SENAI Santa Catarina prepara estudantes russos para mundial de profissões

Jovens que disputarão a WorldSkills treinaram Engenharia de Moldes e Manufatura Integrada em Joinville. Alunos do SENAI São Paulo também participaram do treinamento
Daniil Tugulev trabalha no polimento das cavidades nos moldes (Foto: André Kopsch)

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) de Joinville recebeu estudantes russos que estão se preparando para a WorldSkills, a maior competição de educação profissional do mundo.

Os jovens Maria Kumaritova, Shamil Khakimov e Daniil Tugulev vão competir na modalidade Plastic Die Engineering (Engenharia de moldes), e Fedor Timokhov, Daniil Barkov, Evgenii Drimalovskii e Igor Kuzminykh em Manufactoring Team Challenge (Manufatura integrada).

O mundial será em Kazan, na Rússia, de 22 a 27 de agosto.  

“Eu vim ao Brasil para me preparar para a WorldSkills. O SENAI é um bom lugar com uma base de estudos muito grande. Fizemos novos amigos, como Vitor e Lucas (alunos de São Paulo), concorrentes em nossa modalidade”, comenta Daniil Barkov, de 19 anos. 

Os países que participam da WorldSkills promovem entre si intercâmbio para que os alunos conheçam diversas técnicas ligadas à ocupação que disputam no mundial. “A disponibilidade de equipamentos especiais para agilizar o processo de trabalho, o desempenho e a versatilidade dos equipamentos produzidos no Brasil, o alto nível e experiência de especialistas e uma atmosfera amigável tornam a capacitação no Brasil extremamente útil. Dessa forma, podemos avaliar o nível dos nossos alunos”, avalia Artur Gareev, vice-diretor do Instituto de Pesquisa Científica de materiais de construção com base em grafite (NII Graphite), que acompanha os estudantes russos em Santa Catarina.

Shamil Khakimov define os parâmetros para a produção de peças (Foto: André Kopsch)

Na Rússia, o competidor deve se tornar membro da seleção nacional para participar da WorldSkills. Os estudantes participam de ciclos que consistem em três semanas de treinamento e uma semana de descanso. Cada um tem um diagrama de evolução para os resultados do treinamento. 

Os estudantes russos são orientados pelos professores do SENAI Dinor Martins Junior, de Joinville, e Alan Quiterio, de São Paulo. “Eles participarão de um treinamento em Engenharia de Moldes para Polímeros e Manufatura Integrada. Somos um dos principais polos industriais do país e, portanto, referência nesse campo. Compartilhar o conhecimento adquirido no SENAI é com certeza uma experiência fantástica para nossos alunos ”, explica Martins Junior.

Alunos paulistas também se prepararam em SC para o mundial (Foto: André Kosch)

Os paulistas Lucas Washington, Vinicius Ribeiro e Bruno Claro, que representarão o Brasil nas duas modalidades, também participam do treinamento. 

Treinamento em TI – O estudante Eduardo Hermann, do SENAI de Blumenau, também participou de intercâmbio na Austrália de 10 a 14 de abril. Ele se prepara para competir em IT Network Systems Administration (Administração de Redes de Computadores). “Esta competição é um teste das principais tecnologias que serão aplicadas em Kazan, com isso, consegui absorver muitas ideias e novas tecnologias que são tendência no cenário mundial da nossa área. O trabalho daqui até a Worldskills ficará mais intenso, com o intuito de corrigir falhas e aprimorar processos já dominados”, comenta. 

A WorldSkills Kazan 2019 será realizada de 22 a 27 de agosto, na Rússia. O evento é organizado pela WorldSkills International, entidade que trabalha, desde 1950, para o desenvolvimento e a excelência das ocupações técnicas. O torneio reúne, de dois em dois anos, competidores de países e regiões das Américas, Europa, Ásia, África e Pacífico Sul. A expectativa brasileira para este ano é estar entre os melhores times do mundo e, se possível, repetir o feito obtido em São Paulo, em 2015, quando a equipe foi a campeã. Na edição de Kazan, participarão 70 países e 1,5 mil competidores.

Na Austrália, Eduardo (e) treinou com competidores da Rússia e da China

Relacionadas

Leia mais

Competidor da WorldSkills quer surfar uma boa onda na web
Competição mundial de profissões técnicas é oportunidade para ser visto por empresas
VÍDEO: SENAI prepara competidores russos para a WorldSkills 2019

Comentários