comprimentos. Também há o incentivo do uso das escadas e o cuidado com a higiene das mãos se estende às salas e banheiros, onde estão distribuídos fracos de álcool em gel, bem como há ainda o reforço junto à prestadora de serviço de limpeza para duplicar os cuidados com a higienização de todos os ambientes. 

Foram suspensas todas as viagens dos funcionários para países com incidência da doença até o mês de abril de 2020. Também determinou que todos os funcionários que voltarem de viagem de férias ou de trabalho a esses países deverão ficar em quarentena obrigatória de 14 dias corridos, restringindo assim à atividade de trabalho remoto, ou seja, trabalharão em suas casas. E ainda foram canceladas as viagens e reuniões de seus profissionais, permitindo apenas os deslocamentos estritamente necessários. Eventos previstos no calendário do Sistema Fiems também foram cancelados nas próximas semanas e os colaboradores que fazem parte do grupo de risco - maiores de 60 anos, gestantes, lactantes ou portadores de doenças crônicas – também deverão trabalhar em casa.

O IEL decidiu suspender a capacitação “Liderança 4.0”, que seria realizada entre os dias 25 e 26 de março, na sede do Instituto em Campo Grande (MS). Ainda não há nova data para a realização do curso.

O Sistema Federação das Indústrias de Mato Grosso adiou a realização dos principais eventos previstos para as próximas semanas. A instituição implantou um comitê de gerenciamento de crise para monitoramento permanente da situação.

Entre as determinações do comitê, está o apoio da FIEMT às indústrias que estão enfrentando prejuízos financeiros e operacionais por conta da disseminação mundial do vírus. A FIEMT vai preparar materiais de apoio às indústrias, além de seguir as recomendações do Ministério da Saúde e também do Governo do Estado no que diz respeito à suspensão de eventos com aglomeração de pessoas, reforço de medidas de higiene no local de trabalho, recomendações constantes às equipes, priorização de reuniões por meios digitais e não presenciais, cancelamento de viagens internacionais e interestaduais e redução de movimentações intermunicipais.

As aulas do SESI escola, de acordo com decreto do Governo do Estado que suspendeu as da rede pública, estão suspensas de 23 de março a 05 de abril. Alunos do SESI Escola não terão aulas durante o mesmo período da rede pública, como antecipação de férias, de modo a potencializar  o movimento de redução da aglormeração de pessoas. 

O Sistema FIEPA decidiu deixar em home office por 7 dias colaboradores que chegarem de viagem de outros estados e, durante 14 dias, colaboradores que porventura chegarem de viagens internacionais. Além disso, estão suspensas viagens dos colaboradores para outras localidades. 

Para evitar aglomerações, não haverá realização de eventos nas unidades da instituição por pelo menos 45 dias. O Teatro do SESI não terá pautas por esse período, assim como as unidades que realizam atividades recreativas estarão de portas fechadas aos fins de semana.

Também foi suspenso o processo seletivo da unidade Gabriel Hermes, em Castanhal, para preenchimento de vagas remanescentes para qualificação profissional e aperfeiçoamento profissional. Os candidatos serão avisados quando a nova data for definida.  

Outras medidas, tomadas a partir de 19 de março, por um prazo de 20 dias, foram:

Atendimento odontológico SESI: suspensão do serviço, para resguardar os profissionais e pacientes, ficam suspensos até segunda ordem.

Aulas nas escolas SESI: cumprindo as recomendações das autoridades, estarão suspensas, para resguardar todo o corpo docente e discente. Posteriormente, será definido novo calendário para não prejudicar os alunos. É importante esclarecer que não possuímos casos suspeitos em nossas unidades educacionais e que a decisão tomada é protetiva com o intuito de contribuir para a não proliferação do vírus.

Academias e demais modalidades esportivas: estão suspensas as atividades até segunda ordem, em todas as unidades. De modo a não gerar qualquer prejuízo aos clientes de atividades físicas, esportivas com contrato ativo, estes serão beneficiados com a prorrogação de um mês de uso do serviço sem ônus, a contar da data de vigência de seu contrato. Não há necessidade de se dirigir a unidade, a prorrogação será concedida automaticamente.

IEL: suspensão do atendimento presencial, realização de cursos, capacitações e consultorias. O atendimento será realizado por meio de telefone ou eletronicamente pelos canais oficiais do IEL/Pa.

Trabalho em Home Office: com o objetivo de não paralisarmos nossas atividades, parte das nossas equipes estão trabalhando de casa, comunicando-se por chamadas telefônicas ou pelo MS Teams, uma ferramenta de comunicação para grupos. Para o bem de sua saúde e de suas famílias, recomendamos a eles que permaneçam na medida do possível em ambiente familiar, evitando locais públicos ou de aglomeração de pessoas, e sempre adotando medidas que diminuam o risco de contágio pelo Covid-19.

Ponto biométrico: suspensão do ponto biométrico dos colaboradores, mantendo-se a carga horária laboral. É vedada a realização de horas extras.

Flexibilização do horário de trabalho: para evitar horários de pico no transporte público, o horário de trabalho será de 09 às 17 horas, sendo esta medida válida para os municípios de Belém e Ananindeua.

Elevadores: reduzir a ocupação de pessoas dentro dos elevadores para 4 pessoas por viagem.

Arejamento das salas: manter salas arejadas, com todas as janelas e portas abertas, evitando o ar-condicionado, sempre que for possível.

Ressaltamos que os prazos de duração das medidas podem mudar, de acordo com as recomendações das autoridades.

O Sistema Federação das Indústrias da Paraíba adiou a realização de todos os eventos internos e externos previstos para este primeiro semestre do ano. 

As aulas nas escolas do SESI e do SENAI, na Faculdade SENAI da Paraíba, e cursos e atendimentos às empresas realizados pelo IEL, foram suspensos até o dia 19 de abril.

O funcionamento do SESI Museu Digital também está suspenso até o dia 19 de abril. 

As aulas nas Academias do SESI e atividades físicas realizadas nesses espaços, nas unidades das cidades de Campina Grande, João Pessoa, Bayeux, Rio Tinto, Patos e Sousa, estão suspensas a por tempo indeterminado.

Quanto às atividades administrativas na sede da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba, em Campina Grande, a recomendação é o cancelamento de viagens internacionais, interestaduais e intermunicipais. As equipes de trabalho estão orientadas a realizarem reuniões por meios digitais e não presenciais. Na segunda-feira (23), uma quantidade reduzida de profissionais da área administrativa estará trabalhando de forma presencial, os demais foram orientados a cumprirem a rotina de trabalho home office.
 

De 17 a 31 de março, alguns serviços estarão suspensos: aulas em todas as escolas SESI, academias e prática de atividades esportivas em todas as unidades, programa SESI Ginástica na Empresa, consultas médicas e odontológicas eletivas no SESI Saúde, elaboração de novos programas legais e a 6ª Corrida SESI Dia do Trabalhador, que estava marcada para o feriado de 1º de maio.

​​Por causa do coronavírus, gestores e colaboradores da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE), SESI, SENAI, IEL ou CIEPE não participarão de nenhuma agenda fora do país. Também não serão realizados encontros em que haja grande aglomeração de pessoas, fator que favorece o contágio em massa.

 

No Piauí medidas também foram tomadas. Em cumprimento ao Decreto 18.884/2020 do governo do Estado do Piauí, as aulas do SESI e do SENAI estão suspensas de 17 até dia 31 de março do corrente, bem como cursos/aulas realizadas em instituições parceiras ou em empresas. Estão suspensas, ainda, as atividades esportivas e culturais do SESI. Dessa forma, professores/instrutores estão autorizados a não comparecer ao trabalho. O calendário de aulas / atividades será reavaliado e encaminhado posteriormente.

Estão suspensos, por igual período, em todas as unidades operacionais do Sistema FIEPI, eventos com aglomerações, como congressos, seminários, competições esportivas, ginástica laboral e atividades físicas e de formação esportiva.

Estão suspensas, por igual período, as viagens a trabalho, para fora do Estado, devendo ser canceladas aquelas já agendadas. Casos excepcionais serão avaliados pela liderança imediata.

Estão mantidas as atividades de suporte, administração e gestão dos Departamentos Regionais e de todas as unidades operacionais, bem como as atividades de promoção da saúde, saúde ocupacional com a realização de exames e atestados pelo SESI, assim como as consultorias e serviços laboratoriais do SENAI, devendo ser observadas as seguintes recomendações:

- Serviços odontológicos ficam restritos apenas a atendimentos de urgência;

- Se houver necessidade da realização de reuniões com mais de 10 participantes, entre em contato por telefone com o Setor de Tecnologia da Informação para que seja avaliada a possiblidade do encontro ser realizado de forma remota.

Permanecerão em sistema de trabalho remoto (home office), desde que possível, sem rodizio, do dia 17 a 31 de março de 2020, os empregados que se enquadrem nas situações abaixo:

- apresentem sintomas de coriza, tosse, dor de garganta e febre, enquanto perdurarem os sintomas;

- portadores de doenças respiratórias crônicas, cardiopatas, diabéticos, hipertensos ou que possuam estado de imunodeficiência por qualquer motivo (doenças preexistentes, tratamento quimioterápico, entre outros), devidamente comprovados por atestado médico;

- gestantes e lactantes;

- que tiverem filhos menores de 1 (um) ano;

- maiores de 60 (sessenta) anos.

No Paraná, a partir desta terça-feira (17), estão suspensas as aulas nas Faculdades da Indústria, cursos técnicos e profissionalizantes noturnos do SENAI, EJA e aprendizagem. E a partir de quarta-feira (18) em todos os demais cursos do SENAI. A partir de sexta-feira (20), as aulas ficam suspensas no ensino infantil, fundamental e médio do Colégio SESI e Colégio SESI Internacional.

O Sistema FIEP também decidiu pelo cancelamento ou adiamento de eventos que seriam promovidos pelo sistema Fiep, proibição de viagens a serviço, nacionais e internacionais, dos colaboradores, gestores estão sendo orientados a permitir que colaboradores, principalmente os que se enquadram em grupos de risco, trabalhem em regime de teletrabalho/home office, flexibilização dos horários de trabalho e antecipação de férias, entre outras medidas, se necessário.

De acordo com o decreto nº 46.970 do Governo do Estado do Rio de Janeiro, as aulas das escolas SESI e SENAI, de todos os níveis do ensino, estão suspensas até o dia 30/03/2020.

O atendimento técnico-administrativo das unidades de ensino estará mantido. As aulas serão repostas oportunamente. 

O SESI/RN e o SENAI/RN suspenderam as aulas no período de 18 de março a 1º de abril de 2020, em todas as escolas da rede, na capital e no interior do estado. Assim como as ações do SESI Arte, Educação de Jovens e Adultos e Educação Continuada.

O Sistema FIERN suspendeu viagens ao exterior de diretores, gestores e colaboradores por um prazo inicial de 40 dias, assim como proibiu a realização de quaisquer eventos que impliquem em aglomeração de pessoas, suspendendo as atividades em todos os auditórios, na Casa da Indústria e nas unidades do SESI e SENAI, em Natal e no interior.

 

As aulas presenciais serão suspensas nas unidades do SESI e SENAI Rondônia, por 15 dias a partir de quarta-feira (18) até quinta-feira (02/04). 

As escolas SESI e SENAI permanecem abertas e funcionando durante o horário de atendimento das Unidades nos serviços de saúde, administrativos e pedagógicos. Para o SENAI, os cursos EAD serão mantidos exceto as atividades presenciais, que estão suspensas. Os cursos presenciais serão suspensos, sendo substituídos por atividades à distância definidas por coordenadores, professores e realizadas nas plataformas Institucionais – Portal do aluno, Mundo SENAI, Google for education, Projeto Integrador, SENAI Play por meio de estudo dirigido e outros.

 As modalidades esportivas estão suspensas pelo mesmo período acima citado. Os atendimentos em SST e odontologia serão mantidos.

A Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (FIERO) suspendeu viagens dos colaboradores por prazo indeterminado. Também estão suspensos quaisquer eventos que impliquem em aglomeração de pessoas, assim como as atividades em auditórios na Casa da Indústria e nas unidades do SESI e SENAI do estado. A FIERO também adotou medidas preventivas necessárias para evitar a contaminação pelo novo coronavírus, tais como campanhas educativas e demais providências para atender às recomendações da OMS, Ministério da Saúde e Secretarias de Saúde. 

As aulas presenciais no SESI/RS e no SENAI/RS estão suspensas a partir de quinta-feira (19), de acordo com orientação da Secretaria Estadual de Educação, atingindo cerca de 31,8 mil alunos. 

As escolas de Ensino Médio do SESI (Pelotas, Sapucaia do Sul, São Leopoldo, Gravataí e Montenegro) e a Educação de Jovens e Adultos terão atividades pedagógicas, por meio de plataformas on-line e de outras ferramentas tecnológicas. Os programas Contraturno, Iniciação às Artes e Esporte para a Vida também terão as aulas suspensas.  

Os cursos do SENAI nas modalidades de Aprendizagem Industrial, Técnico, Graduação Tecnológica e Pós-graduação usarão a modalidade a distância, com atividades realizadas pela plataforma online Sapien. Os cursos de Iniciação, Qualificação e Aperfeiçoamento Profissional que ainda não começaram, serão postergados.

O SESI também anunciou que suspenderá todas as atividades de atendimento ao público em todas as suas unidades a partir desta sexta-feira (20). Com o posicionamento emergencial de distanciamento social a fim de evitar aglomerações e contato físico, o SESI busca prezar pela saúde de todos que frequentam os espaços de suas unidades. A medida se dá em prevenção à pandemia da Covid-19, e tem como objetivo colaborar para atenuar o pico de casos da doença, seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS). Para mais informações, a Central de Relacionamento está disponível pelo número 0800 51 8555, de segunda a sexta das 8h às 20h e sábados das 8h às 16h.

As aulas nas escolas do SESI, atendimentos odontológico e de saúde ocupacional, todas as atividades de esporte, cultura e lazer, cursos livres de música e laboratório de análise clínica (SESI) estão suspensas pelo período de 15 dias a partir de quarta-feira (18). 

Programa Arte Jovem +,(SESI) também está com as atividades suspensas. 

As escolas do SENAI igualmente estão com as aulas suspensas até 31/03. 

A Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) suspendeu as aulas das escolas SESI e SENAI a partir de terça-feira (17) até a segunda-feira (23) em todo o estado. 

Para os alunos dos cursos à distância, as atividades estão mantidas normalmente. A rede SESI/SENAI dispõe de tecnologias educacionais que permitem aos estudantes, inclusive os dos cursos presenciais, prosseguir com os estudos em casa.

A entidade também suspendeu viagens a trabalho e autorizou as atividades em home office - no período de 17 a 23 de março - para os colaboradores nas situações em que isso é possível, reduzindo a circulação de pessoas. Eventos de maior porte também estão suspensos. A reunião de diretoria da FIESC, que ocorreria na sexta-feira (20), foi cancelada. As etapas da Corrida do Bem programadas para Concórdia (22 de março), Lages (19 de abril) e Criciúma (26 de abril) serão adiadas com novas datas a serem divulgadas. 

O SESI/SC preparou materiais informativos que vão auxiliar a indústria na orientação aos colaboradores. Nos materiais, a entidade explica o que é o Coronavírus, destaca as medidas de prevenção e também mostra o que é verdadeiro e o que é fake news em relação ao Coronavírus. Acesse www.fiesc.com.br/corona e saiba mais. 

O SENAI/SP decidiu suspender as aulas dos cursos regulares presenciais a partir de quinta-feira (19) pelo período de 15 dias. A única exceção é referente aos cursos de curta duração que estiverem próximos da data de encerramento.

As aulas nas escolas da rede SESI/SP também estão suspensas a paritr de segunda-feira (23) por tempo indeterminado. Durante a semana de 16 a 20 de março, as escolas estarão funcionando, como um período de adaptação para as famílias, mas com a opção de as crianças e jovens ficarem em casa, sem prejuízo de faltas. 

O SESI/SP também suspendeu as atividades em todas unidades no estado e criou um Comitê de Gestão de Crise do qual fazem parte lideranças, colaboradores, médicos e outros especialistas da saúde. A cada novidade, as informações serão divulgadas em todos os canais de comunicação do SESI/SP.

Os processos seletivos dos cursos técnicos e cursos de aprendizagem industrial estão suspensos por tempo ainda indeterminado. 

Eventos diversos também foram cancelados como campeonatos internacionais de robótica, festivais esportivos e agendamentos de atividades extraclasse diversas.

Nos Centros de Qualidade de Vida do SESI, as atividades estão suspensas a partir de 18 de março, retornando normalmente assim que for recomendado: aulas esportivas, culturais, programação cultural (Centro Cultural FIESP, unidades do SESI/SP, estações SESI de Cultura e Unidades Móveis). 

Estão suspensos todos os eventos públicos organizados pelas entidades que envolvam aglomeração de pessoas, como atrações culturais, seminários, reuniões, workshops. Também estão suspensas as reuniões dos Conselhos Superiores, das diretorias, plenárias dos departamentos. 

 

As aulas nas escolas do SESI e do SENAI estão suspensas, por um período de 15 dias, a partir de quarta-feira (18). 

Neste mesmo período também estão suspensas as atividades de esporte e lazer em todas as unidades do SESI em Sergipe. 

O Sistema FIETO suspendeu as aulas das escolas e unidades SESI e SENAI em todo o estado de terça-feira (17) a domingo (29), assim como a realização de cursos e eventos institucionais.

Os setores administrativos internos e Indústrias do Conhecimento continuarão abertos e funcionando, respeitados os procedimentos sobre aglomerações, situações de suspeita e outras com o objetivo de combater a propagação do coronavírus

SAIBA MAIS - Fique atento às redes sociais do SESI, SENAI, IEL e da Federação das Indústrias do seu estado para atualizações das informações. 

A Indústria contra o coronavírus: vamos juntos superar essa crise

Acompanhe todas as notícias sobre as ações da indústria no combate ao coronavírus na página especial da Agência CNI de Notícias.

Relacionadas

Leia mais

Mundial de robótica é cancelado por causa de pandemia de coronavírus
Crise mundial em função do Coronavírus reforça a necessidade de reformas no país, afirma CNI
Investimento em saúde e segurança do trabalho aumenta produtividade

Comentários