Alunos do SESI são medalhistas em Olimpíada de Matemática Internacional

Três estudantes de Gravataí (RS) foram destaque. As provas foram realizadas no dia 16 de agosto, em inglês, e o conteúdo corresponde ao ano escolar de cada participante
Podem participar da competição: estudantes que estão cursando a partir do 2º ano do ensino fundamental até a 3ª série do ensino médio

Os estudantes Rayane da Silva Rhoden (3º ano), Arthur Matias Meyer Graeff (3º ano) e Ariel Maciel Biaggi (2º ano), do Serviço Social da Indústria (SESI) do Rio Grande do Sul, receberam medalha de bronze na Asia International Mathematical Olympiad (Aimo 2020) - olimpíada internacional de matemática realizada on-line, em inglês. Também participaram os alunos Marcelo Citadin (3º ano), Bruna Blun (3º ano) e Luis Gabriel Figueiredo da Silva Gomes (2º ano).

A Aimo é uma iniciativa conjunta de três das melhores instituições mundiais dedicadas ao estímulo ao ensino da Matemática: Asian Mathematical Olympiad Union, China Education Research Association e Hong Kong Mathematical Olympiad Association.

“Seja no ensino médio, na Educação de Jovens e Adultos (EJA) ou na Educação Continuada, o SESI tem uma metodologia voltada para o mundo do trabalho. Preparamos o aluno para o futuro”, destaca o superintendente do SESI/RS, Juliano Colombo.

As provas foram realizadas dia 16 de agosto e o conteúdo corresponde ao seu ano escolar. O anúncio foi feito neste final de semana. A competição é individual para escolas convidadas pelas secretarias regionais da instituição e podem participar estudantes do 2º ano do ensino fundamental até a 3ª série do ensino médio. A iniciativa busca estimular o interesse pela Matemática e promover a melhoria no aprendizado dos conteúdos.

A Aimo é realizada desde 2012 (Hong Kong – 2012, Taiwan – 2013, China – 2014, Tailândia – 2015, Hong Kong – 2016, Malásia – 2017, Tailândia - 2018, Taiwan - 2019) com a participação anual de mais de 2 mil estudantes de 15 países ou regiões do mundo: Brasil, Bulgária, Casaquistão, China, Cingapura, Coréia do Sul, Filipinas, Hong Kong, Indonésia, Macau, Malásia, Myanmar e Taiwan. Desde 2017, mais de 400 estudantes brasileiros já participaram.

Para o SESI, essas conquistas mostram como é importante inovar nos métodos de ensino. “O grande objetivo é capacitar os estudantes de maneira diferenciada, utilizando modernas técnicas de ensino e ferramentas tecnológicas disponíveis hoje, inserindo aspectos de cultura geral, empreendedorismo, educação financeira, valores e muitas outras questões do dia a dia que são necessárias para formar o aluno para o mundo do trabalho e para a vida", explica a gerente de Educação do SESI/RS, Sônia Bier. “Nossos bons resultados sinalizam que estamos no caminho certo”, lembra.

Relacionadas

Leia mais

Conheça as mais de 1.230 vagas de estágio do IEL abertas em vários estados do país
Ex-aluno do SESI recebe bolsa para estudar música e artes em Nova York
SESI do Pará doa R$10 mil e equipamentos para grupo de atletas cadeirantes

Comentários