Empreendedorismo com a força da indústria e doações para o Rio Grande do Sul

Desde a arrecadação de mais de 50 toneladas de doações para o RS até ações do Dia das Mães, a semana da indústria terminou cheia de novidades.

Capa do Brasil Indústria com uma mulher, carro e robôs.

As federações finalizaram a semana investindo em empreendedorismo, educação e ações artísticas, além de continuar a mobilização para ajudar as vítimas vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. Confira todos os destaques!

FIESC encaminha 2,2 milhões de copos plásticos para ajudar vítimas das chuvas no RS

A Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) encaminhou, nesta quarta-feira (15), 2,2 milhões de copos plásticos ao Rio Grande do Sul, que desde o início do mês enfrenta o pior desastre climático da sua história e um dos mais devastadores já vistos no país, impactando gravemente a indústria.

O envio busca ajudar equipes de resgate, forças de segurança, voluntários, trabalhadores, unidades de saúde, famílias em abrigos e milhares de pessoas em residências com abastecimento comprometido ou sem água para lavar louças.

Dentro de uma indústria, um homem puxa uma estrutura que carrega diversas caixas de copos.
Indústrias de Içara são parceiras nessa iniciativa. Foto: Divulgação

Os copos são um complemento às doações de água potável vindas de todo o país, permitindo um consumo seguro do líquido do ponto de vista sanitário. Eles foram comprados de duas indústrias de Içara, a Cristalcopo e a Copaza. A Copaza aproveitou a oportunidade e enviou outros 500 mil copos.

O presidente da FIESC, Mario Cezar Aguiar, disse que a indústria de Santa Catarina está empenhada em ajudar as vítimas do desastre no Rio Grande do Sul. “Este é um momento de sermos solidários, de nos unirmos para suprir necessidades básicas e aliviar o sofrimento do povo gaúcho”, frisou.

Mães da FIERO, SENAI, SENAI e IEL homenageadas nas unidades do DR-RO

Mães FIERO, SENAI, SENAI e IEL juntas com os presentes em mãos
Homenagear o Dia das Mães na empresa é um gesto que faz a diferença!

Feliz Dia das Mães! Colaboradoras da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (FIERO) e das casas SESI, SENAI e IEL que trabalham na Casa da Indústria, em Porto Velho, foram homenageadas pelo Dia das Mães, cuja data é festejada no segundo domingo de maio. A ação foi idealizada e realizada conjuntamente pelas equipes de cerimonial e do Recursos Humanos. 

Em nome do presidente Marcelo Thomé, o superintendente da FIERO, Gilberto Baptista, o superintendente do SESI-IEL e diretor regional do SENAI-RO, Alex Santiago e o diretor jurídico Marcelo Lessa estiveram nas estações de trabalho para entregar uma lembrança personalizada para cada uma das mães, que também receberam outro mimo enviado pela doutora Marciana Froio, do SESI Clínica de Porto Velho. 

De acordo com Lídia Lima, da Coordenação de Planejamento, Orçamento e Finanças, além da celebração entre a família, o Dia das Mães também é muito importante para o ambiente de trabalho. “Isso porque a data é uma oportunidade para as empresas demonstrarem de forma prática a valorização do time, além de promover um espaço mais acolhedor e engajar a equipe. Gratidão ao Sistema por mais um ano nos homenageando”, disse.

Entidades empresariais gaúchas entregam programa conjunto de recuperação do RS ao presidente Lula

A Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS), a Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado do Rio Grande do Sul (Fecomércio-RS), o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-RS), a Federação de Entidades Empresariais do Rio Grande Sul (Federasul) , a Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul) e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RS) constituem um grupo que elaborou o Programa de Recuperação Econômica e Social do Rio Grande do Sul, batizado de Resgate-RS. Ele engloba sete projetos legislativos que abrangem as três esferas: Federal, Estadual e Municipal.

Coordenado pelas Federações Empresariais, e tendo como suporte técnico o advogado Rafael Pandolfo, o programa proposto foi entregue ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta quarta-feira (15), na visita realizada ao Rio Grande do Sul. Estiveram presentes na ocasião também o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, entre outras autoridades.

Segundo reforçam as entidades, a partir da premissa de que não há capacidade contributiva em meio à destruição, a necessidade de aprovação dos projetos é clara e urgente: assegurar as medidas tributárias necessárias para a reconstrução da atividade econômica, dos empregos e das vidas de milhões de pessoas.

Doações ao RS: SESI e SENAI Amapá fazem campanha para recebimento de itens  

O SESI e o SENAI Amapá estão recebendo itens essenciais que serão enviados à população do Rio Grande do Sul. A ação denominada “Indústria Solidária” mobiliza as instituições de todo o Brasil. 

As unidades SESI (Av. Desidério Antônio Coelho, s/n – Trem) e SENAI (Av. Padre Júlio Maria Lomabaerd, 2000 – Santa Rita) de Macapá e a unidade integrada (Av. B1, s/n – Vila Amazonas) de Santana são pontos de coleta para quem deseja fazer parte da rede de solidariedade, por meio de doação de água, fraldas e itens de higiene pessoal. 

A superintendente do SESI e diretora de operações do SENAI Amapá, Alyne Vieira, reforça a importância de estar junto, apoiando as ações, seja com doações ou compartilhando o conteúdo com os contatos. 


“O momento que o povo gaúcho vive é de catástrofe e pede de cada um de nós uma atitude que possa amenizar os problemas e melhorar as condições das pessoas. Junte-se à nós nessa mobilização", completou a gestora.


Também é possível contribuir financeiramente por Pix, enviando a doação para a Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS), a partir da chave e-mail: [email protected].

Estado do Pará ganha Observatório da Indústria 

Empresários sentados com um telão brilhante à frente durante a inauguração do Observatório.
O Observatório é direcionado a empresários locais, nacionais e a potenciais investidores internacionais com interesse em fazer negócios na região.

O Sistema Federação das Indústrias do Estado do Pará (Sistema FIEPA) inaugurou o Observatório da Indústria do Pará, um centro de inteligência dedicado à análise, monitoramento, pesquisa e informações relevantes e atualizadas sobre tendências, desafios e oportunidades do setor industrial do Pará.

De acordo com o presidente da FIEPA, Alex Carvalho, a expectativa é de que o Observatório atue como um referencial de informações para subsidiar a tomada de decisões estratégicas para o desenvolvimento das indústrias do Estado.


“A partir do trabalho desenvolvdo pelo Observatório, vamos conseguir dados econômicos, estatísticas de produção, análises de mercado e outras fontes de dados confiáveis e relevantes para fornecer uma visão abrangente da atividade industrial e seus impactos na economia de nosso estado, antecipando cenários e formulando projeções futuras", explicou Alex.


Sediado no prédio da FIEPA em Belém, com equipe própria especializada, o espaço foi introduzido para empresários, entidades parceiras do setor produtivo e instituições acadêmicas e de pesquisa. Foi possível conhecer as soluções da nova plataforma de negócios que nasce com a missão de contribuir para a melhoria do desempenho socioeconômico da região.

Colônia de Férias FIRJAN SESI está com inscrições abertas para todo RJ

A Colônia de Férias da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN) e SESI-RJ está pronta para receber crianças durante as férias escolares de inverno. Entre os dias 15 e 26 de julho, será oferecida programação repleta de brincadeiras, oficinas, atividades esportivas e de lazer. As inscrições estão abertas de 13/05 a 15/07 e podem ser feitas nas próprias unidades FIRJAN SESI.

Garotinhas saindo da natação com a camiseta da Colônia de Férias FIRJAN SESI.
Investir em educação é investir no futuro da indústria! Divulgação / FIRJAN

O diferencial da Colônia de Férias FIRJAN SESI está na programação, com turmas divididas por faixa etária, para crianças entre 4 e 14 anos, o que garante dinâmica e atenção nas atividades. Elas serão divididas em turmas de 4 a 5 anos, 6 a 7 anos, 8 a 10 anos e 11 a 14 anos.

Os participantes desfrutarão da infraestrutura dos Centros de Promoção da Saúde FIRJAN SESI, supervisionados por uma equipe de profissionais. A programação inclui oficinas de culinária e alimentação saudável, mindfulness kids e dança, além de diversas modalidades esportivas, como futebol e vôleibol, atividades maker (dobradura de papel e construção de instrumentos musicais).

Mais informações no site da FIRJAN SESI.

UpLab SENAI prorroga inscrições para Chamada de Aceleração Tecnológica de Startups 

O SENAI-SP prorroga as inscrições para Chamada de Aceleração Tecnológica de Startups até o dia 26 de maio. O programa vai destinar R$ 7,5 milhões, em recursos econômicos próprios, para fomentar a inovação aberta e solucionar desafios da indústria.

A Chamada vai contemplar até 30 startups e destinará até R$ 250 mil em recursos econômicos a cada uma delas, para as fases de Aceleração e Desenvolvimento Tecnológico. Serão aceitos projetos que impactem a indústria nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação, Economia Circular/Sustentabilidade, Conectividade Industrial, Manufatura Avançada, Automação Industrial, Biotecnologia, Materiais Avançados, Metalmecânica e Tecnologias Portuárias.

Para participar, as empresas devem ter até dez anos de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoal Jurídica (CNPJ) e faturamento anual de até 16 milhões de reais. As inscrições podem ser feitas pelo site sp.senai.br até 26 de maio de 2024.

Em uma semana, campanha MS Pela Vida já enviou mais de 50 toneladas de doações ao RS

Após uma semana de operação, a campanha da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (FIEMS) em parceria com o Governo do Estado e a Energisa, "MS Pela Vida - Unidos pelo Rio Grande do Sul" contabiliza números superlativos. Mais de 213 mil itens básicos doados pela população sul-mato-grossense, como roupas, água e produtos de higiene, somam-se a alimentos e ração animal para abastecer caminhões e aeronaves que partem diariamente com destino ao sul do país, em socorro às vítimas do maior desastre ambiental em solo gaúcho. Mais de 50 toneladas de donativos já foram enviadas ao sul do país, em uma ação que contou com o trabalho de 1,5 mil voluntários até o momento.

Ao destacar a parceria da iniciativa privada com o poder público para viabilizar a campanha, o presidente da Fiems, Sérgio Longen, chamou a atenção para o alerta das mudanças climáticas e o que a sociedade pode fazer para mitigar os riscos da ação do homem sobre o meio ambiente.


"A catástrofe do Rio Grande do Sul nos traz um alerta para o clima. Precisamos entender essa mensagem e avaliar o que fazer com essa mensagem. Temos alguns programas de neutralização de carbono avançando no Estado, estamos construídos no dia a dia. Entendo que cada brasileiro pode fazer a sua parte, como está fazendo hoje em socorro ao Rio Grande do Sul. Vamos avaliar o que cada um de nós pode mudar no dia a dia para que a gente não tenha outras catástrofes como essa em nosso país", afirmou Longen.


A FIEMS conta com dois locais para recebimento de doações em Campo Grande, o Edifício Garagem e o Centro de Convenções e Exposições Albano Franco. Parceiros da campanha também recebem donativos em pontos da capital e do interior do estado. Confira mais informações no site da federação.

Exposição "O Futuro das Profissões" desembarca na Casa FIRJAN

A exposição O Futuro das Profissões parte da premissa de que 85% das ocupações que existirão em 2030 ainda não foram criadas. Depois de uma temporada de sucesso em Brasília, onde atraiu mais de 170 mil visitantes, a mostra chegou à Casa FIRJAN para desafiar conceitos e abrir novos horizontes sobre o mundo do trabalho.

A abertura da exposição, desenvolvida pelo SESI Lab, ocorreu nessa terça-feira (14), com a presença do 1º vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN), Luiz Césio Caetano, e da superintendente de Cultura do Serviço Social da Indústria (SESI), Claudia Ramalho. A exposição fica aberta ao público carioca até 21 de julho.

O Futuro das Profissões mergulha no universo em constante evolução das profissões e das formas de trabalhar. "Alertar e discutir sobre o futuro das profissões é um caminho seguro para que juntos possamos compreender as demandas emergentes do mercado de trabalho, bem como as habilidades necessárias para enfrentar os desafios do amanhã – que, como sabemos, não serão poucos", analisou Luiz Césio Caetano.

Homem observando a exposição.
Exposição autoral do SESI Lab aborda aspectos da história recente para compreender o contexto e os problemas atuais do mundo do trabalho. Foto: Camila Vidal

A exposição apresenta experiência visual única, onde depoimentos inspiradores, projeções inovadoras e um quiz interativo sobre profissões do futuro aguardam os visitantes. A expografia, assinada por talentos renomados como Daniela Thomas, Felipe Tassara e Stella Tennenbaum, promete conduzir os espectadores por uma jornada fascinante.

"Essa iniciativa, dentre outras que temos realizado em todo o país, traduzem a missão nacional do SESI Lab enquanto produtor de conteúdos autorais que contribuem para a atuação dos Departamentos Regionais em seus equipamentos culturais e educativos", destacou Claudia Ramalho.

Como participar do Brasil Indústria? 

O levantamento semanal de notícias da indústria é feito pela Agência de Notícias da Indústria, com informações dos estados! Para participar, envie sua sugestão de pauta para nosso e-mail: [email protected].

Capa do Brasil Indústria com uma mulher, carro e robôs.

Relacionadas

Leia mais

Infográfico: o curso de uma tragédia no Rio Grande do Sul
ENEM de graça? Estudantes do SESI têm direito a reembolso da taxa de inscrição do exame
Estágio: IEL abre 1,3 mil vagas com bolsas de até R$ 2,3 mil

Comentários