Alunos do SESI participam de Mostra Brasileira de Foguetes

Participantes serão avaliados por banca examinadora. As equipes que conseguirem os melhores lançamentos vão ganhar medalhas e representar o Brasil em competição sul-americana
Equipe do SESI Paulista que vai participar da 13ª Mostra Brasileira de Foguetes

Foram quase dois meses de trabalho. No dia do lançamento, o foguete projetado e construído por alunos Escola do Serviço Social da Indústria (SESI) Paulista, em Pernambuco, alcançou mais de 140 metros de distância da base. Resultado que garantiu a participação dos três estudantes que participaram do projeto, em uma competição nacional.  

Vitória de Freitas, Everton Freitas e Jéssica de Aquino, todos do 2º ano do Ensino Médio vão participar da 13ª Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), no Rio de Janeiro, entre os dias 29 de outubro e 1º de novembro. 

A MOBFOG é uma olimpíada experimental que reúne estudantes de escolas públicas e particulares do Ensino Fundamental e Ensino Médio e estimula o interesse dos jovens pela astronáutica, astronomia, física e ciências afins. Na competição são avaliados os melhores projetos de construção e lançamento de foguetes criados com garrafa pet.

Para conquistar a classificação no torneio, os alunos do SESI Paulista trabalharam em equipe. “Fizemos pesquisas sobre astronáutica, assistimos vários vídeos de lançamento de foguetes e realizamos testes cinco dias por semana com materiais fornecidos pelo SESI até chegar no resultado desejado”, disse Jéssica de Aquino, de 16 anos. Ela contou que a iniciativa provocou o interesse dela e dos outros jovens pelas disciplinas de ciências e estimulou o desenvolvimento de novas habilidades. “A experiência de criar um foguete foi ótima. Nos uniu como equipe e despertou a vontade de aprender mais química. Agora, nosso objetivo é aprimorar a base de lançamento e deixar o foguete mais estético”, conta a jovem. 

Responsável por orientar e acompanhar todas as etapas de elaboração e execução do foguete, o professor Mário Sérgio Oliveira destaca que os estudantes estão entusiasmados e empenhados em obter um bom resultado na etapa nacional. “Eles têm treinado, semanalmente, no campo de futebol do SESI Paulista e realizado diversos testes para deixar o foguete mais ágil e não correr o risco de ter vazamento de pressão. Todos estão motivados em aprender, buscar melhorias e solucionar os possíveis problemas”, falou.

Durante a MOBFOG, os participantes serão avaliados pela banca examinadora através de diferentes conceitos: originalidade, acabamento, segurança e apresentação da equipe. Os times que tiverem os maiores alcances serão premiados com medalhas e selecionados para representar o Brasil na etapa sul-americana. Em 2018, 120.000 estudantes disputaram a fase nacional.

A superintendente do SESI-PE, Cláudia Cartaxo, enxerga a iniciativa como uma excelente oportunidade de aprendizado. “A Mostra Brasileira de Foguetes promove a difusão de diversos conhecimentos, além de ser uma forma divertida e lúdica de ensinar física, química, matemática, engenharia e aerodinâmica. É por esse motivo que o SESI-PE estimula o espírito competitivo saudável entre os alunos e está na torcida para a equipe do SESI Paulista conquiste a tão almejada vaga na etapa internacional”, diz Cláudia. 

Relacionadas

Leia mais

Desafio da NASA? Temos!
Alunos do SESI levam a prata na Olimpíada de Astronomia e Astronáutica
Lançada nova temporada do Torneio SESI de Robótica FTC

Comentários