Estudantes do SESI são homenageados no Palácio do Planalto

Alunos de Goiás foram recebidos na quarta-feira (28), pelo presidente Jair Bolsonaro. O grupo venceu o torneio de robótica na Universidade da NASA, nos Estados Unidos, e aproveitou encontro para defender educação do SESI
Os estudantes levaram o chicletes de pimenta para o presidente

Depois de vencer o torneio de robótica na Universidade da NASA, nos Estados Unidos, e de receber um certificado da Agência Espacial Brasileira, os estudantes do SESI Canaã, de Goiânia, foram recebidos nesta quarta-feira (28), pelo presidente Jair Bolsonaro. O grupo faz parte da equipe Gametech Canaã, que na temporada de robótica sobre o espaço - Into Orbit (em órbita) - decidiu criar um chiclete de pimenta para astronautas. 

Em evento oficial no Palácio do Planalto, Bolsonaro parabenizou os alunos e até provou os chicletes. O ex-astronauta e ministro de Ciências e Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Marcos Pontes, também experimentou a criação de sucesso dos meninos. 

A inovação surgiu durante as pesquisas do grupo para a temporado Into Orbit. Por conta da gravidade, os astronautas ficam com as vias superiores congestionadas e não conseguem sentir o sabor dos alimentos. Para aliviar o problema, são utilizados medicamentos para desobstruir as vias nasais. Porém, o hábito de usar continuamente esse tipo de remédio, além de viciar, pode causar problemas de saúde. A solução criada foi o chiclete, que é uma goma de mascar feita com componentes da pimenta.

Os estudantes campeões saíram em defesa do Sistema S

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (FIEG), Sandro Mabel, ressaltou a possibilidade de usar o chiclete com pimenta para devolver o sabor a pessoas com paladar reduzido, não apenas em viagens espaciais. “Fiquei impressionado pela rapidez dessa meninada em aprender. Eles descobriram uma solução que o mundo inteiro buscava”, afirmou.

Durante o bate-papo presidencial, os alunos do SESI aproveitaram para fazer a defesa do Sistema S. O estudante Cairo Gabriel Silva, 16 anos, pediu ao presidente para repensar sobre um possível corte nos recursos do Sistema. "Com o corte, alunos teriam de deixar as salas de aulas e isso teria um grande impacto tanto no SENAI, quanto no SESI. Falei pra ele que se o corte ocorresse, talvez hoje não teríamos aqui seis alunos, mas apenas quatro. Dois alunos a menos, dois profissionais que não seriam capacitados pelo Sistema S", disse. 

Presidente da FIEG, Sandro Mabel e o deputado Glaustin da Fokus

A homenagem no Palácio do Planalto foi uma iniciativa do deputado federal Glaustin da Fokus (PSC-GO). O parlamentar também reforçou o pedido dos estudantes da defesa do Sistema S. "Já estudei no SESI Vila Canaã, em Goiânia. Sou fruto desse ensino e a conquista desses meninos reforça a importância do Sistema S. Nós acabamos de fazer um apelo ao presidente da República que não mexa no Sistema. O corte que circula nos bastidores vai prejudicar e muito", finalizou. 

SAIBA MAIS - Já começou a nova temporada do Torneio de Robótica FIRST LEGO League. Acompanhe tudo sobre o desafio City Shaper (construindo cidades inteligentes e sustentáveis) no site do Torneio de Robótica FIRST LEGO League aqui na Agência CNI de Notícias e nos perfis do Torneio no Instagram e Facebook

Relacionadas

Leia mais

SESI promove evento sobre novo desafio de  robótica a estudantes de São Paulo
Quer participar do Torneio SESI de Robótica? 6 dicas pra você brilhar
A vida nas cidades é o tema da nova temporada do Torneio de Robótica FIRST LEGO League

Comentários