SENAI e CTG Brasil inauguram habitat de inovação em energia limpa no Rio Grande do Norte

Na ocasião, será lançada a primeira chamada pública do SENAI em parceria com a CTG Brasil para prospecção e avaliação de tecnologias para desenvolvimento de hidrogênio verde

A CTG Brasil é a primeira empresa a inaugurar seu Habitat de Inovação no Instituto SENAI de Inovação em Energias Renováveis (ISI-ER), em Natal (RN). Uma das líderes em geração de energia limpa no país, a empresa vem ampliando seus investimentos em pesquisa, desenvolvimento e inovação, buscando soluções inovadoras para os desafios da empresa e do setor elétrico, e que beneficiem o meio ambiente e a sociedade.

A ação faz parte de uma grande parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) para impulsionar o fortalecimento de pesquisas e projetos em inovação com foco no setor elétrico brasileiro. Durante a inauguração do espaço, será lançada também a primeira Chamada Pública – Missão Estratégica Hidrogênio Verde.

Os Habitats de Inovação são ambientes colaborativos para fortalecer o relacionamento com as indústrias, e, no caso deste que está sendo inaugurado, oferece espaço físico vinculado ao Instituto SENAI de Inovação em Energias Renováveis.

O ISI-ER será responsável por compartilhar a infraestrutura e a equipe especializada para que empresas possam identificar e desenvolver produtos e processos inovadores utilizando o habitat. Os resultados esperados são o desenvolvimento local e nacional, com a cocriação de soluções personalizadas em pesquisa, desenvolvimento e inovação ((PD&I).


"A rede nacional de Institutos SENAI de Inovação é a maior infraestrutura inovativa do país e está totalmente engajada no desenvolvimento de soluções inovadoras que vão ajudar na competitividade do setor elétrico no Brasil. A parceria com a CTG Brasil é fundamental para o desenvolvimento de novas tecnologias em energias renováveis, promovendo conexão com pesquisadores da Europa e China, acelerando as rotas tecnológicas no Brasil", ressalta o diretor nacional do SENAI, Rafael Lucchesi.


O Habitat de Inovação em Energia Limpa da CTG Brasil irá auxiliar na busca de parcerias com empresas, instituições e startups no Brasil e, posteriormente, pode colaborar para viabilizar parcerias internacionais. A empresa visa atrair soluções com foco em fontes renováveis de energia para novos negócios, comercialização de energia e na cadeia de valor do hidrogênio verde.

A produção de energia limpa e a inovação estão em nosso DNA e temos investido em parcerias estratégicas, como essa com o SENAI, com o objetivo de impulsionar o ecossistema de inovação e gerar soluções para os desafios da empresa, do setor elétrico e da sociedade, contribuindo também para o desenvolvimento, inclusive científico, do País. Seguimos investindo na matriz hidrelétrica brasileira, com foco na diversificação de nosso portfólio de ativos e na complementariedade das fontes de geração de energia, ressalta Silvio Scucuglia, diretor de Estratégia e Desempenho Empresarial da CTG Brasil.

O habitat do Rio Grande do Norte é o segundo espaço de inovação da CTG Brasil. A empresa conta ainda com o CTG Brasil Innovation Hub em São Paulo, outro fruto da parceria com o SENAI. Para o diretor do ISI-ER e do Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis (CTGAS-ER), Rodrigo Mello, a chegada da CTG Brasil é apontada como impulso para que o estado do Rio Grande do Norte se posicione na vanguarda da tecnologia.

É um passo importante em um contexto em que o Brasil, um país de commodities, precisa de produtos com mais valor agregado. E o RN, que é líder em geração de energia eólica, também se posiciona dessa maneira como um estado que contribui para o país entrar na vanguarda internacional da tecnologia em um setor estratégico, observou.

Missão Estratégica Hidrogênio Verde

Lâmpada de mão segurando contra a natureza na folha verde com ícones fontes de energia para o desenvolvimento sustentável e renovável. Conceito de ecologia.
O investimento inicial neste projeto é de até R$ 18 milhões, sendo R$ 3 milhões de contrapartida do SENAI

Além da inauguração do Habitat de Inovação em Energia Limpa, o SENAI e a CTG Brasil lançam, nesta quinta-feira (14), a Chamada Pública – Missão Estratégica Hidrogênio Verde para prospecção e avaliação de arranjos técnicos, comerciais e tecnologias que envolvam e fomentem a cadeia de valor do hidrogênio verde.

O objetivo é impulsionar soluções em energia limpa, com foco na produção, armazenamento, distribuição e novas fontes, mas também em outras áreas que fazem parte da cadeia de hidrogênio verde, como mobilidade, indústrias e agricultura.

Para o Superintendente de Inovação e Tecnologia, Jefferson Gomes, é fundamental inserir o hidrogênio verde como alternativa de fonte de energia, além de criar mecanismos de apoio e incentivo para viabilização da tecnologia no Brasil. “Temos um grande desafio pela frente, em mostrar que é possível desenvolver outras fontes de energias. O uso do hidrogênio verde ainda é novidade na indústria, mas acreditamos que assumirá um papel importante na transição energética e sustentável no país”, afirma.

A chamada faz parte da categoria Missão Industrial e as inscrições podem ser feitas por meio da Plataforma Inovação para a Indústria. Empresas, startups, instituições de Ciência e Pesquisa, públicas ou privadas, interessadas em solução e desafios para desenvolvimento da cadeia de hidrogênio verde no País têm até o dia 19 de novembro para se inscreverem.

O investimento inicial neste projeto é de até R$ 18 milhões, sendo R$ 3 milhões de contrapartida do SENAI para distribuição, conforme regras pré-estabelecidas em edital. O prazo máximo para execução dos projetos é de 36 meses, contados a partir da data de assinatura do Contrato de Desenvolvimento de Trabalho Técnico e Científico.

A ação será coordenada pelo Departamento Regional SENAI, do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto SENAI de Inovação em Energias Renováveis. O ISI-ER terá um papel fundamental na estruturação e curadoria dos projetos recebidos de acordo com o edital.

Rede Institutos SENAI de Inovação

A Rede de Institutos SENAI de Inovação foi criada para atender as demandas da indústria nacional. Ela tem como foco de atuação a pesquisa aplicada, o emprego do conhecimento de forma prática, no desenvolvimento de novos produtos e soluções customizadas para as empresas ou de ideias que geram oportunidades de negócios.

Os institutos trabalham em conjunto, formando uma rede multidisciplinar e complementar, entre si e em parceria com a academia, com atendimento em todo o território nacional. A rede é composta por 26 Institutos SENAI de Inovação. Desde a criação, em 2013, mais de R$ 1,2 bilhão foram mobilizados em 1.332 projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I).

A estrutura conta com mais de 930 pesquisadores, sendo que cerca de 52% possuem mestrado ou doutorado. Por serem reconhecidos como Instituições de Ciência e Tecnologia (ICT), os Institutos SENAI de Inovação possuem acesso a diversas fontes de financiamento não-reembolsáveis para projetos de PD&I. Atualmente, 15 institutos compõem unidades EMBRAPII e possuem acesso direto a recursos para financiamento de projetos estratégicos de pesquisa e inovação.

Sobre a CTG Brasil

A CTG Brasil trabalha para desenvolver o mundo com energia limpa em larga escala. Segunda maior geradora privada de energia do País, conta com a dedicação de seus talentos locais e está comprometida em contribuir com a matriz energética brasileira, pautada pela responsabilidade social e respeito ao meio ambiente. A empresa tem investimentos em 17 usinas hidrelétricas e 11 parques eólicos, com capacidade instalada total de 8,3 GW. Criada em 2013, é parte da China Three Gorges Corporation, uma das líderes globais em geração de energia limpa.

Relacionadas

Leia mais

O futuro é verde e o SENAI te leva até lá
Hidrogênio verde pode atrair investimentos para o Brasil
SENAI terá dez novas escolas técnicas de energia solar com Cooperação Alemã

Comentários