Campanha mundial destaca a importância de profissionais técnicos durante a pandemia

Entidade internacional, a WorldSkills defende, com apoio do SENAI, a valorização profissional como saída para o desemprego entre jovens, os mais afetados pelas consequências da crise econômica por causa do coronavírus
Peça da campanha mundial de valorização das profissões técnicas traduzida para o português

Uma campanha internacional lançada pela WorldSkills - organização global criada para promover a valorização de carreiras técnicas – defende a educação profissional como saída para combater o desemprego, especialmente entre os jovens, que já vêm sendo apontados como a parcela da população mundial que mais deve ser afetada pelo desemprego, em decorrência da crise econômica pós-pandemia. A campanha mostra o quanto profissões de nível técnico foram essenciais neste momento de isolamento social, para que o mundo pudesse continuar funcionando. 

“Temos comida nas nossas mesas, água corrente em nossas casas, conexão com internet, computadores e tablets em pleno funcionamento. Nós, da WorldSkills, queremos nos unir para agradecer o trabalho que vem sendo feito por estes profissionais”, diz a campanha oficial, que pode ser conhecida neste vídeo.

No Brasil, a campanha conta com o apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), que é referência na formação de profissionais técnicos nas mais diversas áreas da indústria. E exemplos não faltam para ilustrar a importância dos que têm trabalhado, muitas vezes nos bastidores, para manter o mundo funcionando.

A ampliação da produção de máscaras para atender a crescente demanda só foi possível graças ao trabalho de profissionais técnicos das áreas de Design e Produção Industrial. A manutenção de mais de 1,5 mil respiradores hospitalares é fruto do trabalho de técnicos em Mecânica e em Elétrica. Já o abastecimento de energia para hospitais, casas e supermercados é assegurado, entre outros, por profissionais da área de Eletrotécnica.

Instrutores do SESI/SENAI trabalhando na fabricação de máscaras

Os profissionais com formação de nível técnico foram fundamentais para que o Brasil continuasse tendo acesso a serviços essenciais, como comida, água, luz e internet. São pessoas qualificadas e especializadas em diversas áreas da produção industrial para manter o chão de fábrica funcionando, a economia em marcha e a população abastecida. 

Apesar da pandemia, há procura por profissionais técnicos qualificados

Além destas ocupações, técnicos em Segurança do Trabalho, em Redes de Computadores, e na área de Alimentos, também estão ajudando o mundo a seguir em frente neste momento de isolamento social. Segundo informações do SENAI, as profissões que têm sido mais procuradas têm sido técnicas em áreas como Mecânica, Elétrica, Informática e Logística.

“Momentos de crise, como este da pandemia, nos mostram o quanto é importante para um país poder contar com profissionais técnicos qualificados, para que as empresas possam melhor enfrentar os desafios impostos pela atual contexto às cadeias de suprimento, à produção e à distribuição de produtos essenciais à população”,  afirma Rafael Lucchesi, diretor-geral do SENAI. Segundo ele, uma saída para se enfrentar o desemprego entre os jovens no Brasil está na ampliação do alcance do ensino técnico.

“Nada é mais importante para o jovem brasileiro do que a conquista do primeiro emprego. A grande maioria dos jovens não vai para a universidade, mas, pode encontrar na educação profissional algo emancipatório: vão entrar mais cedo no mercado de trabalho, vão ter uma profissão bem remunerada, que dá para ele crescer ao longo da vida, e o mais importante: podendo continuar seus estudos”, afirma. 
 

Peça da campanha mundial de valorização de ocupações técnicas original

O ensino técnico como saída para o desemprego entre os jovens 

Em países da União Européia, como França, Portugal e Espanha, o percentual de estudantes do ensino secundário que faz educação profissional chega a 50%. No Brasil, apenas 11% dos jovens optam por este caminho, e acabam concluindo o ensino médio sem qualquer perspectiva de futuro. 

Mesmo em momentos de economia arrefecida, o ensino técnico tem mostrado elevado nível de empregabilidade no Brasil. A pesquisa de Egressos SENAI 2018/2019 mostrou que 7 em cada 10 pessoas que fizeram cursos técnicos conseguiram emprego pelo menos um ano após a conclusão.

No Brasil, cabe ao SENAI - maior complexo de educação profissional das Américas – a missão de qualificar o trabalhador brasileiro. Isso é essencial para elevar a produtividade do trabalho, assim como oferecer serviços tecnológicos e de inovação, uma necessidade da indústria que compete em um mercado globalizado. 

A instutição é bancada por meio de contribuições da indústria, como forma de investimento: os recursos se revertem diretamente em prestação de serviços essenciais, ao aumento da competitividade das empresas. Ou seja, o empresário recebe, na forma de serviço, o valor que investiu ao contribuir para as duas instituições. O trabalhador, por sua vez, tem acesso à qualificação e à capacitação profissional e a programas de saúde e segurança no trabalho.

Eventos on-line debatem a importância da educação profissional durante a pandemia

A campanha também vai promover a realização de lives para falar sobre o protagonismo dos jovens profissionais. Os temas vão explorar a situação dos atuais campeões da WordSkills em todo o mundo e o futuro das organizações das competições. 

Um dos eventos será no dia 15 de julho, quando se comemora o Dia Mundial das Habilidades dos Jovens. A data foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU), com o objetivo de gerar uma maior conscientização sobre educação técnica, profissional, além do desenvolvimento de habilidades relevantes para as economias local e global.

Confira abaixo toda a programação:

08/07 - Garantindo que as habilidades reflitam as sociedades: diversidade e inclusão em competições e fora delas (9h)
15/07 - Juventude, habilidades e resiliência: a visão dos campeões da WorldSkills (9h)
22/07 - Conhecendo nosso passado, nos preparando para o futuro: lições com acervo do Museu da WorldSkills (9h)

As lives terão tradução simultânea, no Facebook do SENAI. Saiba mais e inscreva-se no site da WorldSkills

Relacionadas

Leia mais

Trabalho do SENAI contra o coronavírus é reconhecido por presidente da WorldSkills
Deu Certo! A solução brasileira para produzir álcool em gel
SENAI e Sistema OCB assinam convênio para serviços de inovação, tecnologia e educação

Comentários