IEL de São Paulo e Bosch Rexroth lançam curso para capacitação com foco na Indústria 4.0

Programa Conecta foi apresentado a empresários e executivos em evento no escritório da CNI em São Paulo. Ideia é atender necessidade do setor de acompanhar nova revolução industrial
“A Indústria 4.0 é uma grande oportunidade de o Brasil voltar a ser um protagonista na cadeia de produção no cenário internacional", disse Eduardo Vaz

O Instituto Euvaldo Lodi de São Paulo (IEL-SP) e a Bosch Rexroth uniram suas expertises para desenvolver o Conecta – programa de capacitação com foco em Indústria 4.0 para executivos das pequenas e médias empresas que desejam estar aptas para atuarem na 4ª Revolução Industrial. A solenidade de lançamento ocorreu nesta segunda-feira (19), no escritório da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em São Paulo.
 
O gerente-executivo de Desenvolvimento de Negócios do IEL-SP, Eduardo Vaz, ressaltou a importância de todo o setor industrial se adequar à realidade da Indústria 4.0. Na avaliação dele, as indústrias que não se inserirem ao novo formato de produção perderão espaço no mercado. “A Indústria 4.0 é uma grande oportunidade de o Brasil voltar a ser um protagonista na cadeia de produção no cenário internacional. Não há alternativa. Se quisermos que as nossas empresas façam parte da cadeia global será preciso se adequar à essa realidade”, afirmou Vaz, durante a abertura do evento, que reuniu empresários e executivos.
 
O programa Conecta pretende apoiar a indústria brasileira na incorporação das novas tecnologias e na estratégia para o seu desenvolvimento e, com isso, promover o aumento de competitividade do país e melhorar sua participação nas cadeias globais de valor, no médio e longo prazo.  Além do conhecimento teórico, o curso mostrará casos reais da indústria brasileira apontando soluções técnicas, ganhos de eficiência, retornos de investimentos e formas de financiamentos para pequenas e médias empresas.
 
Durante o evento de divulgação do programa, o vice-presidente da Bosch América Latina, Wolfram Anders, falou sobre como as soluções e tecnologias conectadas irão contribuir para solucionar os desafios que o mundo enfrentará não somente na área industrial, mas também em setores como agricultura, mobilidade, saúde e como a conectividade inteligente trará benefícios para a sociedade. “A conectividade inteligente reduzirá acidentes e a poluição ambiental causada por veículos, e irá gerar economia de tempo, com mobilidade para todas as faixas etárias e melhorar segurança”, destacou Anders.
 
Já o diretor da Bosch Rexroth para América do Sul, Manfred Al-Kayal, traçou um panorama da manufatura brasileira que conta com um parque fabril com idade média de 20 anos. Atualmente, há oportunidades para o desenvolvimento sustentável da indústria por meio da modernização das máquinas antigas a fim de tornar o processo produtivo mais rápido e eficiente. Iniciativas como essa são essencialmente importantes, visto que hoje o país possui mais de 700 mil indústrias em operação com alto potencial de se adequarem à nova era da conectividade.
 
SAIBA MAIS - A primeira turma do curso será realizada entre os dias 19 e 20 de abril, no escritório da CNI: Rua Surubim, 504 - Brooklin Novo / São Paulo. O investimento é de R$ 3.200,00, com políticas de desconto de até 15%. As inscrições podem ser feitas no site do IEL.
 

Relacionadas

Leia mais

IEL oferece consultoria Lean Office voltada à eliminação do desperdício em áreas administrativas das empresas
Núcleo Estadual de Inovação do IEL-SP premia os principais casos de sucesso do Inova Talentos
IEL-SP reúne universidades para debater formação de profissionais inovadores no ambiente de novas tecnologias

Comentários