Moda alagoana volta à passarela do Minas Trend

Integrantes do Coletivo Alagoas participam de um dos maiores eventos da moda da América Latina. Este ano, elas levam ao evento o universo dos artesãos da Ilha do Ferro
Coletivo Alagoas volta a participar do Minas Trend, um dos maiores eventos de moda da América Latina

A moda de Alagoas, mais uma vez, vai ocupar as passarelas de um dos maiores eventos de moda da América Latina, o Minas Trend. Para a edição 2019, as estilistas alagoanas vão destacar o universo dos artesãos da Ilha do Ferro. Na edição anterior,  elas mostraram a beleza da renda filé. Este ano, onze marcas vão lançar as coleções outono/inverno 2020 na feira mineira. Todas são integrantes do Coletivo Alagoas.  

“Estamos orgulhosos do trabalho que essas empresárias realizam. Desde o início acreditamos no potencial e na disposição delas para crescer. Parabéns a todas vocês. Que sejam ainda mais exitosas”, disse o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (FIEA), empresário José Carlos Lyra de Andrade.

Andrade reafirmou o compromisso da Federação das Indústrias em apostar no surgimento de novos segmentos econômicos, e de sempre apoiar os pequenos negócios. “É nosso dever apoiar aqueles que acreditam e trabalham pelo desenvolvimento de nossa economia. As empresárias da moda alagoana são um bom exemplo do que é possível fazer quando se quer crescer”, declarou.

O presidente do Sindicato das Indústrias do Vestuário (Sindivest) de Alagoas, Francisco Acioli, afirmou que a FIEA é a mola que impulsiona o desenvolvimento e o crescimento da moda alagoana, um segmento que tem crescido nos últimos dez anos. A Federação das Indústrias, como o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), o Sebrae e o governo do Estado, são apoiadores fundamentais para o sucesso alcançado pelo Coletivo Alagoas, conhecido e destacado por todo país, e até no exterior.

“Hoje é fácil falar da moda alagoana. Mas essa é uma luta de mais de dez anos, marcada por muito esforço e sofrimento”, afirmou Chico Acioli, como é mais conhecido o presidente do Sindicato do Vestuário. Ele destacou as ações da FIEA, que criou um Centro de Qualificação de Moda, numa das unidades do SENAI/AL; os três polos de moda em funcionamento no interior (Murici, Coruripe e Delmiro Gouveia); e as 27 associações de costureiras já existentes no Estado, como resultado do trabalho que vem sendo feito por todos os envolvidos nessa caminhada. “Estaremos em mais uma edição do Minas Trend, com muita garra, mostrando que nossas empresas crescem mais a cada ano”, afirmou Chico. 

O Minas Trend é um evento da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) e será de 22 a 25 de outubro, no ExpoMinas, em Belo Horizonte. 

Relacionadas

Leia mais

CNI defende modernização do marco legal do saneamento
Sistema tributário acaba com capacidade da indústria de competir globalmente, diz presidente da CNI
Cerca de 70% das empresas não renovaram ou contrataram crédito no 1º trimestre de 2019, diz CNI

Comentários