Projetos elaborados pelo SENAI do Ceará são aprovados em editais de inovação

Os dois projetos foram selecionados em editais distintos sendo eles o do Banco do Nordeste (BNB) e o da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)
O Instituto SENAI de Tecnologia em Eletrometalmecânica (IST EMM) foi inaugurado em 2014

Dois projetos elaborados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) do Ceará, por meio do Instituto SENAI de Tecnologia em Eletrometalmecânica, foram aprovados em editais de inovação destinados ao desenvolvimento de soluções para o combate ao novo coronavírus e aos seus efeitos na saúde das pessoas.

Em edital de apoio à inovação lançado pelo Banco do Nordeste (BNB) em abril, o SENAI/CE estruturou o projeto da empresa TecnoQuímica para o desenvolvimento de um saneante hospitalar com nanoencapsulado de nanometal e ativos químicos para neutralizar o SARS-CoV-2, vírus transmissor da Covid-19.

“É uma alternativa mais eficaz aos saneantes convencionais no combate a vírus, especialmente o coronavírus, bactérias e fungos”, explica o gerente de Inovação e Tecnologia do SENAI/CE, Tarcísio Bastos.

De acordo com ele, o produto será desenvolvido nos laboratórios do SENAI com a participação da equipe técnica da instituição e da empresa TecnoQuímica. “A empresa, que foi a proponente no edital, recebe os recursos e nos contrata para a elaboração do projeto e apoio na execução”, explica o gerente. 

O outro projeto que contou com a expertise do SENAI, para ser aprovado no edital Ideias e Produtos Inovadores - Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), foi o de produção de ventiladores geradores de ozônio para prevenção de contaminação pelo novo coronavírus em ambiente coletivo. O projeto será executado pela própria Fiocruz em parceria com o SENAI e a empresa Mallory.   

O ventilador possui uma hélice de alta performance, permitindo assim que o ozônio seja impulsionado com maior rapidez e tendo maior alcance. Trata-se de uma solução tecnológica “verde/limpa” por utilizar ozônio como desodorizante sem gerar resíduos sólidos, líquidos e gasosos. Esse produto atuará na prevenção da Covid-19 e de outras doenças causadas por organismos patógenos dispersos no ar, de ambientes domiciliar e coletivo, como salas de espera, teatros, cinemas, restaurantes, shoppings, hospitais, transportes, dentre outros.

A Indústria contra o coronavírus: vamos juntos superar essa crise

Acompanhe todas as notícias sobre as ações da indústria no combate ao coronavírus na página especial da Agência CNI de Notícias.

Relacionadas

Leia mais

Alunos do SENAI criam soluções inovadoras para tempos de pandemia
SENAI seleciona 250 indústrias para receber consultoria gratuita em fabricação de EPI
Empresas podem encontrar fornecedores de EPIs em cadastro do Ministério da Defesa

Comentários