SESI disponibiliza canal gratuito de telemedicina para ajudar vítimas das chuvas no RS

Por meio do WhatsApp no número (61) 3317-1414, trabalhadores da indústria que moram no estado podem receber assistência e orientações especializadas de saúde

Médica da CNI realizando atendimento remoto a paciente

O Serviço Social da Indústria (SESI) ampliou seu canal de telemedicina para ajudar a população gaúcha neste momento de calamidade pública. Até o momento, segundo a Defesa Civil, pelo menos 172 pessoas morreram, 41 estão desaparecidas e milhares estão desabrigadas e ilhadas. 

Por meio do WhatsApp no número (61) 3317-1414, os trabalhadores da indústria que foram afetados pelas chuvas no Rio Grande do Sul podem receber, gratuitamente, assistência e orientações especializadas de saúde.  

Nesse número, o usuário, inicialmente, será atendido por um chatbot – um assistente virtual – que coletará informações necessárias para o atendimento. Posteriormente, o paciente receberá, pelo e-mail informado, o link de acesso à telemedicina.  

Como ajudar?

Além do serviço gratuito de telemedicina do SESI, a Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS) e a Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC) abriram um canal de ajuda para as vítimas das chuvas, em parceria com a Fundação Gaúcha de Bancos Sociais. Veja: 

PIX
[email protected] /04.580.781/0001-91 

Transferência bancária
Agência 3418-5 
Conta corrente: 6610-9, Av. Assis Brasil, 8787, 
CNPJ 07018374/0001-83 

A FIERGS, por meio da Rede de Bancos de Alimentos e Bancos Sociais, também disponibilizou à Defesa Civil – órgão que atua na contenção da tragédia – cem toneladas de mantimentos, equivalentes a 10 mil cestas básicas.
 

Relacionadas

Leia mais

Combate à dengue: SESI lança canal gratuito de telemedicina para atender trabalhadores da indústria

Comentários