#FLLTáOn: Santa Catarina inicia as etapas regionais da competição FIRST LEGO League

Mesmo virtualmente, as equipes se fantasiaram e participaram dos desafios comandados pelos apresentadores Bruno e Victor

Respeitando o distanciamento social, os apresentadores Bruno e Víctor comandaram a diversão do regional de Santa Catarina

Com muita animação, brincadeiras e espírito de equipe, Santa Catarina deu o pontapé inicial à temporada da FIRST LEGO League – Challenge (FLL), organizada pelo Serviço Social da Indústria (SESI) no Brasil. A competição de robótica conta com a participação de estudantes de 9 a 17 anos completos a partir de 1 de janeiro de 2021 de escolas públicas e privadas.

O evento de SC, realizado nos dias 9 e 10 de abril, classificou quatro equipes do SESI SENAI de Santa Catarina para o Festival Nacional SESI de Robótica. São elas: Tecnorob Evolution, de Brusque, AgroRobots, de Concórdia, Carvoeiros Robots, de Criciúma, e TechMaker, de Blumenau.

Devido à pandemia do coronavírus, toda a competição é realizada pela plataforma oficial desenvolvido pela FIRST, a FIRST Remote Event Hub (REH). A forma inédita de realização foi um desafio e tanto para os organizadores e para as equipes.

As estudantes Rebeca Tavares, da TechMaker, e Sofia Mafra, da Tecnorob Evolution, ambas com 15 anos, já são veteranas na FLL. Elas participaram da temporada 2019/2020 City Shaper (cidades inteligentes e sustentáveis) e contam que a nova temporada, on-line, foi uma experiência inovadora e interessante.

Rebeca explica que sua equipe teve um grande apoio para se preparar para o torneio remoto. “Nós tínhamos uma equipe de apoio que tirava dúvidas e nos ajudava com o que a gente precisava. Eles também fizeram alguns hangouts de simulado, como se fosse a competição oficial. E isso ajudou bastante para que a gente tivesse uma noção de como a etapa regional iria funcionar”, a jovem relata.

A equipe SESI SENAI Tecnorob Evolution foi a grande vencedora do regional

O tema da temporada 2020/2021 é “RePLAY – esportes e brincadeiras que movimentam o corpo e evitam o sedentarismo” e desafia as equipes a pensarem em formas de incentivar a prática de atividades físicas para garantir uma melhor qualidade de vida, evitar o sedentarismo e promover a saúde.

A equipe AgroRobots percebeu que diabéticos não conseguiam se exercitar devido a lesões que a doença causa nos pés. Desta forma, eles criaram o OI Cream, uma pomada com base medicinal que previne e trata os machucados, possibilitando a prática de atividades físicas. Além disso, a equipe destaca que trinta minutos de exercício gera insulina que, por sua vez, combate a diabetes.

Já a TechMaker investiu na tecnologia de aplicativos. Eles desenvolveram o EsporTECH, um app que promove a integração entre pessoas e locais para a prática de esportes. O aplicativo possibilita a aproximação de pessoas interessadas em determinado esporte e mostra onde elas podem encontrar locais adequados para se exercitar.

Deficiência física não é impedimento para praticar esportes

Preocupados com a saúde de pessoas com deficiência física, as equipes Tecnorob Evolution e Carvoeiros Robots desenvolveram Projetos de Inovação para aumentar a qualidade de vida destas pessoas.

A Tecnorob Evolution, premiada com o 1º Lugar, desenvolveu a Esteira Portátil para Cadeirantes, a EPC. O suporte retangular possui quatro rolamento ajustáveis para o tamanho da roda e uma rampa com lixas, que funcionam como antiderrapantes, para que o cadeirante consiga subir na esteira. Além do baixo custo de produção, a esteira é de fácil montagem e transporte, garantindo a possibilidade de se exercitar em qualquer lugar.

Pensando em um esporte que também gera a integração social, a equipe Carvoeiros Robots buscou dar autonomia a cadeirantes na prática do skate com um sistema estilo Hand Bike. Eles desenvolveram uma gaiola de PVC, que se assimila ao andador, e sustenta o cadeirante com uma cinta regulável. Deste modo, utilizando apenas a parte superior do corpo, os cadeirantes podem andar de skate sozinhos.

A equipe AgroRobots estava acompanhando a transmissão e garantiram o 2º Lugar do Champion's Awards

Para Sofia Mafra, da Tecnorob Evolution, a equipe enfrentou alguns desafios por causa da pandemia, dentre eles, construir o protótipo do Projeto de Inovação. “A gente dividiu a equipe para não dar muita aglomeração: duas pessoas ficaram responsáveis pela construção dos protótipos e duas pessoas construíram o robô. A gente estava sempre em contato, se comunicando sobre o que cada um estava fazendo. Mesmo não estando no mesmo lugar, todos estavam trabalhando”, explica.

Além de garantir a primeira colocação no torneio regional, a equipe SESI SENAI Tecnorob Evolution foi selecionada para indicação ao Global Awards Innovation (GIA), a maior premiação de inovação na robótica educacional. O Brasil é um dos poucos países que podem fazer seis indicações para o prêmio que seleciona vinte equipes semi-finalistas de todo o mundo para o evento internacional.

Medalhas de participação e os troféus serão enviados para as equipes em suas casas

O trabalho não para

Com a classificação para a etapa nacional, que ocorrerá no Festival SESI de Robótica em junho, as equipes ainda têm muito o que fazer. “Pretendemos acrescentar algumas coisas no nosso protótipo, melhorias que estamos avaliando a partir dos feedbacks que recebemos dos atletas do time de basquete e algumas dicas para que o projeto chame mais atenção de mais pessoas. Queremos também deixar o nosso robô mais constante, avançar na nossa programação e aumentar a quantidade de pontos que ele consegue fazer”, conta Sofia Mafra da equipe Tecnorob Revolution.

Por fim, Rebeca Tavares da TechMaker relata como ficou feliz em participar desta etapa do torneio, mesmo que remotamente. “Participar da competição online foi uma experiência nova. Eu descobri que dá sim para fazer as coisas à distância e mesmo assim ser legal e divertido. Eu percebi que, se você fizer com amor, esforço e dedicação, vai sair bem, vai ser legal e divertido. E eu consegui sentir isso de todos os técnicos, juízes, organizadores por trás das câmeras e os apresentadores. Teve muito amor e carinho envolvidos na construção da nossa competição regional online e foi uma coisa nova!”

  • Confira o resultado geral:

Champion’s Awards

1º Lugar: SESI SENAI SC Tecnorob Evolution
2º Lugar: SESI SENAI SC AgroRobots
3º Lugar: SESI SENAI SC Carvoeiros Robots

Classificados para o Torneio Nacional – 2020/2021

SESI SENAI SC Tecnorob Evolution
SESI SENAI SC AgroRobots
SESI SENAI SC Carvoeiros Robots
SESI SENAI SC TechMaker

Suplentes para o Torneio Nacional – 2020/2021

SESI SENAI SC Little Builders
TechStar – COC Rio do Sul
SESI SENAI SC Legacy
SESI SENAI SC XT100FAST Robots

Desempenho do Robô

1º Lugar: SESI SENAI SC Tecnorob Evolution
2º Lugar: SESI SENAI SC XT100FAST Robots

Design do Robô

1º Lugar: SESI SENAI SC TechMaker
2º Lugar: SESI SENAI SC Legacy

Core Values

1º Lugar: SESI SENAI SC Little Builders
2º Lugar: SESI SENAI SC Cyber Hunters

Projeto de Inovação

1º Lugar: Tech Star – COC Rio do Sul
2º Lugar: SESI SENAI SC Iron Maker

Prêmio Técnico Destaque

João Moderno (SESI SENAI RoboBaio)

O torneio de robótica também está nas nossas redes sociais  

Acompanhe tudo sobre a temporada 2020/2021 do Torneio SESI de Robótica aqui na Agência CNI de Notícias e nos perfis do Torneio no Instagram e Facebook

Relacionadas

Leia mais

Conheça as equipes selecionadas para o Global Innovation Awards 2020/2021
Aluno do SESI ganha bolsa para curso de verão na Universidade de Cambridge
Robótica: tudo sobre a categoria FTC

Comentários