Instituto de Inovação do SENAI CETIQT terá novo endereço

Mudança aproxima SENAI de ambiente acadêmico reconhecido
Novo prédio do Instituto de Inovação do SENAI CETIQT

Com o objetivo de fomentar a interação entre universidades e empresas, o SENAI CETIQT vai transferir, em breve, o Instituto de Inovação em Biossintéticos, da Unidade do bairro de Riachuelo para o Parque Tecnológico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), localizado na Ilha do Fundão e reconhecido polo de pesquisa e desenvolvimento nacional.

A transferência para o novo prédio no campus da UFRJ já foi assinada pelo presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade. De acordo com o diretor-geral do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), Rafael Lucchesi, “estar presente no Parque Tecnológico significa fortalecer a inserção do SENAI no ambiente da inovação com objetivo de apoiar a indústria brasileira no aumento da produtividade e competitividade”.

Dentro do Parque Tecnológico, o CETIQT ficará ainda mais próximo de diversas empresas do ramo de tecnologia que já trabalham junto com a instituição, além de outras que podem vir a ser parceiras também. Além disso, a integração com uma das maiores universidades do país será importante, pois abre portas para que alunos de mestrado e doutorado da UFRJ trabalhem nos Institutos de Inovação e Tecnologia do CETIQT, bem como para o desenvolvimento de parcerias com pesquisadores da própria Universidade.

NOVO ENDEREÇO - O prédio com 2.500m², que já existe no campus, irá passar por reformas para adaptação do espaço a fim de receber os laboratórios e escritórios. “A grande massa crítica de conhecimento está lá, no Parque Tecnológico. Hoje é o local onde temos a maior geração de conhecimento tecnológico no Rio de Janeiro. Poder estar junto de empresas e da UFRJ facilita a geração de mais informações inovadoras para a indústria”, afirma o gerente do Instituto SENAI de Inovação em Biossintéticos, Paulo Coutinho. 

O Instituto de Inovação em Biossintéticos atua nas áreas de Biologia Sintética, Transformação Química, Engenharia de Processos e Fibras. Para o diretor do Parque Tecnológico da UFRJ, José Carlos Pinto, a vinda do SENAI CETIQT para o Parque reforça o compromisso da instituição com o investimento na inovação nas mais diversas áreas da economia. “A proposta do SENAI é altamente sinérgica com todas as atividades desenvolvidas pelo Parque, pela UFRJ e pelas demais empresas e instituições instaladas”, diz.

SOBRE O PARQUE - O Parque Tecnológico da UFRJ é um ambiente de inovação dentro da UFRJ que permite a interação entre a universidade – alunos e corpo técnico-acadêmico – e as empresas, transformando conhecimento em emprego e renda e oferecendo produtos e serviços inovadores para a sociedade. 

Inaugurado em 2003, o Parque ocupa uma área de 350 mil metros quadrados e abriga centros de pesquisa de empresas inovadoras, laboratórios da UFRJ, uma incubadora de empresas e espaços para desenvolvimento do empreendedorismo e integração.

Hoje estão instaladas no Parque, 68 instituições, sendo 16 empresas de grande porte nacionais e multinacionais, 9 pequenas e médias, 7 startups do programa CrowdRio, 26 residentes da Incubadora de Empresas da COPPE/UFRJ, o Hub de Inovação da UFRJ, além de 9 laboratórios da própria UFRJ. E está em fase de construção, o Centro de Referência Nacional em Farmoquímica, do Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos/Fiocruz), fortalecendo ainda mais as diferentes interações com a Universidade Federal do Rio de Janeiro.
 

Relacionadas

Leia mais

Professores  do  SENAI  de 12 estados fazem capacitação na área de Energia Solar Fotovoltaica
Instituto SENAI de Inovação inicia pesquisas para produzir materiais têxteis resistentes a 1000 ºC
SENAI, Abert e Seja Digital firmam parceria para formar multiplicadores que ajudam no acesso à TV digital

Comentários