Instrutora do SENAI cria cordel para facilitar o aprendizado de matemática aplicada

O projeto busca mostrar uma experiência de leitura, produção e circulação de um gênero artístico de grande simplicidade e características peculiares que representa a cultura nordestina
Todo projeto foi executado pelos alunos do curso técnico

Para tornar o estudo da matemática mais agradável, a instrutora do curso técnico em Administração do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), na cidade de Patos, propôs aos alunos a criação de um cordel, aliando a didática do conhecimento matemático com a simbologia cultural. A publicação foi elaborada, na aula de Matemática Aplicada, sob a orientação da instrutora, Terezinha Pereira Nogueira. 

“A ideia surgiu quando falamos para os alunos que iríamos iniciar a disciplina de Matemática Aplicada, e percebemos que eles não tinham muita afinidade com a matéria, então, pensando em reverter essa situação, procuramos algo que pudesse mostrar a matemática de uma forma diferente, como eles não estão acostumados, e a partir daí surgiu a ideia do cordel”, explicou a instrutora. 

O projeto busca mostrar uma experiência de leitura, produção e circulação de um gênero artístico de grande simplicidade e características peculiares que representa a cultura nordestina, utilizando textos simples de caráter criativo e lúdico, que contribuem para desmistificar as falas negativas sobre a disciplina da matemática. 

O “cordel na matemática” foi o tema sugerido pela professora, e os alunos usaram a criatividade para fazer o folheto, abordando temas como a origem da disciplina, e as operações aritméticas.

“Achei o projeto bastante desafiador, porque além de ser um tema muito complexo, geralmente o cordel é mais relacionado a romances, as relações humanas. Então fazer um cordel com a temática matemática, é desafiador, tanto para compor as estrofes, como para criar uma rima entre elas, como também para fazer a arte, a xilogravura para animar o cordel, foi bem difícil, principalmente porque buscamos construir um cordel mais didático com informações sobre a história da matemática, e na internet, praticamente não encontramos elementos que nos ajudassem nesse processo”, comentou a estudante, Yasmin Lima de Freitas, uma das participantes do projeto.

Após a conclusão, os alunos montaram uma animação em vídeo, associando a xilogravura, com a rima do cordel, uma atividade interativa, que foi apresentada, esta semana virtualmente para os alunos e professores do curso.

De acordo com a instrutora Terezinha Nogueira, diante dos resultados que a iniciativa trouxe, facilitando e até tornando mais estimulante as aulas de Matemática Aplicada, o projeto será desenvolvido com outra turma do curso técnico em Administração.

Relacionadas

Leia mais

Confira os destaques da Agência CNI de Notícias
Educação voltada para atividades produtivas será fundamental no pós-pandemia
A distância: SENAI está com vagas abertas para você estudar em casa

Comentários