Equipe de Alagoas vence Grand Prix SENAI de Inovação

Equipe de Alagoas conquistou o primeiro lugar após apresentar as melhores propostas para problemas reais de quatro grandes empresas brasileiras
Os competidores tiveram de apresentar as soluções desenvolvidas para os desafios aos empresários

Os campeões do Grand Prix SENAI de Inovação, um dos eventos da Olimpíada do Conhecimento, em Brasília, foram anunciados na noite deste domingo (13). A equipe de Alagoas conquistou o primeiro lugar após apresentar as melhores propostas para problemas reais de quatro grandes empresas brasileiras.

No desafio, as equipes tinham 72 horas para analisar cada situação trazida pela Bosch, Grupo Boticário, Renault e Lakes's Fish. Os alagoanos conseguiram a maior pontuação e levaram o lugar mais alto do pódio, na disputa que se iniciou com outras nove equipes antes de chegar à competição final, em Brasília.

“O diferencial da equipe foi, além das notas, a integração e interação, ou seja, a relação dos competidores entre si durante a prova e entre os integrantes com o público – incluindo visitantes, empresas e instrutores”, explica Juliana Gavini,  coordenadora do espaço Escola do Futuro que acompanhou o trabalho de todas as equipes ao longo dos quatro dias de prova.

“A equipe estava muito unida e isso ajudou a resolver os problemas, a integrar os colegas”, explica Matheus Alves, do curso técnico em informática da Unidade Integrada Carlos Guido Ferrario Lobo, de Maceió. Para ele, participar do desafio e da OC2016 foi uma experiência "perfeita", porque trabalhou na área que gosta e tem a oportunidade de criar projetos que ajudam as pessoas.

No primeiro dia do GrandPrix (10), os alunos receberam representantes das quatro empresas para entender cada desafio. No, segundo dia (11) reuniram ideias e conceitos de inovação. No sábado (12), transformaram as ideias em projetos. No domingo, cada equipe apresentou os protótipos.

Projetos para cada desafio – A Bosch precisa realizar reformas de pequena escala em ambientes residenciais ou comerciais sem a necessidade de deslocar usuários e com o menor desperdício possível.  A equipe que teve maior pontuação no desafio foi a de Minas Gerais, que trabalhou remotamente, com a proposta de uma mini betoneira para pequenas obras.

No desafio para o grupo Boticário, de criar produtos cosméticos inovadores, buscar interação do consumidor com os itens de higiene pessoal e beleza, a proposta que se destacou foi a da equipe do Paraná, com um aplicador de delineador que compensa o movimento, mais firme do que os já existentes no mercado.

Na situação apresentada pela empresa Renault, de aproximar a marca de seus consumidores, aplicando tecnologia de impressão 3D em produtos, a equipe que mais teve pontos foi a do Espírito Santo, que desenvolveu um sistema para customizar acessórios para o carro por meio da impressora 3D.  Alagoas também criou um projeto de destaque neste desafio, com a plataforma de inovação aberta para impressão 3D.

Para a questão apresentada pela Lake´s Fish (de criar formas de tirar espinhas de tilápia de forma mais eficiente), Alagoas apresentou a ideia de mudar a alimentação do peixe, que podem então ser consumidas com o aumento do colágeno.

Equipes premiadas:

1º lugar: equipe Grifinária, de Alagoas – Lucas Ramos, Igor Melo, Luiz Filipe Martins e Matheus Alves.
2º lugar: equipe Spirit, do Espírito Santo – Danielle Salvador, Darkson Ribeiro, Eliene Perini e Matheus Mol
3º lugar: equipe TECH-Go, do Paraná – Gerson Gomes, Iury Carvalho, Renata Machado e Vicente Mestriner

Leia também

Relacionadas

Leia mais

Conheça os vencedores da Olimpíada do Conhecimento 2016
15 momentos marcantes da Olimpíada do Conhecimento 2016
Mais de 118 mil pessoas visitaram a Olimpíada do Conhecimento

Comentários