Robótica para adultos: alunos da EJA criam drone inspirado no 14 Bis, de Santos Dumont

Em competição de robótica para adultos, alunos do SESI constroem protótipo com base no primeiro avião do mundo

Também batizado de 14 Bis, o drone da equipe BisClub foi construído com garrafa pet e papelão

O Dia da Aviação é celebrado nesta terça-feira (7). Voar sempre foi um desejo da humanidade e o primeiro homem a conseguir levantar voo com uma máquina mais pesada que o ar foi o brasileiro Santos Dumont. Após 115 anos do momento que marcou a história, estudantes do Serviço Social da Indústria (SESI) do Rio Grande do Sul se inspiraram no 14 Bis para alcançarem novos voos. E o desafio deu certo!

A proeza aconteceu durante o SESI [email protected]ência 2021. Com o tema ‘Do 14 Bis ao drone’, os alunos precisaram desenvolver robôs a partir do zero e utilizando materiais recicláveis. A comissão organizada pelo SESI-RS levou em consideração critérios como design, estrutura, inovação, criatividade e apresentação do drone.

A equipe que alcançou mais pontos foi a BisClub, do SESI Guaporé, se tornando a grande campeã do primeiro torneio de robótica para a Educação de Jovens e Adultos (EJA). Os competidores utilizaram a placa GoGo Board para construir os Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs) baseados no 14 Bis. O segundo desafio foi fazer com que os drones percorressem determinado percurso, controlados a distância.

Enquanto o brasileiro Santo Dumont conseguiu percorrer 60 metros de distância, durante 7 segundos de voo, o drone que também foi batizado 14 Bis percorreu 50 centímetros em 5 segundos. “No início, tínhamos pesando numa lata de massa de tomate, mas era muito pesada. Então, colocamos uma garrafa pet de 600 ml e deu certo. Acredito que isso nos fortaleceu para alcançarmos a vitória desse torneio”, explica o aluno Afonso Andrizzi, integrante do time vencedor.

Afonso Andrizini (esq) e Luciano Pilar (dir) mostram o drone vencedor

“O nosso 14 BIS não decolou de primeira, foram várias tentativas. Mas quando conseguimos fazer ele voar, a sensação de pilotar foi muito boa!”, relembra Afonso.


Primeiro torneio de robótica voltado para a EJA

Para entender melhor como foi desenvolver e pilotar o drone vencedor, a Agência de Notícias da Indústria conversou com a equipe responsável, composta pelos alunos Afonso Andrizzi, 34 anos, Andressa Envangelista, 27 anos, e Luciano Pilar, 39 anos, e orientada pela técnica Vanessa Bagio. 

Os estudantes fazem parte da EJA, que garante formação básica para brasileiros que, por vários motivos, não conseguiram concluir o ensino em idade escolar. Pela primeira vez, esses jovens e adultos tiveram a oportunidade de disputar um torneio de robótica. 

Para os novatos nesse tipo de competição, o currículo do SESI foi essencial para alcançar essa conquista. Além de auxiliar na conclusão dos estudos, essas atividades ampliam as opções de ascensão profissional em suas vidas.


“A experiência foi ótima e está impactando muito a minha vida, especialmente no meu trabalho. Eu mexo muito com inovação e ideias durante o dia, então é sempre bom ter a mente aberta. As habilidades e ideias que estamos aprendendo fortalecem e colaboram muito em nossa rotina. Todos os dias conheço coisas novas com a EJA que lá na frente só tem a somar”, ressalta Afonso.


O colega Luciano Pilar destaca o trabalho em equipe para o projeto decolar. “Fomos discutindo juntos o que poderia ser feito, um dava uma ideia, o outro ajudava, e deu certo. Estou feliz com essa oportunidade que o SESI me deu de voltar a estudar e já conquistar essa grande vitória com a robótica”, celebra.

As equipes #JuntosAGenteConsegue, do SESI Erechim, e a IGREBÓTICA, do SESI Igrejinha completaram o pódio da competição, recebendo o segundo e terceiro lugar, respectivamente.

O desafio era percorrer meio metro, sem tocar no chão e em linha reta, no menor tempo possível

SESI [email protected]ência

O SESI [email protected]ência, realizado pelo SESI-RS, promoveu o primeiro torneio de robótica voltado para a EJA. Dez equipes participaram da competição: As Asas do Ensino, Vamos voar! e Sweet Plane, do SESI Novo Hamburgo; BisClub, SESI Guaporé; J.A.R.V.I.S, SESI Gravataí; IGREBÓTICA, SESI Igrejinha; LEGENDEN, SESI Parobé; #juntosagenteconsegue, SESI Erechim; SESI Venâncio Aires e SESI Cachoeira do Sul.

Implementado em 2018, o SESI [email protected]ência é uma mostra anual que promove o conhecimento, ciência, inovação e tecnologia na educação. A edição de 2021 alcançou 17 mil pessoas e contou com palestrantes reconhecidos nacionalmente. O evento debateu os caminhos da educação sob diferentes perspectivas, contribuindo com o trabalho de gestores, educadores e estudantes - que puderam tirar dúvidas e interagir virtualmente.

Relacionadas

Leia mais

Transporte e logística: conheça os temas das competições de robótica
VÍDEO: Bora pilotar um drone? Tem curso novo no Tem Vaga!
6 dicas para montar uma equipe de garagem de robótica

Comentários