Alunos do SENAI brilham em noite de moda no Museu do Amanhã

Doze duplas de 10 estados foram selecionadas para apresentar uma minicoleção com peças inspiradas no futuro. O desfile foi realizado na noite desta segunda-feira (27), no Rio de Janeiro
Com o tema "Futuro é moda, moda é futuro", os estudantes levaram ousadia para o desfile do SENAI Brasil Fashion

Produtos naturais, sintéticos e tecidos diferenciados deram o tom da moda futurista desenvolvida por alunos de cursos técnicos, de graduação e pós-graduação do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI).  O resultado de meses de dedicação ganhou a passarela na noite desta segunda-feira (27), no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, durante o SENAI Brasil Fashion. As duplas de alunos – estilista e modelista - foram selecionadas a partir de um edital em que se inscreveram estudantes de cursos da área de Moda, Design e Vestuário do SENAI de todo o país. Conheça os alunos selecionados

Cada dupla apresentou uma minicoleção com o tema “Futuro é moda, moda é futuro”. Para desenvolver as peças, eles tiveram como coachs grandes nomes da moda como Ronaldo Fraga, Alexandre Herchcovitch, Lenny Niemeyer e Lino Villaventura. Para desfilar as peças, talentosas modelos como as tops Isabeli Fontana e Carol Trentini, dentre outras. O projeto é realizado pelo SENAI CETIQT (Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil ), no Rio de Janeiro. O objetivo é fortalecer e divulgar a educação profissional no Brasil por meio de uma plataforma de moda que capacita os alunos por meio de uma experiência hands on – e que gera visibilidade para o segmento.

Para a paraibana Virna Barbosa, do SENAI de Campina Grande, o maior desafio do SENAI Brasil Fashion foi fazer uma coleção de apenas três peças. Em poucos meses, conceitos viraram croquis e depois saíram do papel. “É tudo parte de um sonho. Qualquer estudante de moda quer ficar perto de estilistas renomados e ter sido escolhido pela Lenny foi maravilhoso”, conta a estilista. A modelista Alanne de Oliveira Dias, que faz dupla com Virna, já pensa nos próximos passos. “Na verdade a gente está aqui fazendo nosso nome e se mostrando para o mercado. Vamos voltar para a Paraíba, desenvolver novas coleções e quem sabe até uma marca. A experiência aqui foi maravilhosa", finaliza.

A dupla do SENAI Cetiqt no encerramento do desfile com as modelos

Pouco depois do desfile, a mineira Hellen Formaggini de Morais, do SENAI de Belo Horizonte, ainda custava a acreditar no que aconteceu. “Foi incrível, principalmente pra gente que está no início de carreira. Eu aprendi demais. Não imaginava que isso ia acontecer tão cedo: um desfile com modelos renomados”, disse a estilista.

Para a estilista Lenny Niemeyer, que começou a carreira em 1979 produzindo biquínis, o que se viu na passarela é o futuro da moda. “E é muito gratificante você ver toda essa geração cheia de gás, entusiasmada e com uma super base técnica. Com isso, eles já entram no mercado com muita bagagem. É muito bom poder participar do SENAI Brasil Fashion", afirma.

ENSINO TÉCNICO EM ALTA - O estilista Ronaldo Fraga, que participa desde a primeira edição do projeto, considera que o evento que mistura moda e educação profissional fortalece o modelo de ensino técnico no Brasil. “Sou fascinado por este projeto. Em vários países da Europa a educação profissional tem mais valor que o ensino superior. É a importância da prática em pouco tempo. E o Brasil caminha neste sentido. Tudo isto aqui gera um sentimento de orgulho que acaba estimulando novos investimentos na educação profissional”, finaliza.

O diretor-geral do SENAI, Rafael Lucchesi, considera que o SENAI Brasil Fashion atende exatamente a necessidade de agregar valor na capacitação de jovens talentos para a moda brasileira. “É isso que o SENAI faz todos os dias nas suas unidades, abrindo portas para os jovens de todas as rendas, que vão ter em nossas escolas uma janela de oportunidades para o mercado”, conclui.

VEJA COMO FOI - As fotos do SENAI Brasil Fashion estão no Flickr da CNI.

Relacionadas

Leia mais

Conheça os vencedores do Desafio SENAI de Projetos Integradores 2017
Moda brasileira quer conquistar mercado colombiano

Comentários