Em busca de produtividade

Quinta edição do Procompi mostra o êxito de um programa que une empresas de micro e pequeno porte em busca de inovação e produtividade
Com o Procompi, a NatuVale conseguiu aumentar bastante a produtividade

A empresa NatuVale comercializa palmito de pupunha há 12 anos. Precisava de 12 minutos para produzir cada saco de 20 unidades. Hoje faz a mesma quantia em apenas 4 minutos. O ganho de produtividade veio com sua participação no Programa de Apoio à Competitividade das Micro e Pequenas Indústrias, o Procompi.

Situada em Aparecida de Goiânia (GO), a empresa de Adalberto Barros conseguiu, também, organizar a documentação e aprimorar o controle de qualidade. “Agora temos um padrão e maior rigor na produção”, afirma o empresário, que vende para empórios, supermercados e restaurantes de Goiânia, Brasília e outras capitais.

A Styler Chinelos Personalizados, de Fortaleza (CE), é outro exemplo bem-sucedido do Procompi: aumentou em 52% sua produtividade. Houve uma melhoria na gestão financeira e nos processos produtivos, além de auxílio na criação da tão sonhada loja virtual. “Tivemos um aumento expressivo em faturamento e quantidade de pares de calçados produzidos, além de conseguir divulgar os produtos na internet”, afirma o proprietário Ivanilson Barbosa, que trabalha com calçados há mais de quatro anos.

Mas você sabe o que é produtividade? A Confederação Nacional da Indústria (CNI) explica como esse indicador é medido e por que ele é tão importante para indústria no vídeo abaixo. Confira:

PARCERIA - Criado em 2000, o Procompi é uma parceria entre a CNI e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para auxiliar no aumento da competitividade das micro e pequenas indústrias em todo o país. A NatuVale e a Styler Chinelos são duas das atuais 2.277 empresas beneficiadas por meio de 117 projetos ativos em 19 segmentos industriais, em 22 estados brasileiros. Os números estão no balanço parcial da quinta edição do programa, que começou em junho de 2016 e vai até 2020. Em 19 anos de programa, já foram atendidas mais de oito mil empresas e investidos R$ 108 milhões.

O Procompi usa uma metodologia que privilegia a prestação de consultoria a um agrupamento de empresas de um mesmo setor, em uma determinada região. O programa apoia projetos com, no mínimo, 25 empresas de um mesmo segmento industrial para trabalhar a competitividade da empresa, além do fortalecimento da coletividade e o desenvolvimento regional.

“O programa tem mostrado que, quando as micro e pequenas indústrias recebem apoio adequado, conseguem resultados muito expressivos”, afirma o gerente-executivo de Política Industrial da CNI, João Emílio Gonçalves.

As consultorias incluem diferentes ações de melhorias do processo produtivo, capacitação empresarial e profissional e acesso a novos mercados e a novas tecnologias. Para participar, a empresa deve procurar o seu sindicato para que seja possível formar um grupo de empresas e apresentar um projeto para a federação da indústria do estado ou para o Sebrae estadual.

SAIBA MAIS - Acesse o canal do Procompi e conheça os projetos desenvolvidos no Brasil inteiro. 

Relacionadas

Leia mais

73% das empresas do Procompi inovam e passam a oferecer novos produtos ou serviços
Ganhos de produtividade reduzem uso de recursos naturais e eliminam desperdícios, diz Robson Andrade
Indústria reduz excesso de estoques e eleva produção em agosto, mostra pesquisa da CNI

Comentários