No Mato Grosso, indústrias doam 200 mil litros de álcool 70%

O primeiro carregamento, com 15 mil litros em mais de 800 garrafões, foi entregue no último sábado (21), na sede do 1º Batalhão do Corpo de Bombeiros, em Cuiabá
O primeiro lote saiu da Usina Barralcool, em Barra do Bugres (MT)

Atendendo a um pedido do Governo de Mato Grosso, as indústrias ligadas ao Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras de Mato Grosso (Sindalcool) estão produzindo álcool 70% para serem distribuídas em áreas emergenciais, com intuito de conter o avanço do covid-19. O primeiro carregamento, com 15 mil litros em mais de 800 garrafões, foi entregue no último sábado (21), na sede do 1º Batalhão do Corpo de Bombeiros, em Cuiabá.

“Todas as associadas se juntaram para doar o álcool 70%, que equivale ao álcool em gel”, explica o diretor executivo do Sindalcool, Jorge dos Santos. 

Para que todo esse volume chegue para os locais determinados pelo Governo de Mato Grosso, foi feita uma parceria com várias entidades e empresas. O Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar, por exemplo, estão auxiliando no carregamento e garantindo a segurança no transporte entre as usinas e o envasamento, que será feito pela Puríssima e pela Maxvinil. A UFMT fará análises para garantir a pureza do produto para serem usados dentro das unidades hospitalares.

“Nós vamos priorizar aqueles profissionais que estão lidando na linha de frente do coronavírus”, explicou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Cesar Miranda.

O envasamento será feito pela Puríssima e pela Maxvinil

“Os primeiros 15 mil litros já serão distribuídos hoje para hospitais e para a Polícia Militar e à medida que o restante do álcool for chegando e envasado irá chegar até a população”, complementou Miranda, sobre a primeira remessa emergencial do álcool, que foi feita em galões doados pela Água Puríssima para chegarem aos hospitais com rapidez.

O secretário ainda destacou que a população precisa evitar o contato social e fazer a lavagem das mãos, que pode ser feita com água e sabão. Já os profissionais da saúde precisam estar constantemente desinfetando as mãos e o álcool em gel ou álcool 70% são fundamentais para garantir mais rapidez nos atendimentos.

A operação irá continuar durante a semana, com os carregamentos sendo feito em lotes, mas garantindo que não falte o produto.

Para o presidente do Sindalcool e vice-presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso (FIEMT), Silvio Rangel, esta ação vai ajudar a minimizar os impactos da pandemia em Mato Grosso. “Cada um de nós tem que fazer a sua parte para ajudar no combate ao coronavírus. Além dessa doação, estamos fazendo um trabalho interno com nossos colaboradores para a prevenção da doença”, pontuou.

A Indústria contra o coronavírus: vamos juntos superar essa crise

Acompanhe todas as notícias sobre as ações da indústria no combate ao coronavírus na página especial da Agência CNI de Notícias.

Relacionadas

Leia mais

Impactos do Covid-19 no mercado de petróleo e gás do Rio de Janeiro
Cervejaria de Mato Grosso do Sul envasa álcool para atender rede pública de saúde
Na Bahia, empresas farão limpeza profissional para reabertura de hospital dedicado à covid-19

Comentários