De tijolinho por tijolinho, competidor brasileiro construiu seu caminho para Rússia

O paulista, que vai disputar na modalidade Construção em Alvenaria, se apaixonou pela área no momento em que viu os colegas treinando para competições nacionais
Emmanuel admirava os colegas se preparando e sonhava com sua vez

A curiosidade pela área de Construção Civil levou o paulista Emmanuel Evangelista da Cruz a mudar os planos de vida. É que no corredor de acesso à salas de aula de Mecânica estavam outros alunos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) em treinamento para a Olimpíada do Conhecimento. A modalidade? Construção em Alvenaria.

“Eu me interessei pela ocupação. Sempre pensava, nossa que legal. Imagina eu ali um dia”, diz.

A imaginação do jovem foi virando realidade quando ficou sabendo de uma pré-seleção de alunos, que seriam treinados para disputar uma vaga em outra competição. O resultado de tudo isso é que Emmanuel agora vai para a Kazan, na Rússia, representar o Brasil na maior competição de educação profissional do mundo, a WorldSkills.

“Ainda tá caindo a ficha dessa viagem. E é muito gratificante saber que posso representar minha escola, minha cidade e meu estado. Dá uma certa ansiedade também”, afirma. Empolgado com oportunidade internacional, é lá fora que Emmanuel pretende estudar Engenharia Civil e fazer carreira.

Relacionadas

Leia mais

O apetite pelo desafio move Bianca a ir mais longe
O pé está sempre na estrada, mas o foco de Daniela é a WorldSkills
Entre o futebol e a programação, jovem escolheu representar o Brasil na WorldSkills

Comentários