FIEMG se une ao Instituto Mário Penna na luta contra o coronavírus

Por meio da parceria, mineiros terão novos leitos para tratamento da covid-19, doença causada pelo vírus
Mineiros terão novos leitos para tratamento da covid-19

A indústria mineira está mobilizada e atenta às dificuldades enfrentadas pelo sistema de saúde em decorrência da pandemia do novo coronavírus. Uma das ações lideradas pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG) foi a entrega do Centro de Referência de Enfrentamento à covid-19 José Rodrigo Machado Zica, no Instituto Mário Penna. O novo espaço conta com 60 leitos exclusivos.

A parceria entre FIEMG e Instituto Mário Penna foi firmada para a criação do Centro e, por meio de mobilização empresarial, a Federação e as indústrias mineiras contribuirão com 50% dos custos, com um montante de aproximadamente R$ 4 milhões.

Para a implantação total dos 60 leitos, serão necessários R$ 7.971.603,34 milhões. O valor arrecadado vai possibilitar que o hospital realize a contratação de profissionais de saúde, a compra de equipamentos, itens e materiais de hotelaria como camas, colchões e travesseiros, além de materiais hospitalares como luvas, máscaras, insumos de higienização e ainda realize obras de manutenção.

“As indústrias mineiras, assim que receberam o chamado, contribuíram e abraçaram esta campanha. Estamos colocando os equipamentos e vamos manter a estrutura durante toda a pandemia”, disse o presidente da FIEMG, Flávio Roscoe.

A escolha do nome do espaço também foi destacada pelo líder empresarial que aproveitou a oportunidade para reafirmar o papel de Zica. “Não posso deixar de falar sobre a importância da escolha do nome do Centro José Rodrigo Machado Zica, um exemplo de pessoa e de industrial que aqui recebe esta homenagem”, afirmou Roscoe.

O diretor administrativo do Instituto Mário Pena, Marco Antônio Viana Leite, ressaltou que o apoio da sociedade é fundamental para que a instituição realize o trabalho. “Se não fosse pelas doações, a gente não sobreviveria. Esse é um momento importante, quando concretizamos mais essa realização e a FIEMG capitaneou esse projeto conosco. Diante desta pandemia, vemos que é o momento de demonstrar que podemos fazer a nossa parte e de olharmos todos na mesma direção”, declarou.

Presente na cerimônia de inauguração do Centro de Referência de Enfrentamento à Covid-19 José Rodrigo Machado Zica, o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, destacou que a união dos mineiros está fazendo a diferença. “Minas tem sido um exemplo na condução dessa epidemia. Quero me empenhar ao máximo para que possamos continuar assim e retomar de forma segura a nossa atividade econômica. Não quero menosprezar o vírus, mas temos conseguido guerrear bem com esse inimigo desconhecido”, afirmou.

Nome do centro homenageia industrial

Henrique Simões Zica, filho do homenageado e presidente do Sindicato das Indústrias de Ferroligas e de Silício Metálico no Estado de Minas Gerais, ressaltou a alegria em fazer parte do projeto e o reconhecimento do trabalho do pai. “Somos gratos em participar desse projeto que vai ajudar a melhorar a vida dos mineiros. Em meio ao caos, descobrimos a capacidade do ser humano em ser fraterno”.

José Rodrigo Machado Zica foi um dos fundadores da Minasligas e a Delp Engenharia Mecânica. Formou-se em Administração de Empresas, Economia e Ciências Contábeis. Ao longo da sua trajetória como industrial, contribuiu com várias entidades de classe.

A Indústria contra o coronavírus: vamos juntos superar essa crise

Acompanhe todas as notícias sobre as ações da indústria no combate ao coronavírus na página especial da Agência CNI de Notícias.

Relacionadas

Leia mais

SENAI do Paraná empresta maquinário para confecção de EPIs
Ministério Público recebe máscaras produzidas pelo SENAI de Rondônia
FIEC finaliza protótipo de capacete de respiração assistida

Comentários