Veja o resultado final das seletivas do SENAI para o mundial de profissões na Rússia

São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul foram os estados com os melhores desempenhos
A última edição da WorldSkills aconteceu em 2017, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos

A etapa nacional de seleção para a edição de 2019 do mundial de profissões técnicas, a WorldSkills 2019, apresentou o resultado do ranking final dos estados. A classificação foi organizada de acordo com o total de pontos acumulados por medalhas (ouro, prata e bronze). São Paulo ficou em primeiro lugar. O estado participou com 38 competidores e somou 16 medalhas de ouro, 12 de prata e 7 de bronze, e 116 pontos.

Na sequência, estão Minas Gerais e Paraná, ambos com 51 pontos: o primeiro com 29 participantes e 4 medalhas de ouro, e o segundo com 24 participantes e 3 medalhas de ouro. Rio Grande do Sul somou 49 pontos: foram 34 competidores e 4 medalhas de ouro. Foram, no total, 24 estados participantes, mais Distrito Federal, além da equipe do Ministério da Educação. Veja o ranking no final da reportagem. 

Todos os participantes classificados em primeiro e segundo lugar de cada uma das 26 ocupações técnicas da indústria irão agora participar de uma última etapa da seletiva, para desempate, que acontece entre novembro e início de dezembro nos respectivos estados. Nesta última fase, os jovens profissionais terão que alcançar determinados índices técnicos para poder entrar no processo de treinamento, que ocorre de janeiro até final de julho de 2019 em Brasília.

“Os índices técnicos precisam ser superados e, para isso, esperamos que os participantes se debrucem sobre bons treinamentos”, afirmou o especialista em Desenvolvimento Industrial da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e delegado técnico da WorldSkills, José Luís Leitão. A expectativa é levar 62 competidores para a 45° edição do evento, que acontece em agosto em Kazan, na Rússia.

Os candidatos classificados em primeiro e segundo lugar vão passar por outra seletiva, entre novembro e dezembro, para desempatar.

O MUNDIAL DE PROFISSÕES - Realizada há mais de 65 anos, a WorldSkills é o maior campeonato de educação profissional do mundo. Ela acontece a cada dois anos, reunindo jovens de todo o mundo, previamente selecionados em olimpíadas de educação profissional de seus respectivos países, em etapas regionais e nacionais.

Cada modalidade corresponde às profissões técnicas da indústria e do setor de serviço e tem a participação de um representante de cada país, podendo ser uma única pessoa ou uma equipe. Os três participantes com melhor desempenho em cada modalidade recebem medalhas de ouro, prata e bronze. E os que obtêm uma pontuação acima da média recebem uma medalha de excelência.

A 44ª edição foi realizada em 2017, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. Contou com a participação de mais de 1.200 competidores originários de 68 países e distribuídos em 52 ocupações técnicas, nas áreas de construção civil e edificações, artes criativas e moda, tecnologia da informação e comunicação, transporte e logística, tecnologia de manufatura e engenharia e serviços sociais e pessoais. Nesta 44ª edição, foram 56 jovens profissionais na delegação brasileira.

Ao longo de 18 participações, o Brasil já acumulou 136 medalhas. O melhor desempenho da delegação brasileira na história da competição foi na edição de 2015, realizada em São Paulo. Foram 27 medalhas, colocando o Brasil no primeiro lugar do ranking de países. O país conquistou o segundo lugar em três edições: em 2007, em Shizuoka, Japão; em 2011, em Londres, Inglaterra, e na última edição, em 2017, em Abu Dhabi.

Relacionadas

Leia mais

SELETIVAS WORLDSKILLS: Conheça os vencedores das provas de 9 a 14 de setembro
SENAI do Ceará sedia seletiva de Mecatrônica para a WorldSkills 2019
Brasil recebe passagem da bandeira da WorldSkills na Olimpíada do Conhecimento

Comentários