Formação profissional é indispensável para quem quer ser chef de cozinha

Vencedora do mais famoso reality show de gastronomia do Brasil diz que mercado é muito concorrido e requer pessoas que dominem técnicas de cozinha e conheçam os alimentos
Michele Crispim na aula-show que apresentou no Espaço Gourmet Tech

Preparar um prato bonito e saboroso, que todos elogiam e repetem, exige do cozinheiro muito mais que talento e o gosto pela cozinha. “É preciso dominar as técnicas, conhecer os sabores dos alimentos e buscar a especialização sempre”, diz Michele Crispim, vencedora da quarta temporada do maior reality show de culinária do Brasil. Na aula-show que apresentou nesta sexta-feira (6), no Espaço Gourmet Tech, na Olimpíada do Conhecimento, Michele preparou talharim ao bisque de camarão e leite de coco.

Antes de vencer o reality show, ela trabalhava com gestão de pessoas. Mas já gostava de cozinhar para a família e os amigos. Michele, que mora em Florianópolis e hoje trabalha com apresentações culinárias, busca a especialização na área que mais gosta: a gastronomia. Em breve, ela vai para a França, estudar na Le Cordon Bleu, uma das escolas de gastronomia mais respeitadas do mundo. “Há muita concorrência no mercado. Quem se especializa na área tem mais chances de conseguir uma colocação”, diz a chef de cozinha.

O empresário Athila Lima, que é dono da Food, uma cozinha industrial que fornece refeições para outras empresas concorda com Michele. “A formação profissional é indispensável para quem quer ser um bom chef de cozinha”, afirma Lima. Mesmo com a experiência de 12 anos na área, ele procura se manter atualizado e está sempre fazendo cursos com chefs renomados. Lima participa de todas as aulas-show de culinária da Olimpíada do Conhecimento.

“Faço questão de vir, porque sempre se aprende uma coisa nova”, diz. Na quinta-feira, ele assistiu à aula-show de Leonardo Young, outro vencedor de reality show. Hoje, acompanhou a apresentação de Michele Crispim e, amanhã, verá os chefs Felipe Bronze, Claude Troisgrois, Henrique Fogaça, André Mifano e Felipe Bronze.

Vencedora de famoso reality show de gastronomia

CINCO DICAS DE CHEF PARA COZINHEIROS AMADORES – Enquanto preparava o prato que encheu os olhos e abriu o apetite dos expectadores, Michele Crispim deu orientações importantes.  Veja o que ela disse:

1 – Não desperdice os alimentos. Aproveite as cascas e as cabeças dos camarões para fazer um caldo gostoso. Os legumes, frutas e verduras que não são tão bonitos também devem ser aproveitados.
2 – Faça comida em casa. É mais saudável que os alimentos industrializados.
3 – Experimente sempre a comida que você está preparando. É a melhor forma de saber se falta algum tempero, como sal ou pimenta.
4 – Use um pouco de azeite para aquecer a manteiga antes de preparar o refogado. O azeite evita que a manteiga queime.
5 – Para temperar o camarão, que é um ingrediente com sabor muito suave, basta sal, pimenta do reino e limão.

Relacionadas

Leia mais

Novas tecnologias de saúde conquistam público na Olimpíada do Conhecimento
Conheça os destaques da programação da Olimpíada do Conhecimento nesta sexta-feira (6)
Foi dada a largada para o Grand Prix de Inovação

Comentários