Alunos do SESI Alagoas ganham troféu na Mostra Brasileira de Foguetes

Estudantes construíram foguete com garrafa pet. Na olimpíada experimental, os competidores devem lançar foguetes o mais distante possível
Alunos do SESI Cambona ganharam troféu na competição

"Ai, meu Deus! Este foi na Lua!”, vibrou o locutor da Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), durante o lançamento feito pelos alunos da Escola do Serviço Social da Indústria (SESI) Cambona, de Alagoas, na competição realizada em Barra de Piraí (RJ). 

Enquanto isso, os alunos pulavam de alegria. Eles acreditavam que o voo do foguete construído a partir de garrafa pet renderia um troféu para a equipe do SESI Alagoas. E eles estavam certos! A equipe formada pelos alunos Letícia Kishimoto, Maria Vitoria Torres e Robson Matheus, ganhou o prêmio no Nível 4 – categoria Ensino Médio.

Durante os quatros dias do evento, estudantes de todo o Brasil participaram de palestras, oficinas e montagens de foguetes feitos com PVC e papel, além do momento mais esperado por eles: os lançamentos.

Professoras do SESI Cambona (AL) avaliam que a competição é muito positiva para o aprendizado dos jovens

A coordenadora de Educação Básica do SESI/AL, Elaine Lopes, explica que a MOBFOG é uma olimpíada inteiramente experimental, pois os estudantes devem construir e lançar foguetes, a partir de uma base de lançamento, o mais distante possível. “Foguetes e bases de lançamentos são construídos pelos próprios alunos, que aplicaram, na prática, toda a teoria vista em sala de aula, por meio dos componentes curriculares de Ciências, Física e Geografia”, disse.

A competição também é positiva para o aprendizado, destaca a professora de Geografia, Andréa Souza. “Esses eventos são fundamentais para o crescimento dos alunos, pois, ao trabalharem de forma interdisciplinar, desenvolvem a habilidade para o trabalho em equipe, reflexão e resolução de desafios”, afirmou. 

Relacionadas

Leia mais

Inscrições abertas para o torneio SESI de Robótica FTC
Barco-escola Samaúma é destaque no Caldeirão do Huck
Ei, NASA, olha estes projetos brasileiros!

Comentários