Equipe do SESI Amapá conquista premiação em torneio nacional de robótica

A equipe Marco Zero Enterprises garantiu o terceiro lugar geral no Torneio SESI de Robótica FIRST TECH Challenge. A disputa aconteceu de 15 a 17 de março, no Rio de Janeiro
O time também conquistou prêmios de destaque pela motivação e integração

Depois de competir com alunos de vários estados brasileiros, a equipe Marco Zero Enterprises volta para o Amapá com o terceiro lugar garantido no Torneio SESI de Robótica FIRST TECH Challenge. Composto por seis alunos do Ensino Médio articulado à Educação Profissional (EBEP) do Serviço Social da Indústria (SESI) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), o time também conquistou prêmios de destaque pela motivação e integração demonstradas no evento. A competição aconteceu durante o Festival SESI de Robótica, de 15 a 17 de março, no Rio de Janeiro.

O professor de matemática e robótica do SESI, Edgar Isacksson, destacou a qualidade do robô construído pelos estudantes Ana Pontes, Rafaela Fernandes, José Evaldo, Enzo Enrike, Luan Patrick e Jorge Alex. De acordo com o técnico da Marco Zero Enterprises, o resultado alcançado foi excepcional.

“Considero uma honra termos sido uma das 16 equipes a participar da primeira edição realizada no Brasil do FTC. Fomos premiados pela integração e motivação da nossa equipe, e por termos produzido um vídeo da nossa mentora, Angelita Marques. Ela é mãe de um de nossos alunos, que nem participou desse torneio, mas de um anterior, e ela se envolveu tanto que trabalhou junto com a equipe, o que demonstra como conseguimos estimular as pessoas a contribuir para o nosso trabalho”, destacou.

O tema da temporada 2018/2019, Into Orbit (Em órbita), desafiou os estudantes a pesquisar sobre questões relacionadas a viver e viajar no espaço. Eles tiveram de identificar e propor uma solução inovadora para um problema físico ou social enfrentado durante as viagens de exploração espacial. Na arena, os robôs feitos pelos próprios alunos ainda tiveram de cumprir missões como se locomover em áreas com crateras, ajudar um astronauta a voltar em segurança para a base espacial e mover satélites para a órbita.

O professor de  física Danilo Ramalho ressaltou que o nível da competição foi muito alto, pois o desafio reuniu estudantes do Ensino Médio com idade entre 12 e 18 anos. “Durante os dias de trabalho todas as atividades foram desenvolvidas em equipe. A interação entre os times dos outros estados proporcionou troca de experiências e o resultado foi brilhante, pois todos – competidores e técnicos – se ajudaram o tempo todo”, pontuou. 

SAIBA MAIS - Conheça os outros vencedores do Festival SESI de Robótica e veja mais detalhes nos perfis do Torneio no Instagram e Facebook. Todas as fotos estão no Flickr da CNI.

Relacionadas

Leia mais

Veja quem são os campeões do Festival SESI de Robótica 2019
Cupins no espaço sideral? É isso mesmo! Eles podem ajudar pesquisas, segundo estudantes de Recife
Já pensou em comer pasta de dente? Alunos do SESI Paraná desenvolveram o produto

Comentários