SESI de São Paulo desenvolve plataforma digital própria para volta às aulas

As aulas iniciam no próximo dia 11 de maio, de forma não presencial, em toda a rede do SESI no estado de São Paulo
Outros detalhes serão explicados em uma live nesta sexta-feira (8)

Para dar continuidade ao ano letivo de 2020, a rede de ensino do Serviço Social da Indústria (SESI) em todo o estado de São Paulo retornará das férias no próximo dia 11 de maio, com aulas de forma não presencial, por meio da plataforma Conexão Digital.

Os estudantes terão acesso à tecnologia, efetiva tanto no computador quanto no celular, que abrirá um novo mundo de experiências. Nela, poderão ter encontros virtuais ao vivo com seus professores e turma, assistir videoaulas, conhecer outros materiais didáticos, como jogos, livros, documentários, e interagir com todos que atuam na rotina escolar, como inspetores de alunos e analistas de suporte de informática.

“Vivemos um momento muito desafiador para todos. O SESI sabe bem disso e está preparado para seguir cumprindo sua missão de oferecer ensino de qualidade, mas agora em outro formato: a distância. Assim, muda a ferramenta, mas não muda o nosso propósito, que é o de estar ao lado de nossos alunos na busca pelo conhecimento”, disse o presidente do SESI/SP, Paulo Skaf. 

A realidade atual nos impõe esse grande desafio, mas também representa a possibilidade de descoberta, inovação e aprendizado. A instituição compreende que seus colaboradores, familiares e estudantes terão de se adaptar para dar conta desse novo formato de ensino. Justamente por isso, antes de entrarem nesse mundo virtual, alunos, professores e famílias receberão guias de acesso ao Conexão Digital, com informações sobre os cuidados, orientações, partilha de responsabilidades e como será o aprendizado nesse ambiente online.

Além disso, nesta sexta-feira (8), às 18:00, no primeiro encontro a distância, a entidade realizará uma live, por meio do site da instituição, direcionada a estudantes, familiares e equipe escolar, para esclarecer mais detalhes sobre essa nova realidade.

Cabe ressaltar que o SESI entende que não são todos os alunos que possuem recursos tecnológicos em casa – computador e internet – para acompanharem os conteúdos que estarão disponíveis na plataforma virtual. Por conta disso, cada uma das 144 escolas preparará materiais físicos e planos de aprendizagem para esses alunos.

Além disso, a rede prepara outras ferramentas de apoio, que serão comunicadas oportunamente, para garantir que todos os alunos tenham acesso ao mesmo padrão de ensino.

Como surgiu a plataforma

O desenvolvimento do Conexão Digital necessitou de atenção integral da equipe de educação da instituição. Os professores serão capacitados para lidar com essa nova proposta de ensino, tendo como prioridade o reconhecimento da nossa concepção de ensino na utilização das diversas ferramentas tecnológicas que compõem o Conexão Digital. O SESI continuará atuando na equidade, na inovação e na busca pelas melhores estratégias tecnológicas, mantendo aspectos fundamentais como mediação, diálogo e interatividade para a construção de um conhecimento que se mostra contextualizado e significativo.

Também foram criadas redes de cooperação, equipes multidisciplinares encarregadas de auxiliar e dar suporte aos alunos e professores durante todo o período em que durar o ensino não presencial. Por exemplo, há grupos compostos por especialistas das áreas dos conhecimentos, outros que apoiarão as diversas formas de aprender, ajudando os professores em práticas inclusivas, e outros que favorecerão a interação dos alunos por meio de um ambiente chamado de “pátio virtual”. As redes de cooperação foram criadas para que todos se sintam acolhidos e seguros, inclusive a família.

Todo esse desenvolvimento em conjunto levou em consideração não apenas o acesso do conteúdo programado para cada faixa etária, mas o respeito às diferenças, aos ritmos de aprendizagem, aos contextos regionais e a atuação do professor como um mediador, que estimula a autonomia dos alunos, a pesquisa e a aprendizagem colaborativa.

Dentro desta comunidade do aprender, todos – família, alunos, professores, equipe pedagógica, técnicos e especialistas – estarão envolvidos e incentivados a atuarem de forma cooperativa, assim como prezamos em nossas escolas SESI.

A Indústria contra o coronavírus: vamos juntos superar essa crise

Acompanhe todas as notícias sobre as ações da indústria no combate ao coronavírus na página especial da Agência CNI de Notícias.

Relacionadas

Leia mais

SESI lança podcast sobre inovações da robótica
Três em cada quatro consumidores vão manter redução no consumo no pós-pandemia
SENAI realiza manutenção de ambulâncias durante a pandemia da Covid-19

Comentários