MRV terá Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em parceria com SENAI

Com o Centro, a empresa quer criar, em parceria com fornecedores, tecnologias, produtos e processos visando a melhor eficiência do setor. O instituto ficará em Minas Gerais, sede da MRV
A empresa é a primeira Construtech de grande porte do mercado brasileiro

Tendo como um de seus pilares a inovação, a MRV, plataforma de soluções habitacionais com mais de 40 anos de mercado, acaba de anunciar a criação do seu primeiro Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da construção civil no Brasil que será instalado no Centro de Inovação e Tecnologia (CIT) SENAI de Minas Gerais, em Belo Horizonte.

A iniciativa, inédita por uma construtora, tem como objetivo fomentar o desenvolvimento de tecnologias, novos processos e métodos construtivos, desenvolvimentos e testes de materiais, entre outros pontos, com o intuito de entregar ao consumidor um produto que tenha cada vez mais qualidade e tecnologia. A empresa investirá, inicialmente, neste projeto mais de R$ 1milhão nos próximos 36 meses.

“Estamos muito empolgados com esse projeto, pois é uma grande oportunidade de pensar e conceber tecnologia nacional para o segmento da construção civil habitacional. Há alguns anos a MRV tem se posicionado na vanguarda do setor e iniciativas como a criação de um LAB dentro da sede da empresa para estabelecer uma conexão direta com o ecossistema de inovação e participar de projetos e pesquisas para o setor, além de ser mantenedor do hub Órbi Conecta, espaço de fomento ao empreendedorismo e à inovação, são provas disso”, conta o presidente da construtora, Eduardo Fischer.

O Centro de Pesquisa e Desenvolvimento MRV ficará na capital mineira, sede da construtora, junto ao Centro de Inovação e Tecnologia do SENAI, localizado no bairro Horto. Lá serão construídos dois pavimentos com oito apartamentos, que serão destinados exclusivamente para o desenvolvimento e a experimentação focados na engenharia.

De acordo com o diretor regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Indústrial (SENAI) de Minas Gerais, Christiano Leal, o novo Centro vai permitir a execução de testes, ensaios e serviços tecnológicos para atendimento às demandas da MRV, promovendo a inovação e gerando ganhos sociais, ambientais e econômicos.

O Centro será construído em Belo Horizonte (MG)

“A parceria vai promover o desenvolvimento de profissionais e pesquisadores do SENAI, da MRV e do mercado, por meio da interação desses profissionais com times técnicos de alto nível do setor da construção civil. O Centro vai realizar ainda testes de materiais e novas soluções tecnológicas para a construção civil e para os empreendimentos da construtora. Tudo isso será muito importante para toda cadeia produtiva do setor construção civil”, explicou Leal.

Segundo Fischer, atuarão diretamente no Centro as equipes de Qualidade e Projetos, Inovação e Suprimentos da MRV. Esse último terá um papel muito importante. Ele fará ponte entre a companhia e seus fornecedores. “Estamos abertos e queremos que as empresas que estão na cadeia do setor construtivo estejam conosco pensando em inovações e melhorias para o setor. Não só os nossos fornecedores, mas, também queremos unir forças com os diversos players envolvidos, inclusive buscando fontes de fomento à inovação”, reforça.

Relacionadas

Leia mais

Interação entre empresa e universidade é fundamental na formação de engenheiros
SESI lança protocolo para retomada de atividades produtivas em tempos de Covid-19
As reportagens mais lidas na Agência CNI de Notícias

Comentários