CNI lança site com ações e serviços para internacionalizar empresas

Plataforma oferece informações sobre atuação em temas de comércio exterior, além de disponibilizar o portfólio completo serviços para internacionalização de empresas

A partir desta segunda-feira (2), é possível encontrar informações sobre serviços de internacionalização e posicionamentos da Confederação Nacional da Indústria (CNI) sobre temas de comércio exterior em um só lugar. O conteúdo está disponível no novo site de Assuntos Internacionais da instituição, lançado hoje no Portal da Indústria.

De forma intuitiva e linguagem moderna, o ambiente concentra textos e documentos sobre toda a atuação da CNI no tema e apresenta canais de diálogo da instituição com a indústria, como coalizões, conselhos, comitês e fóruns empresariais. O site também oferece materiais para download, entre publicações, íntegra de estudos e pesquisas; apresenta o calendário de eventos do setor e disponibiliza gratuitamente um clipping de notícias com reportagens e artigos sobre comércio exterior e negociações internacionais.

“Pela primeira vez, todas as informações de assuntos internacionais estão reunidas no mesmo lugar e disponíveis para o público. Nossa intenção é aproximar o trabalho da área de Assuntos Internacionais das necessidades das indústrias. Para isso, concentramos os serviços e ações em um espaço acessível a todos os empresários”, explica o gerente-executivo de Assuntos Internacionais da CNI, Diego Bonomo.

CONHEÇA OS CONTEÚDOS OFERECIDOS

TEMAS PRIORITÁRIOS
A seção concentra ações essenciais para a melhoria da inserção internacional do país e posicionamentos da CNI a respeito da política comercial brasileira. A área de acordos comerciais, por exemplo, apresenta dados sobre todos os acordos brasileiros em vigor e em negociação.

Os tópicos abordados fazem parte da Agenda Internacional da Indústria 2018, documento lançado na última terça-feira (27) e estão divididos em oito núcleos. Conheça os temas prioritários.

SERVIÇOS
O acesso aos serviços de apoio à internacionalização pode ser feito por meio dos Centros Internacionais de Negócios (CINs), presentes nas 27 federações de indústrias dos estados e do Distrito Federal. Os CINs organizam-se em uma rede nacional, coordenada pela CNI: a Rede CIN. Ao todo, oito serviços estão à disposição das empresas.Conheça os serviços.

MECANISMOS
A CNI está de portas abertas para empresas e entidades empresariais interessadas no debate sobre os temas prioritários da indústria no comércio exterior. Para isso, estimula o diálogo com entidades nacionais e estrangeiras, seja em coalizões, conselhos, comitês ou fóruns empresariais. Esses espaços promovem o debate sobre os temas de interesse e o posicionamento da CNI junto a governos. Cada mecanismo é coordenado ou presidido por uma empresa ou entidade empresarial e possui uma agenda e método de trabalho próprios. Conheça os mecanismos.

Relacionadas

Leia mais

Agenda Internacional da Indústria apresenta 97 ações para ampliar inserção do Brasil no comércio exterior
Cartilhas da Rede CIN explicam temas essenciais para melhorar as suas chances no comércio exterior
Seis formas de simplificar a tributação no comércio exterior

Comentários